Moacir Luis Araldi: O dormir dos sonhos Foi a última tarde...

O dormir dos sonhos
Foi a última tarde
E depois
O inverno chegou.
Foi de sol meio ofuscado
Olhar embaçado
A sombra foi sumindo
Acomodando-se em baixo dos pés
Distante um vento zunindo.
A tarde fez-se pássaro alado
O manto escuro veio gelado
E pôs os sonhos para dormir

1 compartilhamento
Inserida por Moapoesias