Karol Amorim: Hoje eu chorei outra vez, acredita? E...

Hoje eu chorei outra vez, acredita? E dessa vez não é porque não me sinto como uma princesa, não é por olhar uma foto sua e muito menos por alguma palavra que me disse, até porque você não me vê mais. É simplesmente porque eu acabo de sentir a falta sua. Eu não sabia, mas eu descobri nesse exato momento que aceitaria você de todas as maneiras que a vida pudesse me dar (devolver). Porque... caramba... você me faz muita falta! Descobri que se desse eu te amaria até o fim. Seria você até o final! Porque se eu pudesse e se fosse pra ser, eu não te deixaria um dia sozinha e estaria com você agora pra dizer que não me imaginei sequer por um dia numa nostalgia assim. Porque tu tinha o poder de me libertar e agora me vejo tentando me encontrar em qualquer canto desse mundo. Tento me surpreender quando vou em um daqueles bares que costumávamos falar e bato um papo legal com alguém interessante. Penso que talvez eu consiga continuar agindo assim porque eu gosto de conversar e gosto quando prestam atenção em mim. Mas... espera... Começa a tocar a música que você mais gosta de cantar. Madri era tudo o que eu não precisava ouvir. Não hoje porque eu estava com alguém e não queria lembrar o quanto por tantas vezes precisei que São Paulo fosse do lado de Recife. Que se foda aquela pessoa legal! Eu só queria encontrar você, rir com você e te dizer que te imaginei linda, legal, interessante, inteligente, totalmente o suficiente, bem humorada vindo em minha direção com aquele ar de sorriso, querendo me levar embora, querendo me dizer o quanto eu ficava feia e sem brilho querendo me surpreender com alguém que não era como você. Porque você dormia enquanto eu falava e resmungava quando eu te dizia pra me ouvir. Eu só queria me esquecer um pouco porque não tinha você e agora eu só sinto a sensação de estar por perto. Que droga! Será que da pra ser exatamente assim pra sempre? Até quando você vai ser exageradamente mais legal do que as outras pessoas com quem ando tentando conviver? Até quando? É inacreditavelmente chato gostar de você.

1 compartilhamento
Inserida por KarolAmorim