Poeta mineiro do cerrado - LUCIANO SPAGNOL: ÍNTIMA SOLIDÃO Árida é a solidão...

ÍNTIMA SOLIDÃO Árida é a solidão que inspira o cerrado Tão nostálgica e árdua no meu contentar A que provém da saudade a me chamar Em murmúrios, além, do vivido... Frase de Poeta mineiro do cerrado - LUCIANO SPAGNOL.

ÍNTIMA SOLIDÃO

Árida é a solidão que inspira o cerrado
Tão nostálgica e árdua no meu contentar
A que provém da saudade a me chamar
Em murmúrios, além, do vivido passado

Aquela que se perde no horizonte ao olhar
Que chora no entardecer de céu rubrado
E traz na brisa, a maresia, no seu ventado
A que me faz relembrar, calado à saudosar

Ampla, melancólica, é a solidão no cerrado
Uiva nas planuras em vagidos dum soluçar
Nos pousando vazios no chão cascalhado

Mas, a solidão abafada, que faz lacrimejar
É a que domicilia comigo, no meu sobrado
E que existe íntima e triste no meu trovar

Luciano Spagnol
22 de junho, 2016
Cerrado goiano

1 compartilhamento
Inserida por LucianoSpagnol