Frases de Helena Kolody

Cerca de 28 frases de Helena Kolody

arco-íris no céu.
está sorrindo o menino
que há pouco chorou

Helena Kolody
81 compartilhamentos

tão longa a jornada!
e a gente cai, de repente,
no abismo do nada

Helena Kolody
92 compartilhamentos

Pintou estrelas no muro
e teve o céu
ao alcance das mãos.

Helena Kolody
224 compartilhamentos

Não ando na rua.
Ando no mundo da lua,
falando às estrelas.

Helena Kolody
71 compartilhamentos

A esperança engana, mente o sonho, eu sei. Que mentiras lindas eu mesma inventei e contei para mim..

Helena Kolody
116 compartilhamentos

Que importa a nuvem no horizonte,
chuva de amanhã?
Hoje o sol inunda o meu dia.

Helena Kolody
82 compartilhamentos

Quem é essa
Que me olha
De tão longe
Com olhos que foram meus?

Helena Kolody
100 compartilhamentos

Deus dá a todos uma estrela.
Uns fazem da estrela um sol.
Outros nem conseguem vê-la.

Helena Kolody
114 compartilhamentos

MERGULHO

Almejo mergulhar
na solidão e no silêncio,
para encontrar-me
e despojar-me de mim,
até que a Eterna Presença
seja a minha plenitude.

Helena Kolody

Viagem Infinita

Estou sempre em viagem.
O mundo é a paisagem
que me atinge
de passagem.

Helena Kolody

A MIRAGEM NO CAMINHO

Perdeu-se em nada,
caminhou sozinho,
a perseguir um grande sonho louco.
(E a felicidade
era aquele pouco
que desprezou ao longo do caminho).

Helena Kolody
20 compartilhamentos

POETA

O poeta nasce no poema,
inventa-se em palavras.

Helena Kolody

Oh! lágrima cristalina,
Tão salgada e pequenina,
Quanta dor tu não redimes!
Mesmo feita de amargura,
És tão sublime, tão pura
Que só virtudes exprimes.

Helena Kolody

O que você escolhe?

Dizia Helena Kolody,
Deus da a todos uma estrela.
Uns fazem da estrela um sol.
Outros nem conseguem vê-la.
Eu digo,
Deus da a todos uma vida.
Uns fazem da vida a glória.
Outros fazem dela o inferno.

Gabriela Oliveira Marengão

Oculta na roupagem metafórica
palpita a essência real.

Helena Kolody

PRISÃO

Puseste a gaiola
Suspensa dum ramo em flor,
Num dia de sol.

Helena Kolody

ABISMAL

Meus olhos estão olhando
De muito longe, de muito longe,
Das infinitas distâncias
Dos abismos interiores.
Meus olhos estão a olhar do extremo longínquo
Para você que está diante de mim.
Se eu estendesse a mão, tocaria a sua face.

Helena Kolody

EU COMIGO

Muito briguei eu comigo,
tive raiva,
me insultei.
E, de incontido desgosto,
em meu próprio ombro chorei.

Helena Kolody

NAVEGANTE

Navegou
no veleiro dos livros.

Desembarcou
e conferiu.

E o mundo que viu
não era o que imaginou.

Helena Kolody

DEPOIS

Será sempre agora.
Viajarei pelas galáxias
universo afora.

Helena Kolody