Frases de Cecília Meireles

Cerca de 217 frases de Cecília Meireles

Som frio,
Do rio sombrio,
O longo som,
Do rio frio,
Tão longe,
Tão bom,
Tão frio,
O claro som do rio sombrio.

Inserida por yViihDasRimas

Todos Morreram

Todos morreram antes de meu nascimento. E minha mãe (Matilde Benevides Meirelles) se foi quando eu tinha apenas três anos. Fui criada por minha avó materna, Jacinta Garcia Benevides, nascida nos Açores, Ilha de São Miguel.

Inserida por giovaninha28

"(...)O vento vem vindo de longe,/a noite se curva de frio;/debaixo da água vai morrendo/meu sonho, dentro de um navio... (...)".

(do poema "canção", do livro 'Obra poética' - Pág 18, - J. Aguilar, 1958.)

Inserida por portalraizes

"Homem vulgar! Homem de coração mesquinho! Eu te quero ensinar a arte sublime de rir. Dobra essa orelha grosseira, e escuta o ritmo e o som da minha gargalhada: Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!”.

( do poema "Gargalhada.)

Inserida por portalraizes

“Não sejas o de hoje. Não suspires por ontens...
não queiras ser o de amanhã”...
(do livro "Cânticos", 1982.)

Inserida por portalraizes

Sei que canto. E a canção é tudo.

Tem sangue eterno a asa rimada.
E um dia sei que estarei muda:
- mais nada.

(do livro "Viagem", 1939.)

Inserida por portalraizes

⁠"E percebo os suspiros dos amores
quando por esses prados florescentes
se ergueram duros punhos agressores"

Inserida por dia_marti

⁠" os homens matam-se e morrem,
ficam mortos, mas não fartos"

Inserida por dia_marti

⁠E o meu caminho começa
nessa franja solitária
no limite sem vestígio,
na translúcida muralha
que opõe o sonho vivido
e a vida apenas sonhada.

Cecília Meireles
Metal Rosicler. São Paulo: Global Editora, 2014.
Inserida por paulauskas

⁠"mil intrigas, mil enredos
prendem culpados e justos;
já ninguém dorme tranquilo
que a noite é um mundo de sustos"

Inserida por dia_marti

⁠"Mas eu vagueio sozinha,
pela sombra do quintal,
e penso em meu triste corpo,
que não posso levantar"

Inserida por dia_marti

⁠"Um vento de cinzas negras
levou tudo para além"

Inserida por dia_marti

A educação é a única das coisas deste mundo em que acredito de maneira inabalável.

Cecília Meireles
Obra em prosa: crônicas em geral. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1998.
Inserida por pensador

⁠Todos seremos destruídos por ti,
Deusa!
Somos todos irmãos. Em ti, afinal, irmãos!

Somos agora tristes, dóceis, filiais,
deixando-nos devorar por tua fome,
ó Deusa! ó Morte!

Mas pairamos com asas inolvidáveis
acima de tuas chamas.

Cecília Meireles
Poemas escritos na Índia. Rio de Janeiro: Livraria São José, 1961.

Nota: Trecho do poema Deusa.

...Mais
Inserida por 78tajmahal

⁠Tudo vai sendo jamais,
tudo é para sempre nunca.

Cecília Meireles
Poemas escritos na Índia. Rio de Janeiro: Livraria São José, 1961.

Nota: Trecho do poema Zimbório.

...Mais
Inserida por 78tajmahal

⁠"Como as palavras se torcem
Conforme o interesse e o tempo"

Inserida por dia_marti

⁠"Palpita a noite, repleta
de fantasmas, de presságios
E as ideias"

Inserida por dia_marti

⁠...embora venha sorrindo,
traz sinal de desgraçado. (...)
Vejo que vai ser ferido
e vai ser glorificado:
ao mesmo tempo, sozinho,
e de multidões cercado,
correndo grande perigo,
e de repente elevado:
ou sobre um astro divino
ou num poste enforcado

Inserida por dia_marti

Pena que assim se retorce
deixa a verdade torcida.

Inserida por diegomrodz

⁠Ai, quem se opusera ao tempo,
se houvesse força bastante
para impedir a desgraça
que aumenta de instante a instante!
E a vida, em severos lances,
empobrece a quem trabalha
e enriquece os arrogantes

Inserida por dia_marti