Arcise Câmara: Quando o outro te dá medo Eu tenho medo...

Quando o outro te dá medo

Eu tenho medo de certas pessoas, tenho medo de agressividade gratuita, tenho medo de pessoas que perdem o autocontrole (eu perco o controle também, mais o meu surto chega ao limite máximo de gritar aaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh), é claro que preciso me tratar, ter controle emocional na voz. Tenho medo de pessoas que se machucam, quebram coisas, e buscam justificativas para isso. Lindemberg matou porque estava apaixonado, Fulano quebrou a janela porque estava doente e foi incomodado, contrariado. Beltrano enforcou a mãe porque ela não deu 2 reais para ele comprar jornal.
Às vezes associo esse tipo de comportamento às drogas, às vezes acho que é surto psicótico que vão dando sinais, sutis e singelos sinais, outras vezes acho Bipolaridade = ex-maniaco-depressivo.
O grande problema é que a pessoa que convive com esse tipo de gente, sempre acha uma desculpa para perdoar e não tratar o “doente, embrião de psicopata”, pode parecer o exagero, sou exagerada sim, prefiro pecar pelo zelo que pagar pra ver. Fujo desse tipo de gente e quero distância. Por favor não me dê o desprazer da sua companhia. Eu preciso aprender a me retirar, eu preciso aprender a calar, sair de perto. Eu acho que a minha natureza é de enfrentar o dragão, chegar e dizer: porque esse alvoroço todo? te acalma! Te controla e aí o descontrole desce pelo ralo.

1 compartilhamento
Inserida por Arcise