Diogo Denski: Era uma vez, eu fui andar na rua para...

Era uma vez, eu fui andar na rua para patinar... De repente encontro um trabalhador humilde fazendo suas mágicas na parada de trânsito para tentar receber a car... Frase de Diogo Denski.

Era uma vez, eu fui andar na rua para patinar... De repente encontro um trabalhador humilde fazendo suas mágicas na parada de trânsito para tentar receber a caridade dos motoristas. Uma cena que instiga a filosofia da curiosidade, fazendo com que nós apropriarmos entre teoria e prática do conhecimento. É magnífico ver o ser humano fazer esse tipo de fenômeno que nos faça questionar o por quê, como, motivo, onde... Por isso, com visão empírica, pode-se observar que o copo e a garrafa estão rodeados de ímãs, ambos provocam a colisão entre si com uma força magnética para "segurar" invisivelmente sem o intermédio da mão humana... The end!

1 compartilhamento
Inserida por DiogoDenski