Frases de Amor de Clarice Lispector

Cerca de 128 frases de Amor de Clarice Lispector

Como fazer se não te enterneces com meus defeitos,
enquanto eu amei os teus.

Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente. Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil.

Amar os outros é a única salvação individual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca.

Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente.

Nada do que eu já fiz me agrada. E o que eu fiz com amor, estraçalhou-se. Nem amar eu sabia, nem amar eu sabia.

Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil.

A palavra é meu domínio sobre o mundo.

A felicidade aparece para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam em nossa vida.

Qualquer um pode amar uma rosa, mas é preciso um grande coração para incluir os espinhos.

Detesto coisas mais ou menos, não sei amar mais ou menos, não me entrego de forma mais ou menos

Se eu errar que seja por muito, por amar demais, por me entregar demais, por ter tentado ser feliz demais.

Amar não acaba. É como se o mundo estivesse a minha espera. E eu vou ao encontro do que me espera.

Eu sou o antes, eu sou o quase, eu sou o nunca. E tudo isso ganhei ao deixar de te amar.

O pior é que sou vice-versa e em ziguezague. Sou inconcludente.
Mas é preciso me amar como involuntariamente sou. Apenas me responsabilizo pelo que há de voluntário em mim e que é muito pouco.

Faze com que ele sinta que amar não é morrer, que a ewntrega de si mesmo não significa a morte

Quando o amor é grande demais torna-se inútil: já não é mais aplicável, e nem a pessoa amada tem a capacidade de receber tanto. Fico perplexa como uma criança ao notar que mesmo no amor tem-se que ter bom senso e medida. Ah, a vida dos sentimentos é extremamente burguesa.

Fique de vez em quando só, senão você será submergido. Até o amor excessivo dos outros pode submergir uma pessoa.

Mas há a vida que é para ser intensamente vivida. Há o amor. Que tem que ser vivido até a última gota. Sem nenhum medo. Não mata.

O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado, o amor é tão inerente quanto a própria carência, e nós somos garantidos por uma necessidade que se renovará continuamente. O amor já está, está sempre. Falta apenas o golpe da graça - que se chama paixão.

Mas chegará o instante em que me darás a mão,
não mais por solidão, mas como eu agora:
por amor.