Memória

Cerca de 2497 frases e pensamentos: Memória

Preste atenção não em quem diz, mas no que de bom se diga e guarde na memória.

São Tomás de Aquino
167 compartilhamentos

Se há uma coisa que eu ainda tenho é memória. O que é péssimo. Se eu esquecesse as coisas de vez em quando, todos nós estaríamos um pouco mais felizes.

13 Reasons Why
15 compartilhamentos

Você estará para sempre em minhas lembranças, porque deixei em minha memória um pedaço do tempo para pertencer somente a nós dois.
Quando estou ao seu lado, parece que tudo fica mais fácil, mais leve, mais seguro, é como se eu abrisse os meus braços para a liberdade. E neste momento parece que o nosso amor é tão fortificado que nossos corações penetram um ao outro, virando apenas um ser, um só coração, um só sentimento.
Quando você fica longe, fico com saudade de você, e não vejo o minuto de estar novamente aos seus braços, no encanto de nossas vidas, sentir seu abraço forte e aconchegante, sua respiração envolvente, seus olhos me olhando e me encantando, me levando a sonhos, ao amor...
Os ventos que sopram me fazem lembrar você, até nas chuvas que caem te vejo em meus pensamentos vindo para me abraçar... Nas ondas do mar, as lembranças suas fazem acalmar meu ser, sozinha me vem o sorriso, porque sei que logo vou te encontrar...
Que saudades de você nestes momentos que fico sem te ver, que vontade de estar sempre ao seu lado...sempre...sempre, sem ter estes intervalos sem você....

Samanta Bernardi
58 compartilhamentos

Depois de tantas buscas, encontros, desencontros, acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável, o máximo que eu puder, estando na minha própria pele. É me sentir confortável, mesmo acessando, vez ou outra, lugares da memória que eu adoraria inacessíveis, tristezas que não cicatrizaram, padrões que eu ainda não soube transformar, embora continue me empenhando para conseguir.

Ana Jácomo
616 compartilhamentos

No meio da estrada

No meio da estrada,
parado,
olho à frente;
o desconhecido,
olho atrás;
o nada.
Tudo é nebuloso
em figuras dispersas.
A década perfeita
dos anos dourados,
perdida.
Procurei nos teus olhos
minha própria certeza
esquecida
em alguma esquina de nós.
E, no passar do tempo
ao nos vermos
já não seremos os mesmos
amantes de outrora,
encantados,
encantadores,
mas sombras de um passado
varrido da memória,
mas presente nos corpos.

Victor Motta
28 compartilhamentos

Não te queixes tanto das falhas de memória. Porque se soubesses tudo o que soubeste, não te poderias mexer. E então é que não terias nenhuma.

Vergílio Ferreira

A melhor qualificação para um poeta é ter boa memória.

George Halifax

O tempo pretérito se torna presente pela memória, e o futuro pela nossa imaginação.

Marquês de Maricá

A memória é o espelho onde observamos os ausentes.

Joseph Joubert

Ó musas, com o vosso alto engenho, ajudai-me; / ó memória, que escreveste o que vi, / que se prove aqui a tua fidelidade.

Dante Alighieri

O passado está escrito na memória e o futuro está presente no desejo.

Carlos Fuentes

Mesmo distante não estás longe;
Pois te levo na memória.
Mesmo desacompanhado não estou só.
Pois te trago comigo, dentro de mim.
Mesmo no silêncio, sempre te ouço.
No bater do meu coração, que é teu...
Sempre teu.

Mas acabou...
Tenho que seguir na estrada da vida sem você.
Carrego na mala apenas as lembranças alegres.
Deixo a poeira das tristezas.
Levo em mim, apenas a saudade.

No vazio da última tentação,
Estará o último refugio.
Na sólida decisão de por um fim;
Encontra-se a dúvida do futuro
O emaranhado de sensações que causam diferentes reações.
Caiu a última lágrima do amor
Que já não é mais amor.

Quem sabe algum dia nossas estradas se cruzem.
Se estivesse aqui, agora.
Já não diria: Eu te amo.
Mas, Adeus...

Desconhecido
129 compartilhamentos

Em seguida vieram o tempo, a distância, a poeira soprando. Mas eu trouxe de lá a memória de qualquer coisa macia que tem me alimentado nestes dias seguintes de ausência e fome. Sobretudo à noite, aos domingos. Recuperei um jeito de fumar olhando para trás das janelas, vendo o que ninguém veria.

Atrás das janelas, retomo esse momento de mel e sangue que Deus colocou tão rápido, e com tanta delicadeza, frente aos meus olhos há tanto tempo incapazes de ver: uma possibilidade de amor. Curvo a cabeça, agradecido. E se estendo a mão, no meio da poeira de dentro de mim, posso tocar também em outra coisa. Essa pequena epifania.

Caio Fernando Abreu

O amor não precisa de memória, não arredonda, não floreia:
faz forte estilo. E fim.

Guimarães Rosa

Nas faldas do Himalaia, o Himalaia é só as faldas do Himalaia. É na distância ou na memória ou na imaginação que o Himalaia é da sua altura, ou talvez um pouco mais alto.

Fernando Pessoa

Contra a memória fonte do costume. A experiência pessoal renovada.

Oswald de Andrade
Inserida por tham

Fascina, vicia, gruda, marca, prende, atiça .. traz à memória o que é bom. Deixa marcas que nem o tempo pode arrancar de mim. Na hora em que eu sentir eu vou lembrar, vou dizer se foi bom, se durou, o quanto quero de volta, o quanto quero pra mim. O que quero não lembrar, preciso esquecer. mas essa sensação provocada por uma ou outra fragrância sempre faz questão de me lembrar, mesmo que eu não queira, mesmo que eu não peça. Perfumes fazem isso, é sua função atormentar, embaralhar todas as cartas que estavam arrumadas, fazer surtar. E não é uma coisa que eu não goste , muito pelo contrário, sou viciada nisso, apesar das consequências.

Tati Bernardi
Inserida por biancavasconcelos

A memória é o espelho em que vemos os ausentes."

Joseph Joubert
Inserida por vinicius05

Não tenhas nada nas mãos
Nem uma memória na alma,
Que quando te puserem
Nas mãos o óbolo último,
Ao abrirem-te as mãos
Nada te cairá.
Que trono te querem dar
Que Átropos to não tire?
Que louros que não fanem
Nos arbítrios de Minos?
Que horas que te não tornem
Da estatura da sombra
Que serás quando fores
Na noite e ao fim da estrada.
Colhe as flores mas larga-as,
Das mãos mal as olhaste.
Senta-te ao sol. Abdica
E sê rei de ti próprio.

Fernando Pessoa
Inserida por guigort

Do novelo emaranhado da memória, da escuridão dos
nós cegos, puxo um fio que me aparece solto.
Devagar o liberto, de medo que se desfaça entre os
dedos.
É um fio longo, verde e azul, com cheiro de limos,
e tem a macieza quente do lodo vivo.
É um rio.
Corre-me nas mãos, agora molhadas.

José Saramago
Inserida por melloncollie