Cacilda Becker

Encontrados 17 pensamentos de Cacilda Becker

Não me faça fazer de graça a única coisa que sei fazer cobrando.

Cacilda Becker

Viver é ir ao encontro.
Não se pode viver em estado de contemplação.
Tudo está a nossa espera
É uma questão de coragem e amor.

Cacilda Becker

De cada personagem que representei guardei uma "descoberta" para mim, de mim mesma.

Cacilda Becker

Quando quero, quero. Quero de fato. E vou buscar. Não espero nada de ninguém com relaçao às coisas materiais, é claro.

Cacilda Becker

Eu não sou mais só eu, eu sou um pouco mistura com o teatro.

Cacilda Becker

Sou um instrumento da minha arte, sou meu próprio violino.

Cacilda Becker
20 compartilhamentos

Não me peça para dar de graça a única coisa que tenho para vender.

Cacilda Becker
Inserida por Caluga

É uma sensação de saudade, um estado coerente, tudo aquilo que a minha natureza sempre ansiou, ir além, além das coisas e de tudo, perder-se

Cacilda Becker
Inserida por Caluga

Preferi a carreira. Saí disso tudo uma mulher diferente. Apareceram os primeiros cabelos brancos. Adquiri uma grande dose de paciência.

Cacilda Becker
Inserida por Caluga

Tenho escolhido virtudes não porque sejam belas, mas porque acredito firmemente que são santas, que nelas a gente se dignifica.

Cacilda Becker

Tenho escolhido as virtudes nas minhas capacidades que são intensas, profundas, profundamente intensas para qualquer coisa, inclusive para o mal.

Cacilda Becker
Inserida por Caluga

Vou da extrema generisidade ao mais absoluto egoísmo.

Cacilda Becker

Nosso público só gosta do que é fácil. O riso é fácil. O choro é fácil. Tudo que obriga a pensar é automaticamente posto de lado.

Cacilda Becker

Não quero ser sempre mero instrumento do autor, mas a própria obra, vivendo também momentos de plenitude.

Cacilda Becker

Até que ponto eu penetro dentro de uma personagem e ela dentro de mim, não é fácil dizer.

Cacilda Becker

Creio que hoje sou um instrumento de certo modo afinado.

Cacilda Becker

Tenho confiança cega em mim, apesar das insuficiências toco tudo para a frente. Sempre foi assim.

Cacilda Becker