Quando eu não mais existir

Cerca de 16 frases e pensamentos: Quando eu não mais existir

Quando você estiver triste, lembre-se de mim. Quando eu não mais existir, me procure nas flores e eu serei aquela que tocar, ou me procure no céu e eu serei as estrelas só para dizer-lhe boa noite, ou até me procure no mar e eu serei a onda que vier ao seu encontro. Se após me procurar tanto e não me achar, procure-me em si mesmo, e eu estarei em seus mais longos pensamentos.

Poema de um amor eterno

Quando eu não existir,
Busque uma praia solitária
Estarei no vento que vem do mar

Quando eu não mais existir
Ouve nas solidões de tuas noites
Melodia triste e profunda
Estarei na música

Quando eu não mais existir
Procure na casa do crepúsculo
Nas tardes vestidas em véus
Serei a brisa que te beija a boca

Estarei no perfume das flores
Que tuas mãos tocarem
Nas estrelas que teus olhos buscam
Serei o frio do luar que te afaga

Quando eu não mais existir
Irá sentir-me nas noites de felicidade
Serei o sorriso a ternura o teu pranto.

Deixarei nas lágrimas de teus olhos,
Artificiais lembranças da noite
Em que me entreguei a seu coração
No gostoso fruto proibido
Estarei nos beijos que te derem

Quando eu já não existir
Existirá o meu amor ardente nas estrelas
Suspirando na serragem da madrugada

Quando eu não mais existir
Haverá um barco
Onde verás o semelhante sorriso
E a pequena boca dizer
Eu te amo
Quando eu já não existir
Procure-me dentro de si mesmo
Nas tuas lembranças
E então saberás que sempre fui
E sempre serei teu...

Quando eu não mais existir

Quando eu não mais existir
Procure-me nas flores
Eu serei o perfume
que lhe traz um
suave aroma
Quando eu não mais existir
Procure-me na chuva
Eu serei a água
para te refrescar
Quando eu não mais existir
Procure-me em você mesmo
Eu serei a lembrança
Quando eu não mais existir
Procure-me na lua
Eu serei aquela
que te ilumina
Quando eu não mais existir
Procure-me nas ondas
Eu serei aquela que vem bater na areia para dizer
Ainda te amo!

Quando eu não mais existir
Um dia quando eu não mais existir você vai lembrar-se dos grandes momentos que vivemos, momentos de alegria e felicidade, momentos de tristeza e dor, mas sempre momentos que estivemos juntos, e que força nenhuma nos separava. Lembrará das ditas palavras de carinho e como elas soavam como uma perfeita sinfonia. Lembrará das horas de silêncio, mas que significava uma expressão de um imenso amor. Lembrará das risadas bobas e das conversas loucas. Lembrará o quanto eu fui importante para você, o quanto te fiz feliz, o quanto te amei. Quando eu não mais existir você sentirá falta de mim como uma criança que é deixada por seus pais em um orfanato. Um dia vai superar, mas nunca vai esquecer o quanto aquilo marcou sua vida. E vai ver que deixou de agradar a quem te amava por orgulho ou medo. Amor verdadeiro só se encontra uma vez na vida. Você irá buscar afeto nas outras pessoas mas sempre lembrará que nenhuma delas te dará carinho com um dia eu te dei, como um dia eu te amei de verdade. Você vai conhecer o mundo onde amor verdadeiro não existe, compromisso é coisa pra doidos, e que um sonho de um futuro bom é uma bobagem. Eu fui primeiro amor, eu fui doida pelo compromisso e fui boba com o sonho de um futuro feliz ao teu lado. Você nunca mais encontrará ninguém assim, porque você vai querer buscar alguém como eu, mesmas atitudes, mesmas palavras, mesmo modo de amar. E vai ver que fui única nesse mundo e nunca existirá ninguém pra ocupar o lugar que eu habitava. E vai se dar conta o quanto eu faço falta na sua vida ... Quando eu não mais existir

Quando eu não mais existir, sinta uma brisa forte e fria, pois sou eu a te arrepiar, ''Quando eu não mais existir, olhe para o sol brilhando forte, pois sou eu iluminando seu caminho, '' Quando eu não mais existir, olhe para a estrela que estiver mais brilhando, pois sou eu a te paquerar, '' Quando eu não mais existir, olhe para a flor mais bonita de um jardim e sinta-me, pois sera o meu cheiro a te perfumar, '' Quando eu não mais existir, olhe para a lua, pois sou eu tomando conta de ti enquanto você dorme sonhando comigo.

⁠Quando eu não mais existir
Irás sentir-me nas noites de felicidade,
Serei o teu sorriso, tua ternura e
Poderei também ser o teu pranto.
Deixarei nas lagrimas de teus olhos,
a lembranças de cada momento em que do teu lado partilhei o Ceu, o sol, a lua e sem esquecer as estrelas contadas uma a uma;
Quando eu não mais existir
Sentirás na pelé, a falta da subtileza dos meus toques introvertidos, numa direção aparentemente simplória, na cobertura dos teus desejos mais abscônditos;
Estarei nas noites escuras,
iluminando os teus passos, numa dança romântica sem precedentes;
Estarei nos teus anseios, gemido malandro no transpirar do guerreiro mudo e surdo, uivando feito lobo no desfrute do teu fruto proibido,
Estarei nos beijos que te derem.
Quando eu já não existir
Existirá o meu amor ardente nas estrelas
Suspirando na no romper da aurora.
Quando eu não mais existir
Haverá um barco
Onde verás o semelhante sorriso
E a pequena boca dizer;
Eu te amo
Quando eu já não existir
Procure-me dentro de si mesmo
Nas tatuagens cravadas na superfície do teu coração e então saberás que sou teu para no pós morte.

⁠Quando eu não mais existir olhe para as estrelas que serão meus olhos a contemplar tua beleza
Quando quizeres me sentir feche os olhos e sinta o sublime toque do vento que será minhas mãos acariciando seu rosto
Quando eu não mais existir escute o cântico dos pássaros que será minha voz a sussurrar que te amo e se em tudo não me sentir preste atenção nos teus sonhos que estárei presente para dizer-te o quanto eu te amo ...

Quando eu deixar de existir só restará palavras vazias
Palavras que perderam seu sentido assim como meu coração
Palavras escritas em meio ao vazio, palavras que demonstram minha dor Palavras sem valor que um dia mostraram meu ardor
Lentamente fui perdendo o calor, e a saudade me trouxe a dor...

Um dia
Quando eu, não mais existir na terra!

Estarei...
Em outra dimensão, bordando poesias e versos.
E sendo poesia de Deus!

Quando eu não mais existir
Meus abraços partirem
E o beijo na testa se for,
O vento ainda soprará
Impetuoso
Abraçando
Beijando
Arrepiando.

Inserida por Repensando

A IMAGEM

Quando eu não mais existir,você meu amor
Pode me ver no pôr-do-sol,apreciando o luar,
Vendo um barquinho a velas no mar numa noite de inverno.

Quando eu não mais existir,você meu amor,
Pode me ver ao ouvir o canto dos passarinhos,
Ouvindo o barulho das ondas do mar...

Quando eu não mais existir,você meu amor,
Pode me sentir na noite fria de inverno.
Somente assim,tu buscarás a mim pra te aquecer.

Estarei no teu coração!

Sempre que você meu amor me ver,
Serás tomado pela emoção,e tuas lágrimas darão um banho em teu corpo,
E isso será o meu toque,o meu abraço,que te aliviará da saudade.

Inserida por imagempresente

Quando eu nao mais existir, lembre de me somente como uma pessoa que amou a todo momento, Amei ate quando pensava odiar!

Inserida por ChrisBrito

Que os meus passos em vida não se apaguem quando eu não mais existir.

Inserida por douglasmeloideias

⁠Quando eu não mais existir, terei escrito até meu último sinal vital, mesmo que as linhas saiam tortas e os versos saiam sem sentido.

Inserida por PoetaLuizSantos

QUANDO EU NÃO MAIS EXISTIR

⁠Quando eu não mais existir
Procura-me no mar
E eu serei a água que banhará seu corpo

Quando eu não mais existir
Procura-me no vento
E eu serei a brisa que beijará seus lábios

Quando eu não mais existir
Procura-me entre as flores
E eu serei o perfume que exala delas

Quando eu não mais existir
Procura-me nas estrelas
E eu serei aquela que mais brilhar e qual encantará seus lindos olhos

Quando eu não mais existir
Abra as janelas dos teu quarto pela manhã ensolarada
E eu serei os raios de sol, que entrarão e iluminarão toda a sua casa

Quando eu não mais existir
Procura-me à noite na lua cheia e iluminada
E eu serei a luz que iluminará seus caminhos por onde quer que fores

Quando eu não mais existir
Procura-me no arco-íris
E eu serei as cores que irão colorir e dar prazer a sua vida

Quando eu não mais existir
Procura-me pelo amanhecer nublado entre os lírios do campo
E eu serei o orvalho que haverá neles

Quando eu não mais existir
Procura-me na primavera
E eu serei as flores a desabrochar

Quando eu não mais existir
Procura-me no seu passado
E eu serei simplesmente doces recordações

Quando eu não mais existir
Procura-me no tempo passado, presente e futuro
E eu serei a descoberta que farás: que fui alguém que passou por sua vida, não em vão, nem despercebida.
Que te amou, te ama e eternamente te amará. A qual a morte levou e já não pode mais voltar. Aquela que deixou uma marca em seu coração e lá registrou tanto os nossos momentos tristes como os felizes.
Que deixou tudo por amor a você. Espero que eu deixe saudade em ti, imensa e infinita.
Mas saiba que eu somente não deixei o grande, verdadeiro, eterno, esplêndido, indestrutível amor que sinto por você, pois este vai além da própria vida.

(Juliana A.R.Santana 31/10/2007)

Inserida por JulianaARSantana

Um dia quando eu não existir (Porque esta é a ordem natural das coisas), gostaria que você contasse às pessoas que tinham medo da minha loucura o quanto eu não era louca. Conte a elas que o nome da minha loucura era coragem. Conte a elas que o nome do meu sonho era você. Conte que afinal, eu não era tão sonhadora porque você existia. Conte às pessoas que eu realizei meu maior sonho... e fui amada pelo homem mais incrivel, mais perfeito e encantador do mundo. Conte às pessoas como eu te amei. Quem sabe assim elas vejam que não vale a pena desistir, não vale a pena se endurecer. Conte às pessoas como eu te amei. 26.02.2010