Arnaldo Lopes: Carência Não suma tão de repente me...

Carência Não suma tão de repente me tente me assuma me acostuma costura nossas possibilidades me deixa saudade pra eu te querer bem depressa me faz carinho pode... Frase de Arnaldo Lopes.

Carência

Não suma
tão de repente
me tente
me assuma
me acostuma
costura nossas
possibilidades
me deixa saudade
pra eu te querer bem depressa
me faz carinho pode ser de mansinho
ou de supetão me cola em teu peito me abraça como se abraça um montão
me tateia me deixa no chão(de tanto rir) me escreve na mão
faz relógio em meu braço
me acolhe me
escolhe me subestima pra que eu me sinta provocado
me poe do teu lado
me pega na mão
me leva contigo
me faz teu abrigo e me tira a razão me faz cafuné
me chama de amigo
termina pra mim... com um sim.

2 compartilhamentos
Inserida por arnaldolopes