Paulo Braga Silveira Junior: "Reticências" ⁠Não pus...

"Reticências" ⁠Não pus ponto final, mas reticências
ciente que o amanhã tem seu segredo
e não compete a nós, por mágoa ou medo,
reter, do amor firmado... Frase de Paulo Braga Silveira Junior.

"Reticências"

⁠Não pus ponto final, mas reticências
ciente que o amanhã tem seu segredo
e não compete a nós, por mágoa ou medo,
reter, do amor firmado, as consequências!

Deixei aberta a porta desse enredo
juntando, do que eu tinha, as evidências
de tudo dito, as dores e exigências,
pois, pra esquecer, entendo que ainda é cedo.

Guardei, do que tivemos, as lembranças
abraços, beijos, sonhos de crianças...
Mantido os trago, vivos, na memória...

Pra que nunca termine o amor em mim
prefiro, em vez de dar-lhe um triste fim,
fechar com reticências minha história!...



www.sonetosdalma.com

Inserida por PauloBSJr