Arcise Câmara: Espiritualidade Sempre fui Católica,...

Espiritualidade

Sempre fui Católica, sempre frequentei igreja, rezei, agradeci.
Passei pela fase dos porquês, me questionei sobre construções suntuosas, sermões hipócritas e maçantes, pedidos de dízimo à exaustão e tédio em algumas Missas.
Ao contrário do que pode parecer, meus questionamentos me uniram ainda mais à Deus, a espiritualidade, me fortaleceram. É claro que não tinha a maturidade que tenho hoje e nem sei se já a conquistei, é claro que julgamentos e dúvidas fizeram parte da minha ligação com a fé, mas o que foi bom foi ter aceitado apesar dos questionamentos, aceitado não como algo imposto à mim quando criança, nasci católica e vou me manter católica, houve uma busca, uma dúvida, críticas, compromisso e por fim, propósito. Passei por vários estágios e me encontro na fase: Quero ser uma pessoa melhor, quero ser exemplo de amor, quero levar sorriso, paz e alegria, quero me motivar a mim e ao meu coração não com base em pessoas ou erros do passado, não com base nas minhas mazelas, nos meus erros e no meu jeito estourado de ser, mas motivada pela força interior que transborda dentro de mim. Faça aos outros aquilo que você gostaria que fizessem à você! É fácil? Não! Sempre Consigo? Não!
Muitas e inúmeras vezes entro no tabuleiro do perde tudo, volto 4 casas, volto 2 casas, então inicio o jogo, rasgo a folha rabiscada e pego uma nova página, limpinha para iniciar novos ciclos, para viver novas e divinas aventuras, para recomeçar, para tentar alcançar a minha linha de chegada: O Paraíso. Primeiro o Paraíso na Terra, depois o Paraíso no Céu.

1 compartilhamento
Inserida por Arcise