Coleção pessoal de caro.soares

1 - 20 do total de 746 pensamentos na coleção de caro.soares

Cada pessoa pensa como pode...

Coisa mais linda nesse mundo
É sair por um segundo
E te encontrar por aí


[in "Coisa mais linda que existe"]

Amarra o teu arado a uma estrela
E os tempos darão
Safras e safras de sonhos
Quilos e quilos de amor


[in "Amarra o teu arado a uma estrela"]

Eu não quero mais chorar
Por causa de um amor qualquer
Minha dor tem que acabar
No carnaval, se Deus quiser


[in Amor de Carnaval]

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares.

No retrato que me faço
- traço a traço -
Às vezes me pinto nuvem
Às vezes me pinto árvore...

Difícil fotografar o silêncio. Entretanto, tentei.

Não sou a mulher
que corta os pulsos e se joga da janela
nem aquela que abre o gás
nem mesmo a loba que entra no rio
com os bolsos cheios de pedra.

Sou todas elas.

O tédio é de uma felicidade primária demais! E é por isso que me é intolerável o paraíso.

Todo o caso de loucura é porque alguma coisa voltou. Os possessos, eles não são possuídos pelo que vem, mas pelo que volta.

Virtudes: certas abstinências.

Trair: retribuir a confiança depositada.

Proibido: dotado de um novo e irresistível encanto.

Pressa: a celeridade dos trapalhões.

Intimidade: uma relação entre dois tolos, providencialmente atraídos para a sua mútua destruição.

Imaginação: um armazém de fatos gerido em parceria pelo poeta e pelo mentiroso.

Gratidão: um sentimento que se situa a meio caminho entre um benefício recebido e um benefício esperado.

Evidente: evidente para o próprio e para mais ninguém.

Elogio: um empréstimo que rende juros.

Dia: um período de vinte e quatro horas, geralmente mal gastas.