Carlos Coléct

Encontrados 25 pensamentos de Carlos Coléct

Têm dias que fico bravo e brigo com a Vida. Aparto-me, recolho-me, afasto-me, não quero conversa e vou dormir no sofá sem coberta. Mas enquanto a noite passa, lembro-me do quanto a amo. Amanhece o dia, reconheço a minha ingratidão, vou-me em sua direção e já quase me faltando o ar, dou-lhe um beijo e ela retribui com um abraço de aceitação. É assim com a Vida, têm dias que a gente briga, mas não consegue viver longe nem se quer por um dia e por isso a gente se reconcilia, pois viver longe é também morrer. Mas o que é reconciliar-se com a Vida senão reconciliar-me comigo mesmo, refletir a minha alma sobre o espelho das coisas belas que a minha volta vejo e redespertar sobre mim o desejo?!

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Um dado é como a vida. Tem seis lados com números menores e maiores, mas não quer dizer que o número maior faça de alguém um vencedor e nem o número menor um perdedor, depende do jogo que se joga.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

O travesseiro é como a porta de um mundo encantado que todas as noites se abre para recolher os nossos sonhos e pensamentos. Há dias que nesse mundo chove quando por entre a porta a lágrima da saudade escorre, contudo também há dias que se fazem iluminados quando os sonhos são ensolarados. Mundos encantados que se escondem nos travesseiros. Alguns são de espumas, outros de penas e outros de papelão, mas sejam como forem, são mundos que todas as noites acolhem o coração.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

O COLHER do esCOLHER!

A Vida é feita de escolhas!
Sim, é o que dizemos!
Não há quem disso corra
Não há o que nos socorra!

Mas de quem é a escolha?!
Minha ou da Vida?!
Eu escolho
Ou Ela por mim escolhe
Se vivo ou morro?!

Sei que muito não escolhi
Fui apenas levado a seguir
Porém
Muito também
Estava sob o meu poder decidir!

Portanto
Penso eu
Que esCOLHEMOS
E somos esCOLHIDOS
COLHEMOS
E somos COLHIDOS!

Sou
Faço e estou
Ora porque decido
Ora porque fui induzido!

Mas o que quero dizer
É que o esCOLHER
É um COLHER
Para um ser e um fazer
Ou seja
Uma seleção
Uma colheita
Para um propósito e missão
Independente do que seja!

Portanto
Se acredito ser o autor da escolha
Do caminho e do plano
Cabe à mim o colher
E dar destino ao campo!

No entanto
Se a autoridade da autoria
Está sob a Vida
E seus insondáveis caminhos
Então, não posso negar
Que estou dentro de um destino
Estou sendo COLHIDO
Estou sendo esCOLHIDO!

De qualquer maneira
Nesta colheita
Estamos COLHENDO e sendo COLHIDOs
EsCOLHENDO e sendo esCOLHIDOs
Determinando o propósito
E sendo determinados pelo destino!

Mas de qualquer forma
Prefiro ter em meu pensamento
Que não estou ao vento
Estou do lado de dentro
De um belo propósito
Que sustenta o meu entendimento!

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect
1 compartilhamento

DATAS QUERIDAS!

“Parabéns pra você
Nesta data querida...”
Assim se ouve
Na singela cantiga
Que em poesia aprouve
Torná-la em eterna melodia!

Mas “querida” por quê
Se nunca quis nascer?!
Nem lembro-me desse dia
E nem de muitos outros que gostaria
Não que os rejeite
Ou que não os aceite
Ou que os tenha por insignificantes
Pois certamente foram importantes
Mas simplesmente não lembro
Ficaram no esquecimento
Ocultados em alguma sala no Tempo!

Mas algumas perguntas tenho a fazer:
“Quando realmente eu nasci?!”
Há alguém que possa responder?
Seria quando do ventre eu saí
Quando as palavras aprendi
Quando nas muitas vezes que caí
Ou quando a falta eu senti?
“Quando eu nasci?!”
Haveria apenas uma data
Para fazer a natalidade comemorada?

O Universo não sabe o dia do seu aniversário
Ou do seu primeiro nascimento
Talvez porque são vários
Os eventos que lhe trazem o surgimento!
E eu?! Também não sei o meu!
Pois ainda estou nascendo!
E ao mesmo tempo que nascendo
Prossigo envelhecendo
Lentamente morrendo!
E ao mesmo instante que apareço
Caminho ao desaparecimento!

Oh datas queridas!
Que fazem a Vida nascida
Ou seria desnascida?!
Seja como for
Esta é a Vida que nos foi concedida
Para ser vivida
Sentida
Aprendida
Sofrida
E tantas outras “idas”
Pois a VIDA
É um caminho só de ida!

E quem sabe, por isso
Aquela data
A qual chamam de início
Não se faz na memória lembrada
Não que o denominado princípio
Esteja na condição de frívolo
Mas em algum lugar fica esquecido!
Para nos lembrar que ao contrário de um livro
A Vida não tem um exato prefácio
É escrita como um diário
Podendo cada dia ser um aniversário!

Mas se nesta data específica
Na qual se canta a cantiga
Os convidados me perguntarem:
“Quantos anos você tem?”
Responderei:
“Anos de vida?
Não sei!
Pois os anos que passaram
Já não os tenho mais
Passaram pelo meu corpo
E não voltarão jamais!
Ah este dia que me presenteia Àgosto!
Dia em que lembro que morro
Pelas marcas no meu rosto
Mas que também creio, sinto e vejo
A Vida que me abraça com muito gosto
Conduzindo-me com extremo desejo
Aos anos que ainda não tenho no corpo!
E não sei se me terão
Pois é um caminho misterioso
Não me atrevo a tal afirmação
Apenas acredito
No que pode ser possível!”

Carlos Coléct
2 compartilhamentos

Não queira atrair apenas os olhos de alguém, mas deseje principalmente cativar o seu coração, pois ainda que o coração se enfraqueça pelo tempo tanto quanto os olhos, a batida do coração é vital e o abrir dos olhos não.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Ah alma gêmea! Mito herdado dos gregos de Atenas! No início, Humanos andrógenos se rebelam e pelo raio de Zeus são divididos ao meio. Desde então andam pelo mundo atormentados procurando por seus lados para serem completados e novamente abraçados se tornem inteiros. Ah alma gêmea! Crença herdada dos gregos de Atenas! Buscamos o lado perdido, a parte do ser dividido. Alguém que nos seja parecido, de interesses comuns e de semblante semelhante. No princípio, todos acham ter encontrado o seu lado, contudo quando por muito tempo permanecem lado a lado, percebe-se que há muito mais diferenças do que semelhanças. Não há um encontro de almas que em algum momento não se tenha olhado para o lado e percebido que ainda há muito de desconhecido. As almas gêmeas até podem nascer do mesmo ventre, no entanto são de placentas diferentes. Não são almas iguais de um único ser, são lados opostos, um é direito e o outro é esquerdo. Onde a importância não está nas semelhanças, pois talvez sejam poucas e sim nas diferenças que se afinam na afinidade da tensão da corda e no contrato que se concorda.

Carlos Coléct
1 compartilhamento

O silêncio não é somente individualista por ser um direito do indivíduo, ele também é, muitas vezes, egoísta por negar ao outro o direito de ouvir.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

A Humanidade por meio de seus poetas e filósofos por séculos tenta definir o amor ou simplesmente pensá-lo. Buscamos sentidos e significados para o verbo amar. Quem sabe aprendemos um pouco sobre o dar que se encontra no amar, no entanto, parece que pouco aprendemos sobre o receber que nele também há. Será que somos orgulhosos demais?! Saber receber é tão nobre quanto o saber dar!

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Uma das causas dos nossos males é acreditarmos em tudo o que ouvimos, é darmos ouvidos ao mal. Alguém fala “você está abatido!” e ficamos, “você é feio!” e nos tornamos, “você não pode!” e não podemos, “você está doente!” e adoecemos. Assim as doenças são constituídas e se criam na alma, nós as fortalecemos em nossa crença, mas o lado bom é que pela crença inversa também podemos enfraquecê-las.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

O pássaro que reage à ação do vento. O vento que reage à ação do clima. O clima que reage à ação do Homem. O Homem que reage a si mesmo. Toda ação é em si uma reação.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Corri, corri! Passou, não percebi! Olhei, mas não vi! Páginas que não li! A velocidade passa tão depressa. A rapidez se precipita pelas ruas e passarelas. As ações se multiplicam na agilidade que não cessa. Acelera-se a Vida tornando-a sintetizada, sintética, um sumário de ideias vagas ou um breve comentário na contra capa. Resumida em uma sinopse sem detalhes abrevia-se o seu contexto e suas frases. A Vida é um livro que contém segredos que despertam o coração pulsante, mas quando se torna somente um livro fechado sobre a estante é sobremaneira desinteressante. Desacelerar os passos e diminuir o ritmo é preciso para abrí-lo e fazê-lo com atenção, lido e absorvido. Contudo não de todo compreendido, pois talvez nunca o seja, até porque não é um livro escrito para ser compreendido e sim para despertar a visão para o que é bonito e o que é bonito muitas vezes está além do que é entendido.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Não desejo a Tristeza, mas muitas vezes ela é inconveniente, aparece na porta sem ser convidada, principalmente nos dias ensolarados e quentes quando tudo parece em perfeita ordem e então, entre o canto dos pássaros se ouve o ranger da madeira e os passos no chão, é ela que com a chave na mão entra sem permissão. No entanto nem sempre a expulso e nem sempre dela tenho medo, pois sob a face da Tristeza também há beleza e sabedoria, uma sabedoria que às vezes não se encontra sob a face da Alegria. Portanto uma vez que já esteja dentro, cumprimento, dou-lhe o meu respeito e quem sabe até um beijo. Peço-lhe para se assentar e ouço atentamente o que ela tem a me ensinar, porém solicito que seja breve, pois a sua contínua presença adoece. Mas de qualquer forma a Tristeza em sua sabedoria cria, inspira, motiva e no meio da estrada de dores é capaz de fazer crescer um belo canteiro de flores. Então, por que varreria para debaixo do tapete as tristezas da vida quando posso fazer delas o próprio tapete de flores que embeleza o caminho dos meus pés?!

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect
1 compartilhamento

Não estou mais tão preocupado em impor razões sobre a vida. Por que buscaria impor razão se, no final das contas, a minha razão se torna a desrazão de alguém? Não que não posso ter razão, posso e tenho a minha razão, mas ela é minha, só minha e de mais ninguém. Afinal, o que é a minha razão senão somente a minha miragem da vida?! Miragem que, por um momento, surge no horizonte pelo muito caminhar sob o sol do deserto existencial. As nossas razões são miragens, são visões, são oasis dos nossos desejos que aqui estão e logo se vão. Aproximo-me e ela some com a areia, não posso tocar e nem com a água me refrescar. A miragem se vai e com ela também a minha razão se desfaz. Continuo a caminhar sob o sol e uma nova imagem da areia começa a brotar. Mais uma razão toma forma no horizonte, mas sei que também irá se transformar até que eu deixe de caminhar. Por isso não me preocupo em impor razões sobre a vida, pois elas aparecem como as miragens, belas paisagens que só aos meus olhos cabem!

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

O CORAÇÃO BOM E O CORAÇÃO MOLE

Em uma esquina qualquer se esbarram dois Corações. Um tem a face meiga, suave, olhos doces e em uma das mãos carrega flores e na outra um cesto cheio de coisas sem valores. Ama a todos e por amar crê que deve aceitar tudo o que lhe dão de qualquer maneira e assim, faz do seu cesto uma lixeira. Vem sorridente pela esquina, mas ao dobrar, algo me chama a atenção: dele escorrem algumas gotas pelo chão. O outro também tem a face meiga, suave, olhos doces, porém em uma mão tem flores, na outra uma peneira e pendurado ao pescoço um molho de chaves. Mas por que chaves?! Então entendi que são as chaves da sua porta e as dá para quem com ele se importa. E a peneira? É porque ele ama a todos e por amar não aceita tudo de qualquer maneira e por isso passa pelo crivo da peneira. E as flores, reserva à gentileza.
Um diz ao outro:
— “Olá, eu sou o Coração Bom, pois só tenho flores e recebo tudo sem olhar valores!”.
O outro retribui o cumprimento, mas diz:
—“Olá. Não, você não é o Coração Bom, embora pareça, você não é, você é o Coração Mole!”
—“Mole?!”
—“Sim! Derrete-se pelo chão e em pouco tempo estará mergulhado em entulhos por não conseguir dizer “não”. Eu sou o Coração Bom, pois não tenho só flores, tenho também chaves e peneira que me preservam em dignidade e de me tornar uma lixeira.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect
1 compartilhamento

Alguns dizem que por ser amigo não pode ser Amor, pois o Amor levará o que há de bom para o finito. Mas por que o Amor tem que ser inimigo?! Para mim, o nível mais profundo do Amor, sendo o motivador da longevidade, é a conciliadora chamada Amizade. Nela, ainda que se tenha a dor, o amar é com sinceridade! Por isso na conquista de uma união, antes de tudo, melhor é conquistar a Amizade, pois não se sustenta um relacionamento apenas com romance e sedutores olhares e sim com a cumplicidade e reciprocidade existente na profunda Amizade! Existem tipos de amizades e há uma em especial, aquela em que se passam as horas e não se percebe chegar o “tarde”. Amizade com cor! Como distanciá-la do Amor?! Ela é uma de suas faces. É a coberta quando se vai o calor!

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

O ser humano desconhece a real origem de qualquer coisa no mundo, no entanto, tem a capacidade de estruturar um propósito para qualquer coisa no mundo, e dentro desse propósito ele pode criar uma origem. Não sabemos a causa, mas podemos criá-la e dar um sentido a ela. Das tintas misturadas, podemos construir um significado.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Tentação pode ser visto como fazer a coisa certo no tempo inoportuno. Não respeitar o tempo dos propósitos (desejos) é cair em tentação. A exemplo do texto bíblico, Jesus ao ser levado para o deserto poderia ter feito tudo o que lhe foi proposto pelo Acusador (imagem que habita nosso próprio interior), porém, a tentação não consistia em FAZER, e sim em ANTECIPAR o tempo do feito. Como diz o livro de Eclesiastes, há um tempo e um modo para todo propósito debaixo do céus, e cabe ao coração sábio discernir.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Frequentar um templo, afirmar uma crença em Deus, ofertar, pregar, cantar louvores não são sinônimos de bom caráter. Da mesma forma que o perfume de uma flor não depende do lugar onde foi plantada, o caráter de uma pessoa não se forma dentro de templos. A personalidade (persona - máscara social) sim, mas não a característica (caráter) essencial.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

A busca do ser humano é essencialmente uma busca por um Sagrado (deus = organismo materno) que lhe remeta a um esquecimento da existência, tal como na vida intrauterina que outrora vivenciamos. Deus, em um dos meus conceitos, é uma palavra que criamos para expressar a ideia de um poder oculto e sem face com o qual sentimos conexão por meio de um cordão umbilical no interior do ventre. Esta ideia de Deus está registrada na mente de todo ser vivo que nasce de um útero. Desta forma, de alguma maneira, buscará uma reconexão com este Sagrado para reviver o afastamento da dor e a completude do ventre.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Na vida, o mais importante não é a verdade, e sim a crença, pois ela transforma qualquer coisa em verdade. Assim, nossa verdade é a nossa crença mais forte.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

O compromisso, a lealdade e fidelidade não é para com o outro, é para comigo mesmo, para com minha palavra e sentimento. Não traio o outro porque não me traio. Quem não é fiel a si mesmo não será leal numa relação.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Deus é uma palavra que cabe no nosso entendimento, mas a sua essência não.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Se o céu está nublado, não olhe para o agora, olhe para um pouco mais além, o sol está lá.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect

Você é aquilo que mais nega ser. Não se procure no que mais gosta, e sim no que mais rejeita.

Carlos Coléct
Inserida por CarlosColect