Marcia lailin: SOLIDÃO O sol penetra pela janela da...

SOLIDÃO O sol penetra pela janela da sala Desejo que ele alcance minha cama Mas não ele pousa nos livros Os livros não precisam de sol tanto quanto eu nesse mom... Frase de Marcia lailin.

SOLIDÃO

O sol penetra pela janela da sala
Desejo que ele alcance minha cama
Mas não ele pousa nos livros
Os livros não precisam de sol tanto quanto eu nesse momento.
O frio foi feito para os sadios não para os doentes.
Já falei sobre o desejo de deixar esse estado e ir para outro onde o calor nunca acaba e o sol nunca se põe?
São 8:19, o relógio anda ligeiro, eu não preciso me apresar para mais nada.
Para que olhos? Para não ver mais nada?
Olhos sensíveis, mas sensíveis a quê?
Vocês compreendem, não é, que estamos sós.
Sós e aprisionados numa tela de computador.
Está me censurando? Claro, você tem ao seu lado aquela natureza jovem, saudável, aquela inteligência que desperta, cheia de promessas... É para a sua amizade que eu apelo.
Fale!

1 compartilhamento
Inserida por Lailin