Aprenda Gostar de Você

Cerca de 93 frases e pensamentos: Aprenda Gostar de Você

Talvez seja tão simples, tolo e natural que você nunca tenha parado para pensar: aprenda a fazer bonito o seu amor. Ou fazer o seu amor ser ou ficar bonito. Aprenda, apenas, a tão difícil arte de amar bonito. Gostar é tão fácil que ninguém aceita aprender.

Tenho visto muito amor por aí, amores mesmo, bravios, gigantescos, descomunais, profundos, sinceros, cheios de entrega, doação e dádiva, mas esbarram na dificuldade de se tornar bonito. Apenas isso: bonitos, belos ou embelezados, tratados com carinho, cuidado e atenção. Amores levados com arte e ternura de mãos jardineiras.

Aí esses amores que são verdadeiros, eternos e descomunais de repente se percebeu ameaçados apenas e tão somente porque não sabem ser bonitos: cobram; exigem; rotinizam; descuidam; reclamam; deixam de compreender; necessitam mais do que oferecem; precisam mais do que atendem; enchem-se de razões. Sim, de razões. Ter razão é o maior perigo no amor.
Quem tem razão sempre se sente no direito (e o tem) de reivindicar, de exigir justiça, equidade, equiparação, sem atinar que o que está sem razão talvez passe por um momento de sua vida no qual não possa ter razão. Nem queira. Ter razão é um perigo: em geral enfeia o amor, pois é invocado com justiça mas na hora errada. Amar bonito é saber a hora de ter razão.

Ponha a mão na consciência. Você tem certeza que está fazendo o seu amor bonito?
De que está tirando do gesto, da ação, da reação, do olhar, da saudade, da alegria do encontro, da dor do desencontro, a maior beleza possível? Talvez não. Cheio ou cheia de razões, você espera do amor apenas aquilo que é exigido por suas partes necessitadas, quando talvez dele devesse pouco esperar, para valorizar melhor tudo de bom que de vez em quando ele pode trazer.
Quem espera mais do que isso sofre, e sofrendo deixa de amar bonito. Sofrendo, deixa de ser alegre, igual criança. E sem soltar a criança, nenhum amor é bonito.

Não tema o romantismo. Derrube as cercas da opinião alheia. Faça coroas de margaridas e enfeite a cabeça de quem você ama. Saia cantando e olhe alegre.
Recomendam-se: encabulamentos; ser pego em flagrante gostando; não se cansar de olhar, e olhar; não atrapalhar a convivência com teorizações; adiar sempre, se possível com beijos, “aquela conversa importante que precisamos ter”, arquivar se possível, as reclamações pela pouca atenção recebida. Para quem ama toda atenção é sempre pouca. Quem ama feio não sabe que pouca atenção pode ser toda atenção possível. Quem ama bonito não gasta o tempo dessa atenção cobrando a que deixou de ter.

Não teorize sobre o amor (deixe isso para nós, pobres escritores que vemos a vida como criança de nariz encostado na vitrine, cheia de brinquedos dos nossos sonhos): não teorize sobre o amor, ame. Siga o destino dos sentimentos aqui e agora.

Não tenha medo exatamente de tudo o que você teme, como: a sinceridade; não dar certo; depois vir a sofrer (sofrerá de qualquer jeito); abrir o coração; contar a verdade do tamanho do amor que sente.
Jogue pro alto todas as jogadas, estratagemas, golpes, espertezas, atitudes sabidamente eficazes (não é sábio ser sabido): seja apenas você no auge de sua emoção e carência, exatamente aquele você que a vida impede de ser. Seja você cantando desafinado, mas todas as manhãs. Falando besteiras, mas criando sempre. Gaguejando flores. Sentindo o coração bater como no tempo
do Natal infantil. Revivendo os carinhos que instruiu em criança. Sem medo de dizer, eu quero, eu gosto, eu estou com vontade.

Talvez aí você consiga fazer o seu amor bonito, ou fazer bonito o seu amor, ou bonitar fazendo seu amor, ou amar fazendo o seu amor bonito (a ordem das frases não altera o produto), sempre que ele seja a mais verdadeira expressão de tudo o que você é e nunca, deixaram, conseguiu, soube, pôde, foi possível, ser.

Se o amor existe, seu conteúdo já é manifesto. Não se preocupe mais com ele e suas definições. Cuide agora da forma. Cuide da voz. Cuide da fala. Cuide do cuidado. Cuide do carinho. Cuide de você. Ame-se o suficiente para ser capaz de gostar do amor e só assim poder começar a tentar fazer o outro feliz.

Com o tempo, você vai percebendo que, para ser feliz, você precisa aprender a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.

Desconhecido

Nota: Trecho adaptado de um texto muitas vezes atribuído de forma errônea a Mário Quintana, a autoria do pensamento não está confirmada. Por vezes também é atribuído a Katia Cruz, com o título "Recomeçar".

Eu aprendi que quando as pessoas realmente gostam de você, elas voltam.

Desconhecido

Nota: A autoria do texto tem vindo a ser erroneamente atribuída a Clarice Lispector e Caio Fernando de Abreu.

Aprenda a gostar de você

Aprenda a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você...
A idade vai chegando e, com o passar do tempo, nossas prioridades na vida vão mudando...
A vida profissional, a monografia de final de curso, as contas a pagar...
Mas uma coisa parece estar sempre presente... A busca pela felicidade, com o amor da sua vida.
Desde pequenas ficamos nos perguntando "quando será que vai chegar?" E a cada nova paquera, vez ou outra nos pegamos na dúvida "será que é ele?".
Como diz meu pai: "nessa idade tudo é definitivo", pelo menos a gente sempre achava que era.
Cada namorado era o novo homem da sua vida.
Fazíamos planos, escolhíamos o nome dos filhos, o lugar da
lua-de-mel e, de repente...
PLAFT! Como num passe de mágica ele desaparecia, fazendo criar mais expectativas a respeito "do próximo".
Você percebe que cair na guerra quando se termina um namoro é muito natural, mas que já não dura mais de três meses.
Agora, você procura melhor e começa a ser mais seletiva.
Procura um cara formado, trabalhador, bem resolvido,
inteligente, com aquele papo que a deixa sentada no bar o resto da noite.
Você procura por alguém que cuide de você quando está doente, que não reclame em trocar aquele churrasco dos amigos pelo aniversário da sua avó, que jogue "imagem e ação" e se divirta como uma criança, que sorria de felicidade quando te olha, mesmo quando você está de short,camiseta e chinelo.
A liberdade, ficar sem compromisso, sair sem dar satisfação, já não tem o mesmo valor que tinha antes.
A gente inventa um monte de desculpas esfarrapadas, mas
continuamos com a procura incessante por uma pessoa legal,que nos complete, e vice-versa.
Enquanto tivermos maquiagem e perfume, vamos à luta... E
haja dinheiro para manter a presença em todos os eventos da
cidade: churrasco, festinhas, boates na quinta-feira.
Sem falar na diversidade, que vai do Forró ao Beatles.
Mas o melhor dessa parte é se divertir com as amigas, rir até doer barriga, fazer aqueles passinhos bregas de antigamente e curtir o som...
Olhar para o teto, cantar bem alto aquela música que você adora.
Com o tempo, voce vai percebendo que para ser feliz com
uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquele cara que você ama (ou acha que ama), e que não quer nada com você, definitivamente não é o homem da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você.
No final das contas, você vai achar, não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!

Desconhecido

Nota: A autoria do texto é erroneamente atribuída a Mario Quintana. A parte final desse texto tem sido atribuída a Katia Cruz, com o título "Recomeçar". A frase: “O segredo não é correr atrás das borboletas...” é uma adaptação de uma outra frase de D. Elhers.

Eu não deixei de gostar de você ...
Só cansei de me magoar
Vou aprender a me afastar de tudo que me faz mal

Há algumas pessoas que você gosta de imediato, algumas que você acha que pode aprender a gostar na plenitude do tempo, e algumas que você simplesmente quer empurrar para longe com uma vara afiada.

Um dia você aprende que ninguém nunca vai ser como você gostaria que fosse.
Por isso não espere consideração e nem que os outros façam o que você faria em determinadas situações.
Não espere que valorizem seu esforço. Não espere que lhe ofereçam a mão. Apenas viva. Aceite que de vez em quando é preciso deixar o orgulho de lado e dizer: "Eu preciso de você!".
É preciso entender que o outro é diferente e de vez em quando ele vai te magoar, da mesma forma como você também pode magoá-lo algumas vezes.
E você precisa aprender a lidar com isso.
Afinal... somos todos seres humanos e também cometemos falhas!

Gosto muito de você, mas aprendi que não preciso de ninguém pra viver...

Com você aprendi
Que amar, não é só gostar
Que querer, não é só pegar
Que pra viver, não basta nascer
Que morrer, não é deixar de viver.
Pois às vezes gostamos sem conhecer o amor
Pegamos sem desejar o querer
Nascemos sem aprender a viver
E vivemos uma horrível vida, que preferimos morrer.

Quando se aprende a gostar da solitude, você vê o mundo com outros olhos e se trata de uma forma diferente. Não se culpa e nem se condena e entende que seus problemas e conflitos internos são só seus e que só você pode resolvê-los. Você entende que é você mesmo o seu melhor amigo, aquele que tá nos melhores e piores momentos, aquele que te levanta quando está caído e comemora na vitória, você se torna seu próprio amor, você se ama como nunca antes amou, você se torna autossuficiente.

"...As vezes não gosto de demonstrar sentimentos, se identifica com isso?Aprendi com você, "não demonstrar fraquezas..."

Estar com alguém que você gosta é muito bom,principalmente se é aquela com quem você aprendeu a amar...

SEM VOCÊ

Foi com você que eu aprendi oque era o amor, oque era gostar de alguém, com você eu aprendi a força de um "fica mais um pouco"
Com você eu aprendi oque é um deixa pra mais tarde, com você eu aprendi oque é um fim de semana com animação
Com você eu aprendi novos pensamentos, foi com você que eu mudei meu ponto de vista sobre várias coisas e foi com você que eu aprendi oque é um adeus

Foi sem você que eu aprendi oque é saudade, foi sem você que eu aprendi a dor que de se perder alguém, sem você eu aprendi como é um fim de semana pensando em alguém que eu deixei escapar, alguém que eu deixei ir para muito longe, tão longe que eu não consigo estender meu braço e segurar sua mão, sem você eu parei para pensar sobre o sentido das brigas, sobre o sentindo de ter de mandado embora e foi sem você que eu aprendi a pedi "desculpas, posso voltar ?"

Foi quando você voltou que eu aprendi que meus dias de guerra viraram dias de paz, foi depois que você voltou que minha primavera ganhou bem mais cores, foi depois que você voltou que as folhas do meu outono caíram mais devagar, foi quando você voltou que meu inverno ficou mais quente por baixo das cobertas, foi depois que você voltou que o sol do meu verão brilhou bem mais forte, foi depois que você voltou que eu percebi que sua voz acabara de mudar, que seu jeito e personalidade tomam forma final e que seu novo namorado está te esperando e eu estou conversando com você

Foi depois que você voltou que eu parei pra pensar melhor, foi depois que você voltou que eu me senti completamente vazio e sem nada por completo, foi depois que você voltou que eu percebi que brincar com corpos é mais divertido do que brincar com corações, foi depois que você voltou que minha respiração parou de ser ofegante.

E foi depois que você foi embora pela segunda vez que eu percebi o quanto de minha vida que eu te entreguei e foi depois que você foi embora pela segunda vez que eu me senti inteiro.

Então pense que fiz esse poema para te trazer de volto, mas para te lembrar o quanto eu te amava.

Inserida por BraelFerreira

As pessoas imitam e a cultura se torna adaptativa, porque aprender com os outros é mais eficaz do que sozinho através de tentativa e erro

Inserida por O_Mestre

A Juventude e a Velhice

Um dia,
a juventude disse:
_ vou sempre visitar a velhice.
Gosto de estar perto dela.
Ela me passa
sabedoria e aprendizados!
E a velhice disse a juventude:
_ Adoro quando você
vem me visitar...
Em cada visita sua,
me encho de juventude...
E fico um pouco mais,
por aqui na terra.
Por isso concluo, eu a poeta:
_Apesar de serem
extremos na palavra vida.
Cada um a seu modo,
fortalece o outro.
Abençoado seja,
quem tem essa visão no mundo.
Pois assim e somente assim...
Haveria mais harmonia
e reciprocidade,
entre as pessoas do mundo!
Dá-nos asas e sonhos....
E aqui sobreviveremos
mais e mais...

Inserida por daysesene

Aprenda a gostar de quem gosta de você. Aprenda a gostar, primeiramente, de você

Com o tempo você vai percebendo que, para ser feliz, você precisa aprender a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente a gostar de quem gosta de você.
Algumas pessoas chamam esse ponto de vista de egoísmo... Eu prefiro chamar de: Amor Próprio!
E caso isso não faça nenhum sentido pra vc, lembre-se de que: Vc pra mim é problema seu!
Hahahahahaha!

Sei que foi cedo de mais gostar de você mais já é impossível
te tirar da cabeça, aprendi a gosta do seu jeito, mais por mais forte que eu seja, eu desisto de você...

Não faça aos outros as perguntas que você não gostaria que fizessem a você. Aprenda: Discretos não gostam de intrometidos.

⁠Aprenda isso: Algumas pessoas gostam da sua utilidade e não de você!