Pensamentos de Érico Veríssimo

Cerca de 24 pensamentos de Érico Veríssimo

Eu não devia observar tanto, pensar tanto. Se vivesse mais no ar, era mais feliz. Quando a gente quer olhar tudo, acaba descobrindo o que há de feio no mundo.

O amor está mais perto do ódio do que a gente geralmente supõe. São o verso e o reverso da mesma moeda de paixão. O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença...

Érico Veríssimo , O Tempo e o Vento: O Arquipélago. Porto Alegre: Editora Globo, 1962

Como o tempo custa a passar quando a gente espera!
Principalmente quando venta.
Parece que o vento maneia o tempo.

Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento.

A gente foge da solidão quando tem medo dos próprios pensamentos.

Érico Veríssimo , Olhai os Lírios do Campo, 1938

Precisamos dar um sentido humano às nossas construções. E, quando o amor ao dinheiro, ao sucesso, nos estiver deixando cegos, saibamos fazer pausas para olhar os lírios do campo e as aves do céu.

... descobri outro dia que o Quintana, na verdade, é um anjo disfarçado de homem.
Às vezes, quando ele se descuida ao vestir o casaco, suas asas ficam de fora.
(Ah! Como anjo seu nome não é Mario e sim Malaquias)...

O objetivo do consumidor não é possuir coisas, mas consumir cada vez mais e mais a fim de que com isso compensar o seu vácuo interior, a sua passividade, a sua solidão, o seu tédio e a sua ansiedade.

Senti que morrer devia ser doce.. ficar livre para sempre da vergonha, da angústia, da solidão... de tudo.

A progressão social repousa essencialmente sobre a morte. Os vivos são sempre e cada vez mais governados pelos mortos.

(Incidente em Antares)

Em geral quando termino um livro encontro-me numa confusão de sentimentos, um misto de alegria, alívio e vaga tristeza. Relendo a obra mais tarde, quase sempre penso ‘Não era bem isto o que queria dizer’.

Érico Veríssimo , O escritor diante do espelho

Às vezes nesse mundo é preciso mais coragem para continuar vivendo do que para morrer.

(Incidente em Antares)

A gente nunca sabe do que as pessoas são capazes.

Quando a gente quer olhar tudo, acaba descobrindo o que há de feio no mundo.

Quando os fins são bons, ás vezes temos de fechar os olhos à natureza dos meios

"Quando muito moço, eu me sentia como uma personagem que tinha entrado por engano numa peça a cujo elenco não pertencia. Eu me movia num palco estranho sem ter idéia do meu papel, e tudo ao meu redor parecia impreciso, absurdo e relativo."

- Incidente em Antares

O destino conduz os que querem ser conduzidos e arrasta os que não querem
Eu tenho andado mais ou menos de arrasto
Nem sempre quero ir para onde o destino me leva.

As perguntas das crianças em geral são as que nos deixam mais atrapalhados.

Devo lembrar... que os de Tal, família composta de párias, de marginais, constituem uma das mais antigas estirpes do Brasil. Suas origens datam do tempo do Descobrimento. OS de Tal são brasileiros de quinhentos anos.

Inserida por caro.soares

Escrever é om, faz passar o tempo e deixa a gente mais alegre.

Inserida por gabrielikretz