Pensamentos de Jean Rostand

Cerca de 44 pensamentos de Jean Rostand

Um beijo é um segredo que se diz na boca e não no ouvido.

Um amigo é a pessoa a quem mais se dá crédito quando fala mal de nós.

Se alguém mata um homem, é um assassino. Se mata milhões de homens, é um conquistador. Se mata todos, é um Deus.

Não tenho verdades, apenas convicções.

A ciência fez de nós deuses antes mesmo de merecermos ser homens.

Aguardar até saber o bastante para agir com toda a luz é condenar-se à imaturidade.

É durante a noite que é belo acreditar na luz.

Como é preciso gostar de alguém para preferi-lo à sua ausência!

Ser-se adulto é estar sozinho.

Certas rudezas de estilo são garantias da integridade do pensamento. Existe só uma forma de dizer o que pensamos, e por que razão teria que ser agradável?

Reflectir é desarrumar os pensamentos.

Aqueles que falam das alegrias do amor, por certo, nunca amaram. Amar um ser é senti-lo necessário, portanto, sentirmo-nos nós próprios numa incessante precariedade.

Para abrir um novo caminho, é preciso ser capaz de se perder.

Embora ela pareça susceptível de unir, nada divide tanto como a verdade.

Nunca a verdade ajuda a sofrer menos.

Peço a um livro que crie em mim a necessidade daquilo que ele me traz.

A ciência encontra mais depressa remédios que respostas.

Ter um espírito aberto não é tê-lo escancarado a todas as tolices.

Ao sair de certas bocas, a própria verdade pode ter mau cheiro.

Em arte a beleza é muitas vezes o feio mitigado.