António Prates: De todas as vezes que me tentaram...

De todas as vezes que me tentaram censurar as palavras, acrescentei sempre mais uma, ou duas, ou três... Não por teimosia, por altivez, ou por sobranceria, mas ... Frase de António Prates.

De todas as vezes que me tentaram censurar as palavras, acrescentei sempre mais uma, ou duas, ou três... Não por teimosia, por altivez, ou por sobranceria, mas apenas para tentar escutar o eco das palavras que ninguém me disse, emas que escutei, com gritos.

1 compartilhamento
Inserida por AntonioPrates