Frases de Ausência

Cerca de 3477 frases de Ausência

O amor calcula as horas por meses, e os dias por anos; e cada pequena ausência é uma eternidade.

John Dryden
, Amphitryon: a Comedy. London: J. Bell, British Library, Strand, 1792.

Coragem é a resistência ao medo, domínio do medo, e não a ausência do medo.

Mark Twain
The Tragedy of Pudd’nhead Wilson and the Comedy Those Extraordinary Twins, 1894.

A ausência apaga as pequenas paixões e fortalece as grandes.

A coragem não é ausência do medo; é a persistência apesar do medo.

Desconhecido

Nota: Diversas versões desta frase são atribuídas a autores como Mark Twain, Nelson Mandela e Ambrose H. Redmoon, mas não existem fontes que confirmem a autoria.

...Mais

O sábio procura a ausência de dor, e não o prazer.

O mundo é de quem não sente. A condição essencial para se ser um homem prático é a ausência de sensibilidade.

Fernando Pessoa
Bernardo Soares, "Livro do Desassossego", 1982

Sentimos a dor, mas não a sua ausência.

A ausência só mata o amor quando ele já está doente na data da partida.

Para quem ama, não será a ausência a mais certa, a mais eficaz, a mais intensa, a mais indestrutível, a mais fiel das presenças?

A ausência da evidência não significa evidência da ausência.

Carl Sagan

Nota: Carl Sagan empregou a frase e foi responsável por popularizá-la, mas não é o verdadeiro criador da expressão. A ideia surgiu inicialmente em 1887, desenvolvida por William Wright, e uma versão com essas exatas palavras surgiu em 1895, e foi atribuída a Dugald Bell.

...Mais

As academias coroam com igual zelo o talento e a ausência dele.

Carlos Drummond de Andrade
ANDRADE, C. D. O Avesso das Coisas: Aforismos. Rio de Janeiro: Editora Record, 1990.

A forma de governo mais adequada ao artista é a ausência de governo. Autoridade sobre ele e a sua arte é algo de ridículo.

A ausência cura o amor.

A ausência tanto é um remédio contra o ódio como uma arma contra o amor.

Algumas pessoas têm uma presença maravilhosa, outras uma maravilhosa ausência.

A ausência do ser amado deixa atrás de si um lento veneno que se chama esquecimento.

A verdadeira serenidade não é ausência de paixão, mas a paixão contida, ímpeto domado.

A não violência absoluta é a ausência absoluta de danos provocados a todo o ser vivo. A não violência, na sua forma ativa, é uma boa disposição para tudo o que vive. É o amor na sua perfeição.

A única verdadeira tristeza está na ausência de desejo.

A ausência é o remédio do amor.