Pensamentos de Sigmund Freud

Cerca de 34 pensamentos de Sigmund Freud

Nós nunca somos tão desamparadamente infelizes como quando perdemos um amor.

O intelecto nunca descansa até conseguir audiência.

Sigmund Freud
O futuro de uma ilusão, o mal-estar na civilização e outros trabalhos (1927-1931). Rio de Janeiro: Imago, 1974.
...Mais

Nunca dominaremos completamente a natureza, e o nosso organismo corporal, ele mesmo parte desta natureza, permanecerá sempre como uma estrutura passageira, com limitada capacidade de realização e adaptação.

Nunca se pode dizer até onde esse caminho nos levará; cede-se primeiro em palavras e depois, pouco a pouco, em substância também.

O novo sempre despertou perplexidade e resistência.

Nunca tenha certeza de nada, porque a sabedoria começa com a dúvida.

Nunca fui capaz de responder à grande pergunta: o que uma mulher quer?

Sigmund Freud
Carta à Marie Bonaparte

As emoções não expressas nunca morrem. Elas são enterradas vivas e saem de piores formas mais tarde.

As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e não vivem sem elas.

Meu inconsciente cria fantasias que minha mente sã nunca ousaria imaginar.

Nunca nos achamos tão indefesos contra o sofrimento como quando amamos.

Nem sempre é a razão que governa nossas ações. Impulsos irracionais determinam nossos pensamentos, nossos sonhos e nossas ações. Tais impulsos irracionais são capazes de trazer à luz instintos e necessidades que estão profundamente enraizados dentro de nós.

O pensamento é o ensaio da ação.

Se quiseres poder suportar a vida, fica pronto para aceitar a morte.

A ciência não é uma ilusão, mas seria uma ilusão acreditar que poderemos encontrar noutro lugar o que ela não nos pode dar.

Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais: somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos 'sem querer'.

Existo onde não penso

O instinto de amar um objeto demanda a destreza em obtê-lo, e se uma pessoa pensar que não consegue controlar o objeto e se sentir ameaçado por ele, ela age contra ele.

A popularização leva à aceitação superficial sem estudo sério. As pessoas apenas repetem as frases que aprendem no teatro ou na imprensa. Pensam compreender algo da psicanálise porque brincam com seu jargão...

O pensamento é a ação ensaiando.