John Pablo de La Mancha: Pdir perdão e perdoar, antes de mais...

Pdir perdão e perdoar, antes de mais nada são atos decisivos que nos levam à autocompreensão, e pode nos preparar de forma tão positiva que podemos nos surpreender com seus bons efeitos. Para muitos o perdão é uma bobagem, uma oportunidade ou reconhecimento. Os primeiros o vêem como fraqueza, sentido desnecessário, insignificância... Os segundos o percebem como parte de um todo incompleto, um motivo para reconsiderar, uma verdade para fortalecer... Os terceiros o concebem como culpa, arrependimento, remorso... O perdão envolve dois lados, duas visões, duas razões e, às vezes, duas vitimas, mas apenas uma realidade e sempre causa um vazio em um e a soberba em outro. É preciso compreendermos que o perdão também é uma conquista para ambos, e como tal imprescinde de esforço, dedicação e busca para que se tornem verdadeiros os sentimentos que o cercam, e isso não tem a ver com merecimento, pois definir o perdão pelo merecer pode ser injusto porque o critério é sempre de quem perdoa e isso pode parecer punição, e se for assim o perdoar perde o significado da harmonia e o perdão ganha o sentido de rancor.

John Pablo de La Mancha

Inserida por Johnpablodelamancha