O ANALFABETO “O vergonhoso não é ser... André Zanarella

O ANALFABETO
“O vergonhoso não é ser analfabeto”
“O vergonhoso é manter analfabeto”

Hieróglifos por toda a Avenida Paulista,
Símbolos místicos em livros mágicos,
Historias de povos encantados e antigos,
E eu aqui encalhado no tempo.
Perdido numa encruzilhada de símbolos,
De riscos místicos e ilegíveis.
Tenho vergonha de procurar ajuda.
Quero desvendar o mistério do encantamento,
Preciso de coragem para romper o primeiro passo,
Afinal também quero ser mágico,
Quero conhecer a lua e talvez marte,
Ir ao centro da Terra e no num planeta plano,
Conhecer Maria Antonieta e talvez Ceci.
Ai, eu aproveitarei mais a vida que eu vivi.
Meu nome não será um apenas um “X”,
Ou a marca de meu polegar rachado,
Meu nome contara uma historia,
Mostrara filho de que eu sou;
Escreverei uma carta de amor para ela,
A linda namorada de minha infância,
Apenas perguntando o que o destino fez dela
E contarei que no dia de hoje me tornei um mágico
Afinal hoje dei o primeiro passo para aprender a ler.

André Zanarella 10-09-2012
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4408092

1 compartilhamento
Inserida por AndreZanarella