Pensamentos de Alexandre Herculano

Cerca de 19 pensamentos de Alexandre Herculano

O segredo da felicidade é encontrar a nossa alegria na alegria dos outros.

Eu não me envergonho de corrigir os meus erros e mudar de opinião, porque não me envergonho de raciocinar e aprender.

É erro vulgar confundir o desejar com o querer. O desejo mede os obstáculos; a vontade vence-os.

Alexandre Herculano
HERCULANO, A., Da origem e estabelecimento da Inquisição em Portugal: tentativa histórica

O homem é mais propenso a contentar-se com as ideias dos outros, do que a reflectir e a raciocinar.

Querer é quase sempre poder: o que é excessivamente raro é o querer.

A ingratidão é o mais horrendo de todos os pecados.

Realidade ou desejo incerto, o amor é o elemento primitivo da atividade interior; é a causa, o fim e o resumo de todos os defeitos humanos.

Saber resistir à violência é forte, mas vulgar; saber resistir à calúnia e aos motejos é maior esforço e mais raro.

As lágrimas de piedade consolam quando é um amigo que as derrama.

Tirai do mundo a mulher e a ambição desaparecerá de todas as almas generosas.

Feliz a alma vulgar e rude que crê, e nem sempre sabe que a dúvida existe no mundo!

O amor do poeta é maior que o de nenhum homem; porque é imenso, como o ideal, que ele compreende, eterno, como o seu nome, que nunca perece.

Há épocas de tal corrupção, que, durante elas, talvez só o excesso do fanatismo possa, no meio da imoralidade triunfante, servir de escudo à nobreza e à dignidade das almas rijamente temperadas.

Das definições possíveis do homem, uma só é verdadeira: o homem é o animal que disputa.

Que a tirania de dez milhões se exerça sobre um indivíduo, que a de um indivíduo se exerça sobre dez milhões, é sempre tirania, é sempre uma coisa abominável.

Dai às paixões todo o ardor que puderes, ao prazeres mil vezes mais intensidade, aos sentidos a máxima energia e convertereis o mundo em paraíso, mas tirai dele a mulher, e o mundo será um ermo melancólico, os deleites serão apenas o prelúdio do tédio...

Alexandre Herculano
HERCULANO, A., Eurico, o Presbítero

O ciúme tem cem olhos. Sagaz deve ser aquele que souber esconder por muito tempo a sua infidelidade à mulher que deveras o ama.

A tauromaquia e a lavoura com gado bravo são duas barbaridades que mutuamente se auxiliam e que roubam anualmente a uma agricultura sensata grande porção dos nossos terrenos de aluvião, isto é, dos nossos terrenos mais produtivos.

Alexandre Herculano
Jornal do Comércio, 15 de setembro de 1874
Inserida por pensador

Deus criou o homem , o homem sonha e a obra nasce .

Inserida por micosta_almeida