Ricardo Silveira: Na medicina, se o coração do paciente...

Na medicina, se o coração do paciente para de bater por alguns minutos Há ainda, uma chance de trazer o corpo a vida. Na poesia, a gente faz de tudo para manter... Frase de Ricardo Silveira.

Na medicina, se o coração do paciente para de bater por alguns minutos
Há ainda, uma chance de trazer o corpo a vida.
Na poesia, a gente faz de tudo para manter vivo, o que já morreu há muito tempo...
No entanto, quando um médico perde um paciente, ele tem de declarar sua morte com o horário e data em que ocorreu.
Mas desde que eu perdi você, anos se passaram sem que eu percebesse o desfibrilador, sobre minhas memórias inertes.
- lá vem mais um dia! Mais uma parada cardíaca! Alguém, traz o desfibrilador!
- agora!
- carrega nas mais de 100 poesias de amor.
- nada ainda...
- 200 músicas da nossa trilha sonora...
- sem pulso.
- os exatos 220 beijos maravilhosos que a gente deu só no mês que te conheci.
- nada... Não tem mais volta.
- tenta de novo.
- já foi.
- mas...
- Não adianta, perdemos esse!
hora da morte: No instante, em que você (me) partiu (em pedaços).

Se depois, pensei em suicídio?
Não!
De nada adiantaria matar um corpo
Cuja alma já estava morta...

1 compartilhamento
Inserida por RicardoSilveira