Pensamentos de Denis Diderot

Cerca de 77 pensamentos de Denis Diderot

Uma palavra grosseira, uma expressão bizarra, ensinou-me por vezes mais do que dez belas frases.

A ignorância não fica tão distante da verdade quanto o preconceito.

Aquele que contigo fala dos defeitos dos demais, com os demais fala dos teus.

É tão arriscado acreditar em tudo como não acreditar em nada.

Perguntaram um dia a alguém se havia ateus verdadeiros. Você acredita, respondeu ele, que haja cristãos verdadeiros?

Nenhum homem recebeu da natureza o direito de mandar nos outros.

Não existe nada tão raro como um homem inteiramente mau, a não ser talvez um homem inteiramente bom.

A paixão destrói mais preconceitos do que a filosofia.

Em qualquer país em que o talento e a virtude não produzam progresso, o dinheiro será a divindade nacional.

Aquele que se analisou a si mesmo, está deveras adiantado no conhecimento dos outros.

A superstição ofende mais a Deus do que o ateísmo.

Do fanatismo à barbárie não há mais do que um passo.

É fácil criticar corretamente; e difícil executar mediocremente.

A cólera prejudica o sossego da vida e a saúde do corpo, ofusca o julgamento e cega a razão.

Ninguém gosta mais de falar do que os gagos, ninguém gosta mais de caminhar que os coxos.

Penso que é indispensável fazer um grande mal momentâneo para que venha a ser possível um grande bem duradouro.

Ter escravos não é nada, mas o que se torna intolerável é ter escravos chamando-lhes cidadãos.

Devem exigir que eu procure a verdade, não que a encontre.

A maior infelicidade para um artista é ter um adversário sem talento.

Os meus pensamentos são a minha perdição.