Frases de Gustave Flaubert

Cerca de 78 frases de Gustave Flaubert

Cuidado com a tristeza. Ela é um vício.

O sucesso é uma consequência e não um objetivo.

Nada é mais humilhante do que ver os tolos vencer naquilo em que fracassámos.

O que o dinheiro faz por nós não compensa o que fazemos por ele.

Talvez a morte tenha mais segredos para nos revelar que a vida.

Ser estúpido, egoísta e ter boa saúde, eis as condições ideais para se ser feliz. Mas se a primeira vos falta, tudo está perdido.

A medida de uma alma é a dimensão do seu desejo.

Eu não tenho nenhuma coragem, mas procedo como se a tivesse, o que talvez venha dar ao mesmo.

O autor na sua obra, deve ser como Deus no universo, presente em toda a parte, mas não visível em nenhuma.

A recordação é a esperança do avesso. Olha-se para o fundo do poço como se olhou para o alto da torre.

Aos incapazes de gratidão nunca faltam pretextos para não a ter.

O coração é uma riqueza que não se vende nem se compra. Presenteia-se.

O cúmulo do orgulho é desprezar-se a si próprio.

Para se ter talento é necessário estarmos convencidos de que o temos.

O amor é um modo de viver e de sentir. É um ponto de vista um pouco mais elevado, um pouco mais largo; nele descobrimos o infinito e horizontes sem limites.

A mulher é uma criatura normal sobre a qual fizeste uma bonita imaginação.

Talento é paciência sem fim.

Salvo se formos cretinos, morremos sempre na incerteza do nosso próprio valor e do da nossa obra.

Pode fazer-se tudo, salvo fazer sofrer os outros: eis a minha moral.

A vida deve ser uma constante educação.