Antonio Costta: AQUELE RIO Aquele rio de outrora Que...

AQUELE RIO Aquele rio de outrora Que passava no Pilar, Aquele rio caudaloso, Que prosperava o lugar, Trazendo vida, renovo, Pro ribeirinho, pro povo... Aquele r... Frase de Antonio Costta.

AQUELE RIO

Aquele rio de outrora
Que passava no Pilar,
Aquele rio caudaloso,
Que prosperava o lugar,
Trazendo vida, renovo,
Pro ribeirinho, pro povo...
Aquele rio... onde está?

Onde está aquele rio
De meu tempo de menino,
Diferente desse fio,
Neste solo nordestino,
De água pouca, a circular?...
Com máquinas no seu leito,
Arrancando de seu peito
Areias para exportar!

Oh, Paraíba do Norte!
Quem decretou tua morte
Neste solo brasileiro?
Rio preso, encarcerado,
Dia e noite saqueado
Por ganância de dinheiro.
Quando serás libertado
Do poder dos areeiros?!...

Ribeirinhos, defendei,
Trazei de volta ao Pilar,
Aquele rio de outrora
Que prosperava o lugar!
Aquele rio vigoroso,
Que seguia, majestoso,
Livremente para o mar!

Inserida por Antonio_Costta