Frases de Joaquim Manuel de Macedo

Cerca de 25 frases de Joaquim Manuel de Macedo

A queda da incomunicabilidade dos jurados anula o julgamento.

Joaquim Manuel de Macedo - A Luneta Mágica
Inserida por pattynoturna

Nas lágrimas de amor há, como na saudade, uma doce amargura, que é veneno que não mata, por vir sempre temperado com o reativo da esperança, a moça julgou dever separar da dor, que a fazia chorar amargores, a esperança que no pranto lhe adicionava a doçira, e, tendo de exprimir a doçura, Ahy cantou.

Joaquim Manuel de Macedo
Inserida por adetunedradio

Ora, todos sabem que os amantes têm um prazer indizível em matraquerar os ouvidos dos que os atendem com uma história muito comprida e mil vezes repetida que, reduzindo-se à expressão mais simples, ficaria em zero ou, quando muito, nos seguintes termos: “eu olhei e ela olhou”; eu lhe disse “pode ser, não pode ser".

Joaquim Manuel de Macedo
Inserida por adetunedradio

Ora, o tal bichinho chamado amor é capaz de amoldar seus escolhidos a todas as circunstâncias e de obrigá-los a fazer quanta parvoíce há nesse mundo. O amor faz o velho criança, o sábio doido, o rei humilde cativo; faz mesmo, às vezes, com que o feio pareça bonito e o grão de areia um gigante.

Joaquim Manuel de Macedo
Inserida por adetunedradio

Um juiz de direito não pode julgar de modo torto: ao menos tem a seu favor a presunção de direito, que em falta de todos os outros fundamentos é fundamento que supre todos os outros; para mim que não sei aprofundar as coisas, um juiz de direito é sempre tão infalível na ciência do direito, como um padre na ciência do latim.

Joaquim Manuel de Macedo - A Luneta Mágica
Inserida por pattynoturna