Antonio Montes: FULGOR DA VIDA Na madrugada escura, de...

FULGOR DA VIDA Na madrugada escura, de uma rua estreita... Explode um pau-de-fogo ... E um grito, projeta-se, sobre... O beco macabro, de um momento fúnebre, ma... Frase de Antonio Montes.

FULGOR DA VIDA

Na madrugada escura,
de uma rua estreita...
Explode um pau-de-fogo
... E um grito, projeta-se, sobre...
O beco macabro, de um momento fúnebre,
marcando o ultimo tíc, tác de um peito
dilacerado.

Uma bala e duas lagrimas rolam...
E sobre o leito de uma dor finda,
o arrependimento tomba apagando
o ultimo fulgor, de uma triste vida.

Nesse ínterim...
Como se fosse lençol de uma branca
mortalha... Brada o silencio sufocado
sob, o ultimo sopro da estupidez...
E os olhos, se enchem de nevoa branca,
impregnado de frio e de tremor, de uma
alma, que nunca foi aquecida,
pelo fulgor da doce vida.

Antonio Montes

1 compartilhamento
Inserida por Amontesfnunes