Markus Suzak - A menina que roubava livros: Arrancou uma página do livro e a rasgou...

Arrancou uma página do livro e a rasgou ao meio. Depois, um capítulo. Em pouco tempo, não restava nada senão tiras de palavras, derramadas feito lixo entre suas... Frase de Markus Suzak - A menina que roubava livros.

Arrancou uma página do livro e a rasgou ao meio. Depois, um capítulo.
Em pouco tempo, não restava nada senão tiras de palavras, derramadas feito lixo entre suas pernas e em toda a sua volta. As palavras. Por que tinham que existir? Sem elas, não haveria nada disso.
(…)
De que adiantavam as palavras?
Nada acolheu os chamados senão o silêncio.

19 compartilhamentos
Inserida por jessicazanellato