Coleção pessoal de tadeumemoria

1 - 20 do total de 669 pensamentos na coleção de tadeumemoria

ASQUEROSOS...

Um homem não é um bicho;

um homem tem que amar,

se apaixonar, sonhar, ter um ideal;

e dentro desse ideal deve estar pautado

uma comunidade digna, uma sociedade capaz.

Um homem não pode vender sua consciência

e se tornar um corrupto

como um tumor maligno que mata uma nação.

tadeumemoria
1 compartilhamento

Canção
Vejo as palhas do coqueiro
acenando com o vento
meu coração cancioneiro
canta todo meu tormento,
o rio desliza tranquilo
às margens da minha dor,
meu coração se arrasta
mendigando o teu amor

tadeumemoria
1 compartilhamento

eu tenho um olhar

somente um olhar

na manhã a passar na calçada

e os sonhos que eu tive

de um dia sonhar com a manhã

já passaram

ficou meu olhar

a olhar

o olhar da manhã a passar

tadeumemoria
1 compartilhamento

Eu fiz um samba tão triste

que quando saiu minha escola

desabou um temporal


chuva, vento e trovoada

e a minha batucada

parecia um berimbau


a letra do samba enredo

citava mistérios e segredos

de um sobrenatural


sob o frio tive medo

tremi voz, pernas e dedos

suei frio e passei mal

tadeumemoria
1 compartilhamento

Não queira ser poeta todos os dias
Seja poeta um dia
no outro seja a poesia...

Não queira ser feliz todos os dias
Seja feliz um dia
no outro seja você mesmo.

tadeumemoria
1 compartilhamento

O OUTRO LADO

DO PARAÍSO


os anjos se tocam,

os medíocres se amontoam

e os maus conspiram


os anjos se olham

os medíocres se comparam

e os maus se medem


os anjos se percebem,

os medíocres se esbarram

e os maus se matam

tadeumemoria
1 compartilhamento

EU VI
eu vi um homem que não era mais homem
e tinha um olhar que não era mais seu
e tinha a ausência de todos os fantasmas
e tinha a asma de todos os gatos
e tinha os mistérios dos cemitérios
a pele morta, sem vida,
dentes sem precedentes
um odor inconcebível;
não era mais um ser vivente,
por mais que parecesse gente,
não era um cachorro,
os cachorros são felizes e são gratos,
os gatos têm orgulho,
era maior que um rato em tamanho,
mas revirava o lixo
com a ânsia desse bicho
eu vi um homem que não era mais homem
ou vi um bicho que não era mais bicho

tadeumemoria
1 compartilhamento

As pernas da floresta são tantas
As asas da floresta sao santas...

Tadeumemoria
1 compartilhamento

O amor está além do que o próprio amor propõe

Tadeumemoria
1 compartilhamento

PARAGENS
Boa noite, amor!
Se a noite for boa pra você...
Se for noite nas suas paragens
Não sei por onde você anda
Nunca mais um olá, uma mensagem...

Mas assim é a vida,
Uns passam, outros ficam...
Acho que fiquei
E aqui nessa periferia
Município de Melancolia,
Distrito de Saudade...
Passava um sorriso doce
Um olhar tão meigo que me fazia sonhar
Com tudo e muito mais
Com um lugar tão doce
Que tinha a meiguice de felicidade
Agora eu moro no estado do nunca
Que faz fronteira com quiçá,
Muito próximo das cercanias do jamais

tadeumemoria
1 compartilhamento

Na beleza até as imperfeições
Contribuem para mais fascínio

Tadeumemoria
1 compartilhamento

Yan sente saudades

Tadeumemoria
1 compartilhamento

mais belo que uma mulher despida,

só uma mulher despida na horizontal;

mais belo que uma mulher despida na horizontal,

só uma mulher vestida na vertical;

pois nada é mais belo que o prazer de despi-la e deitá-la

tadeumemoria
1 compartilhamento

Depois da meia noite eu não sei quem

Tadeumemoria
1 compartilhamento

VILA-VELHA

De madrugada um atrito,

detritos no beco,

no gueto zumbidos

paredes e dez mil ouvidos

viver sonhando não posso

meus ossos estão doloridos,

meus olhos estão diluídos

sonho sim, devia não sonhar assim

mas a nave me pega

a ave me eleva, ave Maria...

haveria alguma possibilidade

de não haver um AVC,

ave Cesar, avença,

avestruz, avestruzes,

arre égua, arre ema

minhas plantações de milho e mastruz

avenca, cabelo-de-anjo,

cabelo-de-vênus,

crisântemos, acácias. lírios,

as vespas visitam

os cálices por todo o jardim

às vésperas do fim

have you ever seen the rain

no nordeste não é assim,

alimentamos mais o espírito com a fome

e mais a alma com o que nos consome

mas guardamos sorrisos

de grandes invernos,

fartura de ternuras e abraços

que exercitam os nossos membros

e tornam fortes os nossos braços

você já viu o arco-íris

have you ever seen the rain

no olhar, na íris de alguém

tadeumemoria
1 compartilhamento
Tags: tadeumemoria

PROCISSÃO

Quando eu não tiver nada ainda terei as palavras

Terei o silencio e a virtude de saber não possuir

E as minhas palavras dar-se-ão as mãos

Numa ciranda a cantar poemas a edificar a solidão

E a minha solidão povoa,

Pavão, pavoa, encantos, penas e cantos

Leitos, lagoas, embarcação, canoas

Uma procissão, uma novena,

Meu verso vai de Tóquio a Cartagena

Porque minhalma não é pequena,

Minha estrofe é forte e minha verdade serena

E o meu silencio não dói; não dói quando passa a tarde

Quando passa o rio, quando passa o vento,

O meu silencio só dói quando passa o sentimento

tadeumemoria
1 compartilhamento

Na adolescência eu era um anjo triste

Desses que perambulam,

que caem, que existem

melancólicos, sonhadores,cinzentos

Como os finais de tardes dos dias invernosos

A minha solidão respingava nas vidraças

Como a neblina fria jogada pelo vento

Que doía fundo na minha carapaça

E a minha angústia,

a dor daquele sentimento

A solidão de me sentir sozinho

Não era solitária, era uma multidão

E como cada um faz seu rumo, seu destino

De fazer da multidão, a sua poesia

Aquele garoto triste um dia teve o tino

tadeumemoria
1 compartilhamento

algum dia me falaram em lucidez insana,
em insensatez sensata,
nunca entendi, jamais entenderia;
eu colhia pétalas de estrelas
que caiam no terreno baldio na frente da minha casa,
a boca roxa de jamelões ou a língua azeda de tamarindo
que as safras me proporcionavam além da cerca de arame farpado;
eu ainda não tinha sonhos,
eu tinha a leveza das pipas e o mistério dos piões
e percebia o calor e as matizes da manhã,
extasiado com esses milagres sem perceber os seus efeitos,
mas para isso eu tinha os amendoins torrados ou confeitados,
tangerinas nas portas das quitandas
como um adorno mágico e perfumoso aos dias da minha adolescência.
Não se fazia projeto para a felicidade;
a felicidade estava nos sorrisos e nos olhares,
nas canções românticas que cantavam o amor
nas radiadoras das periferias, que alimentavam os sonhos
e a necessidade de sonhar; então eu sorria fácil
perdido nas divagações da minha mente,
leve e encantado com as cores dos balões
e o rebuliço aconchegante das feiras livres do meu bairro;
sua gente de olhares meigos e risos fáceis
nas manhãs luminosas que clareavam
os dias da minha adolescência e acalantavam os sonhos da minha vida

tadeumemoria
1 compartilhamento
Tags: tadeumemoria

Seja feliz, mas não muito, até felicidade demais faz mal

tadeumemoria
1 compartilhamento

Somos reféns de nossas liberdades

tadeumemoria
1 compartilhamento