Poeta mineiro do cerrado - LUCIANO SPAGNOL: DE VOLTA, O MEU OLHAR Aqui vai o meu...

DE VOLTA, O MEU OLHAR Aqui vai o meu olhar de volta, que brade pois pra mim o céu aquietou, emudeceu depois que o seu silêncio me escreveu só distâncias e, pouc... Frase de Poeta mineiro do cerrado - LUCIANO SPAGNOL.

DE VOLTA, O MEU OLHAR

Aqui vai o meu olhar de volta, que brade
pois pra mim o céu aquietou, emudeceu
depois que o seu silêncio me escreveu
só distâncias e, pouca reciprocidade

Se me deu o melhor, em mim só doeu
ao deixar teu gosto na minha vontade
ao sentir que foi um amor na finidade
e que no teu amor, não tem mais o meu

Olha pra mim, só restou a imensidade
dum coração vazio, onde, eu sou réu
num dia de sol que virou tempestade

Se ainda ouve de mim uma canção, eu
ouço o teu suspirar na minha saudade...
Que grita, uiva, na poesia dum plebeu.

Luciano Spagnol
Poeta do cerrado
Cerrado goiano
Dezembro, 2016

1 compartilhamento
Inserida por LucianoSpagnol