Tadeumemoria: QUE SE EXPLODA Em algum lugar um vulcão...

QUE SE EXPLODA

Em algum lugar um vulcão entrara em erupção ameaçando os povoados mais próximos, lançara chamas a um quilometro de altura e derramara lavas incandescentes ameaçando a circunvizinhança. No Japão vazava material radioativo de uma usina nuclear obrigando os habitantes da cidade a debandarem-se. Numa região brasileira uma grande enchente chegando a derrubar casas ou deixa-las submesersas em muitas cidades, noutras regiões secas e fome. O mundo se acabava lá fora; mobililazações, apedrejamentos, revoluções, terrorismo, guerrilhas, e eu estava ali no quarto deitado, olhando as telhas, pensando tão somente na possibilidade de um poema ou levitar, a remota possibilidade de levitar. Como Elias subira ao céu? Como Maria? Eu só queria levitar um palmo acima do colchão... que explodisse o mundo, que se matassem as pessoas; aliás acho que Deus tem paciência demais com essas povo, se fosse eu... o mundo já tinha acabado, se o mundo acabar eu vou pra belford roxo, pra nova Iguaçu, pra chatuba. Enquanto eu olho as telhas, lá fora ações terroristas, sabotagens; que se exploda o mundo... aparecerão outros Hittler, outros Ide Amim Dadda, outros Saddan hussain para castigar esse povo, que se exploda o mundo; aliás, pensa no lado bom; quantos poemas nos inspirará o fim, e até um novo capítulo da Bíblia...

1 compartilhamento
Inserida por tadeumemoria