Celso roberto nadilo: Das almas perdidas pela noite infinita...

Das almas perdidas pela noite infinita escuridão.
como imagino um mundo ausente de tudo,
para o infinito de nossas almas, reluz,
num púlpito de agonia... e deslumbro.
por um segundo imagino viver...

1 compartilhamento
Inserida por hellmouse666