Poemas Laura

Cerca de 32 poemas Laura

Pedro ama meninos.
Laura ama meninas.
Breno ama os dois.
E o preconceituoso não ama ninguém.

Felippe Pimenta

Laura, seu nome tornou-se uma prece.
Algo encantado que povoa meu ser
nos mais íntimos cantos.
Laura! Digo sempre quando sinto
bater na porta; toc toc... saudade.

Seu nome tornou-se um sussurro.
Algo mágico que inunda meu ser
numa sedenta vontade de tê-la comigo.
Laura! Repito sempre quando sinto
bater na porta; toc toc... saudade.

Laura, seu nome tornou-se uma força.
Algo impulsor,
tão bela esperânça.
Estimula meu ser a caminhar com fé.
Toc toc... pode entrar e morar.

Menina do Mar

Hoje as 12:12H Nasceu Laura, a minha sobrinha neta.
Seja Bem-vinda!!!
Desejo-te saúde, paz, amor, alegria e que sejas feliz de verdade sempre...
Desejo-te também que você ame e seja amada,
que você seja justa com você e com os outros,
que a garra e a coragem te acompanhe com a luz divina,
e que os teus anjos não fechem os olhos um segundo se quer,
que você busque exemplos no que é bom e que seja de DEUS,
assim encontras o caminho da fé, da esperança e da dignidade,
que você tenha dinheiro, e muito, e tu sejas a dona dele e não ao contrario,
que perdoa, mesmo se não for perdoada,
e tudo aquilo que te possas fazer-te mal, afasta-se, até mesmo das pessoas
não aceitas nada que possa deixar de seres livre
e lembre-se que a tua liberdade e teu direito acaba quando começa a do outro, e vise -versa
não desista já mais...
corra atrás dos teus sonhos, aquele que sai de dentro para fora... e que te farão feliz de verdade
lembra-te que a humildade é sinônimo de inteligência, e você terá que atualiza-la o tempo todo....
quando a tristeza te visitar, é atura de aprenderes e cresceres... e logo depois a felicidade será maior
lembra-te que deve respeito aos seus pais para todo sempre... e essa vida é uma passagem
brinque na hora de brincar, estuda na hora de estudar, trabalha na hora de trabalhar, pare na hora de parar
e viva todos os seus dias da maneira mais intensa que poder, pois o tempo passa, e ele não admite desaforo.

Eu te abençoo,
em Nome do Pai
do Filho
e do Espirito Santo
Amém

nereu alves

Maria Cândida e Ana Laura
Motivo de sobra para continuar a luta.
Filhos fazem isso com pessoas que acreditam no amor

Lili cunha

LAURA
Era manha de domingo
Acordei cedo fui lê aquele velho livro ao som das águas do mar
Sempre lhe via passar, caminhando no calçadão de forma espojada, mas parecia estar com o raciocínio trabalhando constantemente... Passava ali naquele mesmo horário todos os dias eu já não ia, mas para lê e sim vê-la.
Nesse dia foi diferente
Hoje o livro por algum motivo que eu não me lembro qual, estava mais interessante por isso passei a prestar menos atenção, já que meus olhares diários não eram correspondidos
Até que ouvi um suntuoso: bom dia!
Escutei aquela voz que ousava me interromper na minha leitura diária e respondi: _ Bom dia!
Quando olho aquela menina, mulher de perto, estávamos tão próximas que meus sentidos ficaram atordoas diante daquela presença a qual desejava há tanto tempo ao meu lado
Seu olhar finalmente correspondeu ao meu e foi de uma intensidade inexplicável que me dizia mais do que ela mesma podia imaginar, me sorria de forma faceira e intrigante sabia o que causava em mim.
Os meus pensamentos todos os dias lhe deu um nome diferente, era ora de desvendar esse mistério
Então, quebrei o silêncio: qual o seu nome?
Sem desviar o olhar ela respondeu: LAURA
Oh! Laura foi assim que te conheci
Admirei-te tanto e por um tempo que será indeterminado
Laura me perdoe pela despedida que é tão dolorosa, mas é necessária
Não sei ser de uma só pessoa por muito tempo
Não me julgue! Te peço não me julgue
Não sabes a dor que é ser do jeito que sou
Laura, que nome lindo e como tu és bela
Me encanto toda vez que você sorrir pra mim dessa forma
LAURA: “_Você partiu meu coração!”
Não diga isso, quando te conheci não sabias o que era o amor
Hoje tens amor de sobra dentro de te
Hoje é por mim
Amanha será por outra pessoa
Minha queria não é o fim
Depois verás que não é o fim
Há muito mais lá fora do que podes imaginar
Te dei só um aperitivo
Agora vai e descobre onde estar tua sobremesa.

Lilaslm
1 compartilhamento

laura tem um corpo
e um nome que lhe pertencem
laura de vermont presente!
foi assassinada pela nossa indiferença
e pela polícia brasileira
tinha 18 anos

Adelaide Ivánova

Laura Dantas

Quero só mais um minuto antes de ir voar, Laura Dantas,
Eu me encontro sonhando quando você esta comigo
Eu me sinto em paz, então, você tem que ir embora
e eu fico aqui com um sorrisinho de quem foi vencido.

Quando o tempo insiste em brisas e calmarias
Dizem que tudo já foi visto e experimentado
tenho constantes confusões sensoriais, Laura Dantas,
e eu te beijo tentando não esquecer seu cheiro.
Laura Dantas, quando você vai vir me salvar?
eu me ajoelharia mas sinto uma dor no tornozelo
E eu agradeço aos homens e as sua tecnologia,
que me permitem ver que ainda posso ser verde.
E mesmo assim, eu te amo Laura Dantas – pelo menos por esta tarde.
E eu alvejo a mim mesmo com fé e balas de prazeres passageiros

Quando os deuses se escondem de nossas criações
Você percebe que a vida é um passo após o outro e nada te toca mais:
O negocio é insistir com coisas do passado,
e espremer os limões para fazer bebidas doces a tarde.

Mas agora eu percebo que sou ignorante
pois não entendo de canto, nem de melodias , nem de beleza musical
Contudo fui capaz de amar-te uma vez mais Laura Dantas,
Por toda a extensão da tarde
Pois sua imagem de mulher me veio preciosa
Numa chama queimando leve e preguiçosa
Laura Dantas: sonho místico ao entardecer.

Chegamos a mais um final e você tem que ir voar,
E eu sou capaz de te amar uma vez mais
Pelo simples motivo de ter te visto passar
Em um movimento, através de sua voz.

Fernando Pessoa
2 compartilhamentos

Dia chuvoso (para minha querida Laura)
Amanhece, o Sol não vem, a chuva não vai, o vento não pára, a coragem não bate, a praia vazia, a janela fechada, a tv ligada...
Então fico aqui, procurando a mim mesma, escrevendo e tentando me encontrar nas palavras.
Uma xícara de café é o que me faz ficar melhor em dias como o de hoje. Mas sinceramente, prefiro quando você está aqui. Ou quando estou aí para ser mais exata.
Pagamos um preço tão alto para nos mantermos de pé não é mesmo?
As horas se vão. São tantas coisas para fazer. Fico em silêncio. Não gosto de mim em dias assim. Por que estou tão sensível?
Toda a alegria está guardada atrás de janelas fechadas, de pingos incessantes, do silêncio das pessoas, dentro de mim.
Ontem foi maravilhoso, estávamos juntos, aquele Sol, o amor da gente, o seu sorriso, nossa conversa, ideias, seu abraço, sua bronca...
É! A alegria está dentro dentro de mim! Mas em dias como o de hoje, não consigo colocá-la para fora... Ah! Esse dia chuvoso!

Thayná Andrade Silva Barreto

As aventuras de Laura,
Quando a gente é criança, o mundo pode parecer uma aventura a cada passo. Cada porta,cada curva pode esconder um monstro, um herói, uma bruxa. Laura é uma menina assim, curiosa, esperta e aventureira mas não arteira, quase uma raridade nesses tempos e nessa idade, Laura é uma finesa, educada feito princesa.
Vai Laura explora o mundo, mas não se deslumbre com ele, com o tempo voce vai ver que o mundo são só lugares que voce pode, deve e vai conhecer.

Si Coutinho
Inserida por sicoutinho

MINHAS MELHORES AMIGAS:
-Laura
-Isabella
-Stephanie
-Wanessa
-Lorena
-Ana Carolina
-Caroline
-Camila
-Weshiley
-Ingridy
-Victoria

Quero deixar bem claro que não são todas as minhas que estão aqui !

Thicianni Pereira Santos
Inserida por thicianni

Os Longos Cabelos de Laura

Laura era uma menina linda! Mas o que mais chamava a atenção era os seus longos cabelos. Por onde passassem, todos paravam para olhar.

O motivo de seus longos cabelos foi por que quando ela era pequena Sua mãe fazia questão, de que ela tivesse cabelos longos.

E assim ela se acostumou e passou a gostar.

Cuidava de seus cabelos como estivesse, cuidando de uma criança, com o maior carinho.

Todos elogiavam seus cabelos. Alguns queriam, até comprar.
A mãe de Laura fazia tranças no cabelo, de Laura.

Mas certo dia, Laura arrumou um namorado, e o namorado de Laura para saber se ela o amava mesmo, ele decidiu testá-la.
E falou, para ela: Laura se você me ama mesmo corte os seus cabelos, mas corte bem curto, e assim terei certeza de que você me ama.

E Laura por amar demais aquele rapaz ela aceitou.
E quando Laura foi cortar os cabelos, foi com muita tristeza.

Na hora que a cabeleireira cortou seus cabelos, Laura quase chorou.
E seu namorado teve a prova de que Laura o amava.

Os dois noivaram e queriam se casar.
Foi quando Laura descobriu que ele tinha lhe traído.

O noivado terminou e Laura chorou porque tinha perdido duas coisas que tanto gostava: O seu noivo e seus longos cabelos. Laura deixou seus cabelos crescerem novamente. Arrumou outro namorado, e foi morar com ele.
Não casou! Porque casou com seus longos cabelos.

Ronaldo Leite
Inserida por poetaronaldo
1 compartilhamento

Laura
Laura, minha filha caçula
Minha linda, minha Lady, minha amada
Filha que Jesus me deu
Um presente, uma abençoada.
Estrela do céu familiar
Luz do meu lindo dia
Que graça é esta menina
Princesa tão linda, eu já sabia.
Teu nome é o mais lindo dos substantivos
Um tesouro que veio nos alegrar
Laura é uma menina de lindos adjetivos
A conjugação mais bela do meu verbo amar.
Te amo filha!!

Clébio Carvalho
Inserida por ClebioCarvalho

Adeus, Laura!!!

Vai, canta e dança nos espaços,
como sempre o fizeste entre nós;
Com tua graça e beleza,
com tua garra festiva,
conduz a emoção dos flabelos
e estandartes que, em homenagem, se curvam diante de ti ...
Olha um pouco para trás,
e dá-nos um rápido aceno de adeus:
aqui ficamos,
pra sempre querendo cantar ...

Mas à tua frente, Laura,
olha só que beleza,estás vendo?
Já se forma um colorido bloco
de anjos, arcanjos e querubins,
conduzidos por uma bela estrela d’alva
com milhares de pastorinhas, e brincantes
de folguedos populares
que, sob a direção de Clídio,
te esperam de braços abertos,
a entoar a palavra mais doce aos teus ouvidos:
Evoé, Laura !!!!

Lilia Gondim
Inserida por michelnigro

Laura chegava cansada do trabalho em casa.
Jogava a bolsa pesada no sofá e ia pra janela espairecer.
Acendia o cigarro e odiava perceber
que tava dependendo daquela bosta pra viver.
Mas fumava, pensava, espairecia.
Olhava as luzes lá longe,
reparava como mundo é tão grande
e o seu coração até doía.
Angustiava não ter esperança.
Pensava em quanta coisa devia ter começado a fazer quando criança.
É tudo tão fácil de aprender na infância.
Não conseguia pensar qual caminho seguir pra continuar,
constantemente sentia vontade de chorar.
Não sabia andar de patins.
Não sabia dançar ballet.
Largou o judô que tanto gostava.
Não leu todos os livros que planejava.
Sempre planejou, sempre teve planos.
Mas nunca conquistou a maioria deles.
Hoje em dia, na janela com o cigarro aceso,
Era isso que mais doía.
Não tinha disciplina,
Não era organizada.
Nunca nem gostou de comer salada.
Parecia que fez tudo sempre tão errado que não tinha mais conserto.
E achava que por incapacidade nunca ia os seus defeitos.
Tava tão angustiada que nem percebia,
Que se olhasse mais para frente
o futuro lhe sorria.

reinventa
Inserida por marsellao
1 compartilhamento

o que es leide laura
uma flor tao rara e pequena, que embora sejas esquecida como uma pena ao cair do sol. mas ao nascer do dia a de iluminar como a mas pura alma a despertar. pois ao olhar de DEUS nao deixa de ter seu valor aos meus.
DIZERES Que um grao de areia nao a de ter seu valor e pura tolice. pois e aos poucos os mais puros e simples graos se unem e se formao o mais lindo mar seco do mundo.
entao pra todos os seres a um proposito neste mundo..
e voce e uma delas
refinada como um grao de areia ainda sim pura de alma e espirito a de iluminar toda a face deste mundo com um mais puro sorriso a trasparecer de tua face.
pensa-is assim a tudo neste mundo a um proposito e vc sim e um deles
a leide laura... como uma pena a cair e a um mundo de sonhos a desejar mas com um belo sorrizo a nos iluminar, com clareza e nitidez pra tudo sim a sua vez, mas com amor e o perdao sempre havera a salvacao....

Rogerio alves Peixoto
Inserida por rogeringtba

Laura Minha Rainha, Mainha.

Pra minha mãe sempre fui um filho distante, um filho montanha, um filho gigante, um filho longe de seus afagos e abraços. Ela sempre imbuída de afeto e solidão. Sempre incumbida dos mais naturais cuidados zelos, preocupações pentelhas – Não suba no muro, não caia daí!.
Fui crescendo cheio de mimos por aquelas mãozinhas surradas pela labuta, labor afã.
Por aquelas palavras esbugalhadas de medo, sofrimento e dor.
Hoje crescido, minha mãe velha de pele marcada pela falta de amor e carinho. Me vejo cada vez mais distante dela porém ela ainda mais colada a mim. Debilita, limitada fisicamente, percebo que mais debilitado e limitado é o meu amor ou falta dele para com ela, um amor retroativo sabe? Eu totalmente vassalo a ela, "um grão de areia uma gota d'água", sempre fui desde da barriga, lugar aonde morrei, comi e bebi através dela. Ela que me permitiu viver junto das suas entranhas vísceras, aonde por 9 meses fui um órgão dependente de sua respiração. Onírico ao seus sonhos. "Deixar de ser óvulo, indefinição, projeto, embrião. Pra ser bebê, criança homem, varão". Enfim assim, de lágrimas no rosto e na alma, de pedra na garganta e na consciência. Reverencio você minha terna e eterna Rainha, minha mãe madre Mainha Laura. Seus feliz dia das mães.

Rodriggo Souza
Inserida por RodrigoJesus
1 compartilhamento

⁠Os descendentes de Francisco Missura e Laura Secco Missura resolveram fazer uma festa julina e celebrar o centenário de Chico e Laura que nasceram em julho de 1918,

Arraiá do centenário - uma doce lembrança

Que fartura
Que bonança

Alegria irradia
Lembrar Chico
Lembrar Laura

Num tem coração que aguenta!
Transborda

Que fartura
Que bonança

Eram da roça
Trabalhavam de sol a sol

Ela linda, formosa
Ele,o galã da redondeza

Que beleza!

Cem anos!
Nós tudo aqui festejando
Celebrando
Relembrando
Lembrando

Olha só a herança que deixaram
Gente bonita pra todo lado

Que beleza!

Chico, Laura
Vivem nas nossas lembranças

Deixou um legado
formoso , gostoso

É a nossa herança!

(Celina Missura)

Celina Missura
Inserida por celinamissura

Poema
Glória e Laura
Ah...que amor...
Que amor!
Quando olho pra vocês
Suspiro e sinto amor
A cada gesto
A cada sorriso
A cada travessura
Suspiro e sinto amor
Ah que amor...!

Autora: Carla Rodrigues

Carla F. A. Rodrigues
Inserida por gloria_laura2019

⁠Lady Laura, pequeno ser iluminado,
agora, uma pequena estrela,
Riqueza de simplicidade
na graciosidade de um pássaro,
Foi muito amada e querida,
sua companhia foi um prazeroso bem alcançado, jamais será esquecida.

Jefferson Freitas
Inserida por jefferson_freitas_1

⁠Vícios matinais

- Lendo Laura Liuzzi
O café belisca a mente
enquanto a poesia é solvida na boca.
Sobre o livro o sol
estica um raio
para acompanhar a leitura.
Ela prometeu ler um poema por xícara
uma xícara por dia
mas seu corpo é cafeína
seu coração é Desalinho
e seus dedos já estão virando a página.

Maria Carolina Fernandes Oliveira - mar2018
Inserida por Valdecir