Palavras

Cerca de 24077 palavras palavras

O mais valioso de todos os talentos é aquele de nunca usar duas palavras quando uma basta.

As palavras da verdade são simples.

Entre duas palavras, devemos escolher a mais pequena.

Uma profunda meditação vale mais do que mil palavras.

Às vezes, sem o sabermos, o futuro está em nós, e as nossas palavras supostamente mentirosas descrevem uma realidade que está próxima.

A poesia não está nem nos pensamentos, nem nas coisas, nem nas palavras; ela não é nem filosofia, nem descrição, nem eloquência: ela é inflexão.

Não há no mundo palavras tão convincentes como as lágrimas.

O estilo está sob as palavras como dentro delas. É igualmente a alma e a carne de uma obra.

Não se pode exprimir com palavras / a passagem do estado humano ao divino....

As palavras do poeta volteiam incessantemente em redor das portas do paraíso e batem implorando a imortalidade.

A carne conta a carne produz perfume, mas o contato com as palavras apenas engendra sofrimento e divisão.

Palavras - tão inocentes e impotentes elas são enquanto imóveis em um dicionário, quão poderosas para o bem e o mal elas se tornam nas mãos de quem sabe como combiná-las.

As palavras são os trocos do pensamento. Há faladores que nos pagam em moedas de dez tostões. Outros, pelo contrário, dão-nos peças de ouro.

Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras.
Sou irritável e firo facilmente.
Também sou muito calmo e perdoo logo.
Não esqueço nunca.
Mas há poucas coisas de que eu me lembre.

Clarice Lispector
Uma aprendizagem ou O livro dos prazeres. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

Se você não consegue entender o meu silêncio, de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos.

Desconhecido

Nota: A citação costuma ser atribuída a Oscar Wilde, mas não há fontes que confirmem essa autoria.

Enquanto eu tiver perguntas e não houver resposta continuarei a escrever.

Clarice Lispector
A Hora da Estrela. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

Mas já que se há de escrever, que ao menos não se esmaguem com palavras as entrelinhas.

Clarice Lispector
Para não esquecer. Rio de Janeiro: Rocco, 2015.

Minhas desequilibradas palavras são o luxo de meu silêncio.

Clarice Lispector
Água viva. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 1998.

Há momentos na vida em que se deveria calar e deixar que o silêncio falasse ao coração, pois há emoções que as palavras não sabem traduzir!

O verdadeiro significado das coisas é encontrado ao se dizer as mesmas coisas com outras palavras.