Karolamorim: Queria gritar com ele cara a cara de...

Queria gritar com ele cara a cara de novo, Fulano, mas queria que ele entendesse também como me sinto quando fico calada. Queria não precisar ir na sua casa pra explicar o tamanho das sensações que ele me faz sentir, mas ele é o cara e eu sou apenas uma distração que enlouqueceu o mundo dele por um momento. No momento, queria de novo correr pra casa da minha mãe e chorar até secar, mas ele não faz mais cara de choro e eu quem durmo tentando conter as lágrimas. Sabe de uma coisa, Fulano? Ele também não me escreve mais e não vai mais me falar que sou melhor do que muitas garotas porque disso eu já sei que não sou e é o que eu repito em minha cabeça agora todas as vezes que tento entender o motivo de não ser mais amada por ele. Sabe, Fulano, hoje eu acordei e senti falta de atravessar ruas pra ir busca-lo. Queria me perder em alguma curva dessa cidade. Queria não me encontrar mais nos braços dele e queria me perder cada vez mais por esse mundo, mas agora rapidamente ele se vai da minha rotina e eu não tenho armas pra me proteger do que sinto quando penso nele inteligente, bem sucedido e historiador. E sei que você já sabe, Fulano, mas é difícil olhar ele indo embora sem entender mais nada do que se passa com a minha cabeça. E nem eu entendo fulano e muito menos você. Também não me pergunto mais quando ele vai entender. Também não me faço mais de durona, descobri que assumir os meus sentimentos é o que eu tenho que fazer. E eu assumo, Fulano! Eu assumo a minha culpa, eu assumo os meus sentimentos e assumo que nem eu mesma me entendo. Mas... Sabe de uma coisa, Fulano? Eu sou louca por ele!

1 compartilhamento
Inserida por KarolAmorim