Antonio Montes: O BABADO O babado do babado, babou babou...

O BABADO

O babado do babado, babou
babou a baba de babá,
babou a baba do bode
babou com o ovo da baba...
Na baba que ninguém pode.

O babado do bobo, baba?
não baba o babado de um vestido
mas baba a imagem do babão
pelo babado do vidro.

O babado daquela criança
babou no babado d'ela
e o babado do bandido
não ficou tão ofendido
com o babado da janela.

Lá na esquina da vida
em noite de saramandaia
O bêbado também babou
pela moça que passou
com aquele babado na saia...
Na saia que o boto babou.

Boto babado, babão
lobo que urra na lua
noite escura ladra cão
no canto d'aquela rua.

Antonio Montes

1 compartilhamento
Inserida por Amontesfnunes