Jbcampos: A vida é apenas “estado de...

A vida é apenas “estado de espírito”

O que realmente é a vida humana a não ser quase nada na existência dos universos. Habitamos sobre um ínfimo cisco universal, além dessa pobre pequenez; somos ignorantes e maus, somos orgulhosos, vingativos, adúlteros, assassinos, tripudiadores dos mais fracos...
Você pode não estar gostando do que está lendo, porém, não pode desmentir este simples fato de ser tão humano quanto aos demais. O que acontece com você é que foi educado para ser civilizado, como se o indígena fosse inferior a você.

Refiro-me a você pelo simples fato de: eu ser Você, mesmo que você não goste!

Bem por isso, também fui moldado à filosofia cristã, e faço de tudo para me amar e depois amar a você, até porque seria hipócrita se o colocasse em primeiro plano, já que o maior mandamento do Cristo é: Amar ao próximo “como a si mesmo”.
Caso você não saiba se amar, jamais saberá amar qualquer outra coisa.
Porém, já que eu e você somos unos, somos farinha da mesma saca ou, galho da mesma cepa.
Diante à infinitude universal, local onde habitamos e frente à eternidade, esta vida é realmente nada. Mas se pinçarmos alguns fatos, e fatos são fatos, e contra fatos não há argumentos, podemos notar que a maior força que conhecemos é invisível, já que estamos mensurando os fatos. Como é óbvio, se é invisível é de tamanho pequenino. O nosso pensamento é impalpável e invisível e ao descobrir as forças nucleares dos átomos destruidores e também construtores, pode-se entender que Deus mora nele, apesar dos pesares...
Quando essa força extrassensorial trabalhar somente para o bem, o homem sairá deste tugúrio chamado terra. E também entenderá que céus e infernos estão dentro de si...

Quer evoluir, medite e aprenda com o seu eu maior.

Se você for religioso, vá lá ao Novo Testamento; capítulo 10 de João e poderá certificar-se de que você é deus, e para quem é deus, tudo é possível, e verá também que os céus estão dentro de você. Complementando a conversa do amor, o segundo mandamento de Jesus é: amar ao próximo, que se iguala ao primeiro que é: amar a Deus sobre todas as coisas.

E se não for religioso, apenas ame, e terá simplificado sobremaneira a sua existência!

Quantos pensamentos destrutivos deixam de povoar a mente daquele que se propõe a deixar a mente vazia, pois, ao fazê-lo com esmero e verdade limpará todos os resquícios de mazelas desta vida.

Boa sorte!

jbcampos

1 compartilhamento
Inserida por camposcampos