Poemas em Metáfora

Cerca de 71 poemas em Metáfora

O drama de uma vida pode sempre ser explicado pela metáfora do peso. Dizemos que temos um fardo sobre os ombros. Carregamos esse fardo, que suportamos ou não. Lutamos com ele, perdemos ou ganhamos. O que precisamente aconteceu com Sabina? nada. Deixara um homem porque quis deixá-lo. Ele a perseguira depois disso? Quis vingar-se? não. Seu drama não era de peso, mais de leveza. O que se abatera sobre ela não era um fardo, mas a insustentável leveza do ser.

Milan Kundera
32 compartilhamentos

Lei: é preciso tirar esse projeto do papel.
Justiça: é preciso decifrar a metáfora e aplica-la.
Democracia: é preciso falar a verdade para o povo.
“Ordem e Progresso”: é preciso deixar de ser uma frase.
Liberdade: Quem ainda falta morrer por ela?

Brenon Salvador
3 compartilhamentos

Se eu pudesse usar uma metáfora, diria que abriram a porta do meu coração e tudo que tinha de bom saiu voando.

Tati Bernardi
2 compartilhamentos

" O Homem deve alcançar mais do que aquilo que pode agarrar __ e aqui temos a __metáfora__.... "

Robert Browning
Inserida por RITAMENINAFLOR

"Metáforas - Vida x Morte"

A vida é um jogo de xadrez, a morte é o adversário que sempre vence, e as pessoas são as peças do jogo, que sempre complica nossos passos, por isso temos escolher bem as pessoas com quem vamos se relacionar. Para pelo menos superar as mortes espirituais que temos em nossas vidas. Mas o xeque-mate final é sempre da morte, pelo menos nessa vida. A morte é apenas uma passagem pra algum outro lugar que ainda desconhecemos. Esse é o papel dela em nossas vidas, nesse jogo. Por isso temos que jogar bem, para garantimos um bom lugar.

8run0
Inserida por 8run0
1 compartilhamento

Pôr do sol é metáfora poética, e se o sentimos assim é porque sua beleza triste mora em nosso próprio corpo. Somos seres crepusculares.

Rubem Alves
20 compartilhamentos

Podem rir por eu colocar uma estrela no final, toda vez que eu assino meu nome,mas é uma metáfora, e metáforas são importantes, significa que sou uma estrela

Glee
22 compartilhamentos

Tua beleza é algo incomparável.
Desafio os poetas a encontrar a
Metáfora que descreva tua beleza.

Fabricio Canalis
2 compartilhamentos

"Sou o Poeta"

Sou o mais temível
Sou alvo mais antigo da escrita;
Sou a metáfora corrente de um verso;


Sou o raio mais amplo da ironia;
Sou a plantação mais estimada da biblioteca;
Sou a dor mais visível da escrita;


Sou a altura certa de uma estrofe;
Sou grito mais profundo da vida;
Sou a fonte da vida;
Sou a sabedoria avulsa;


Sou como um livro destinado a recordações;
Sou o passado;
Sou o futuro;
Sou o tempo mas não sou o relógio;
Sou o escuro mais claro da escrita;
Sou o recluso mais antigo do amor;


Sou frente;
Sou verso;
Sou verso;
Sou estrofe;
Sou o núcleo da sabedoria;


Sou Poeta; Sou Ildo; Sou Pedro; Sou Tivane;

Ildo Pedro Tivane
Inserida por IPT92
1 compartilhamento

Metáfora

Meu País rimado de tanta magia
Se eu fosse pura hipocrisia
Não quero ironia
Desta louca vida

Meu nobre e podre País miserável
Vivo na metáfora de uma hierarquia derrotada
Um Sonho belo sacaneado, País despedaçado, coitado, ironizado.

Se for para sofrer que sofra agora,
Cale – nessa vida de um País erudita, capitalista.
Não conto a vida há um analista, estou solto na pista,
Tentando ter vida de artista.

Bruninho Sanchez
Inserida por BruninhoSanchez
1 compartilhamento

A vida,
como um acidente de carro
ou uma metáfora inexplicável,
perante a doença ou a cura.
Os sentimentos,
à mercê da perda ou da reconciliação,
do horror de jamais rever alguém
ou diante da felicidade de um abraço.
A dúvida de existir,
como um animal indefeso,
à espreita de um felino,
que voou tarde demais,
e foi amordaçado.
Por que você admira as penas,
se nem mesmo tentou salvar o pobre pássaro?

Emerson Mollin
Inserida por SixxSense

VARANDO A MADRUGADA

Metáfora assustadora
na minha infância:
Você vai no enterro?
De quem?
Quem morreu?
O ano velho!!!
Era um sentimento
de perda
inexplicável...

mel - ((*_*)) 31/12/2015

melanialudwig
Inserida por MelaniaLudwig
1 compartilhamento

☛❝Ouvi uma metáfora interessante, ontem. Alguém comparava a vida como um jogo de sinuca - "uma vez a gente acerta na bola que bate em outras e não entra, mas às vezes, só com um toque certeiro, a bola vai à caçapa". Uhum...

Metáforas são jogos de palavras que nos levam à interpretação associada à outras imagens. Resolvi pensar em alguma associação bem tosca para relacionar mas, não tive sucesso. Bom, às cinco da matina também querer que o cérebro esteja no seu melhor, talvez seja forçar um pouco a barra. Afinal, como já mencionei em algum lugar, não sou um insone, e sim apenas mais um desses trabalhadores labutando pelo seu pão de cada dia à noite.❞

❝✪❞
◣◥◣◥◣◥◣◥◣◥◣◥◣◥◤◢◤◢◤◢◤◢◤◢◤◢◤◢
❖ ∂ιηηнσ¹
facebook.com/dinnho.1 ◕ @PereiraLimadp

Dinnho Beduzupo
Inserida por dinnhobeduzupo
1 compartilhamento

Me aparece assim, de repente
na noite mais fria, sem metáfora
mas sonhadoras…
esquenta, nuvens, abraça, chove
E eu li outro dia uma frase de Quintana
que dizia… “tão bom morrer de amor
e continuar vivendo”
Pensei, enquanto o carro partia…
“tão bom acordar e continuar sonhando”

Josane Hodniki
Inserida por josaneph
1 compartilhamento

Sério.
Eu nada represento.
Não escrevo por elogios.
Há uma necessidade das palavras.
Há metáforas e suposições.
Não há compreensão perfeita.
Eu não me exponho, enfim.
Deixo palavras soltas.
E as idéias se vão.
Se montam e desmontam
De formas diferentes
Ou vão-se com o vento
Das individualidades.
É como um escape
De intensões e tensões.
É a liberdade de brincar
E não ferir.
E as segundas e terceiras intenções
São privilégios de quem também quer brincar
Sem amadurecer o bastante
Para interromper o ciclo.

Pisca e vê, e nada sente.
Vê e sente, porque pisca.

Lilian Seiko Kato
Inserida por lskato
1 compartilhamento

São Nunca
A metáfora do fim aproxima a véspera
Ainda que esta relute na omissão literária do tempo nunca
Agora é nunca...
Nunca lembrar
Nem arrepender
A véspera
Exaspera o tempo corrente
Iludido
Elodido...
Doído sempre...
Interpreta a eminência do finito
Se abriga amanhã no amanhecido
No fatídico grito de ontem
Que larguei ainda agora
Enquanto passeava pelo nosso enquanto
Tão contínuo e acreditado da véspera
Desse dia que ainda virá em tempo algum.

Naty Parreiras
Inserida por natyparreiras
1 compartilhamento

Não gosta de mim? Vai catar coquinho..."Isso não é uma metáfora".
Engula este sapo... "Isso é".

—By Coelhinha

(Abnizia) By Coelhinha
Inserida por ByCoelhinha
1 compartilhamento

A noite é o novo dia

Metáfora são estas palavras que escrevo já no entardecer,
Candentes emoções escritas na alva frialdade destas letras,
Aproximação súbita dos versos que me parecem distantes ...
A noite nos transporta até o amanhecer!

Essas palavras perfazem imagens,
Põe retratos diante de nossos olhos.
É necessário que um sonho seja devaneio para que algo aconteça?
É necessário que um certo sonho seja quimera para que algo seja dito?

Em certa medida na ausência do imaginário,
É possível abandonar-se na realidade!

Noites raramente comentadas,
Contudo dias não menos fundamentais.

Ottavio Lourenço
Inserida por Cynthia82
1 compartilhamento

Uma metáfora

A nossa história não chegou ao fim.
Apenas adormeceu nessa estação,
Mas segue germinando
Para florescer numa outra dimensão.
Adormeceu numa metamorfose
Precisa e dolorida
Em busca da liberdade e da beleza
Da sua própria maturidade.
E como as folhas que caem no outono,
Deixou vazio os ramos que desenham o coração.
Mas ele sabe que em uma vindoura primavera
As flores irão desabrochar,
Encher de alegria e colorir a vida
Por hora tão sentida.
E a mim, resta nesse recolhimento
O reconhecimento abnegado
De que não era a hora determinada.
Esperneei, lutei, sofri, chorei e quase me entreguei.
Amarguei todas as dores que aguentei.
Expurguei a solidão e fiz do coração
Um umbral de dolorosas sensações.
Fazes da metamorfose
Que agora me faz entender
A importância da liberdade
Que eu nunca soube dar
E nunca soube ter.
A gaiola se abriu e me recusei a voar,
A vida me empurrou penhasco abaixo
E aprendi na marra, alçando voo solo
Sem a presença da sua mão.
Estou em pleno sono outonal.
A força dos meus sentimentos,
A certeza do reencontro,
A imensidão do meu amor,
Me farão completar a metamorfose
E conseguir a leveza necessária
Para numa outra primavera,
Revestida de borboleta,
Ser eu inteira.
Então merecerei a tal felicidade.

Nanevs
Inserida por Nanevs
1 compartilhamento

Paradoxo Poético

A metáfora para o tolo
É como em discurso para o surdo
Não pode ser assimilado

Um poema sem simetria
È um tortuoso caminho sem destino
É um desperdício de tempo
Não á nada por lá, nem final nem infinito

Assim como o ferimento que não dói
E não nos ensina a viver
Não nos ajuda a se erguer
Só nos faz definhar

Arthur Xenofonte
Inserida por ArthurXenofonte
1 compartilhamento