Jorge Ferreira dos Santos: Que pena! Sinto pena, de quem pena; Só...

Que pena!

Sinto pena, de quem pena;
Só de pensar arrepia;
Comparando à leucemia;
Minha dor é tão pequena.

Doutras tantas comparada;
Que de amor não sofre apenas;
Outros males, me fazem penas;
Qual Poena castigada.

Rejeito a dilação menor;
Sonho vão, se vai de cena;
Dor dos outros, sinto pena;
Desta minha, só sinto a dor.

1 compartilhamento
Inserida por jokalink