Celso roberto nadilo: a poesia não morre, em um ato que...

a poesia não morre, em um ato que padece, são mutos dos nossos sentimentos, passados num tumulto, apenas um tumulo de ressentimentos, todas flores a ato esplend... Frase de celso roberto nadilo.

a poesia não morre,
em um ato que padece,
são mutos dos nossos sentimentos,
passados num tumulto,
apenas um tumulo de ressentimentos,
todas flores a ato esplendoroso do qual
morremos por cada sentimento.
por celso roberto nadilo

1 compartilhamento
Inserida por celsonadilo