Coleção pessoal de rwoloszyn

1 - 20 do total de 31 pensamentos na coleção de rwoloszyn

Atirem pedras, se irritem,
Demonstrem toda a sua dor,
Espalhem-se e quebrem,
Tudo isso é um horror...

A politica assassina e rouba sem se mostrar,
Diante de nossos olhos,
Ela nunca vai se cansar, e nem nos libertar...

Eles tiram seu dinheiro, para seu voto comprar,
Demonstram compaixão para sua confiança ganhar,
Cheios de cliches e propagandas futeis,
Aparecem na tv com suas idéias inuteis.

Rogerio Woloszyn

Sob as luzes de um Brasil cinzento,
Tanta gente e todo o povo se escondendo,
Com tanta morte, quanta falta de educação...

Com tantos lares, quantas crianças perdidas!
Ao longe o mar, quanta beleza escondida!
De uma história quantas frases mudaram ?
Com tantas ruas, quantos carros passaram ?

Pra onde eu vou viajar?
Aonde eu vou me encontrar?
Se me perder fosse tão facil assim,
Tanta ángustia, não quero isso pra mim..

Rogerio Woloszyn

Inquilino Carnificina

Se tudo der certo eu estarei em um cassino semana que vem,
Mas tudo tem um porem,
A alegria cessa as 7 horas da manhã,
São varios bebados na porta do divã,
Entristecidos pelo bafo de bagulho,
Aborrecidos pela falta de barulho.

Um sujeito esquisito na porta do bar,
Uma maneira diferente de se sentar,
Um olhar para o lado me faz entender,
Que o sujeito novato só quer aprender,
Os costumes de quem já fugiu da prisão,
Por se passar de falso ladrão,

Diferentes jeitos de me encarar,
Uma porta fechada na frente do bar,
Um subito ar fresco na hora exata,
O meu mal jeito na hora da entrada,
Um conhaque com gelo pra me enxaguar,
Quando o que eu mais quero é me embebedar...

Um sujeito esquisito na porta do bar,
Uma maneira diferente de se sentar,
Um olhar para o lado me faz entender,
Que o sujeito novato só quer aprender,
Os costumes de quem já fugiu da prisão,
Por se passar de um falso ladrão,
De uma forma imponente aos que podem ver,
Que esse sujeito de uma certa forma pode ser você.

Rogerio Woloszyn
1 compartilhamento

Sanguinario Plebeu

Solitário, imerso tempo perdido,
Ignorado e por muitos até esquecido,
Sua história em belos panos se perdeu,
De todas suas vitórias, nunca um amigo se rendeu.

De sua lança de marfim, todos tiveram medo,
Com tantos inimigos, esse era o pior pesadelo,
Receber essa carta fajuta,
Logo, no pior momento da luta.

Cravar sua bandeira em pleno campo inimigo?
Fugir da batalha carregando um corpo amigo?
Entrar nesse jogo e perder como um covarde?
Ou lutar e morrer por reis que nem são de verdade ?

Rogerio Woloszyn

Biblia Sagrada!
Se façam apostos, todos os apostolos de Jesus,
Todos aqueles que ergueram a sua cruz,
Justificaram sua morte, em honra a todos nós,
Ofereceu sua alma, pelos nossos pecados,
Jogou todos a lama, e disse que seriamos perdoados,
Senhor você é o nosso mestre, só você sabe o que faz,
Mas liberar todo o pecado, isso não é trazer paz.

Quando o Senhor escalou Nóe,
Para salvar todos os animais,
Ele disse: entre todos os demais,
Cada qual com o seu par,
E tudo mais que a arca suportar...
Menos os repteis maiores,
Eles são da classe inferior,
São todos pecadores,
Foram eles que criaram o rancor.

E a Biblia se demonstrou,
Ela explicou como o humano apareceu,
Desde Adão e Eva, até o povo hebreu,
Toda o terreno cristão, e todo o mundo europeu,
Como tudo brotou, como tudo se desenvolveu,
Mas com um pequeno erro, da America esqueceu,
É dificil entender como a gente morreu,
Eram Incas, Astecas e Maias, e tudo se perdeu,
Todo o povo cristão, mostrando quem era Deus!

Rogerio Woloszyn
1 compartilhamento

O Sol no horizonte,
Um destino mais escuro,
Um lugar muito mais distante,
Da guerra um lugar frio,
O soldado mais forte,
A beleza da rainha,
O improviso do acaso,
São dois passos alem do mar,
Sua vida inteira perdida,
Sua escolha entre o odioar,
E sua vontade de perdoar,
Uma estrada infinita,
Em varios caminhos opostos,
Todos com o mesmo final.

Rogerio Woloszyn

Simplesmente, o agora virou tarde,
Para quem ontem, quis buscar a verdade,
O hoje parece muito perto,
Mas normalmente é no amanhã que você vai ver o que é certo.

Rogerio Woloszyn

É a gente que fecha os olhos a noite,
Que fecha a mente e simplesmente se esconde,
A gente normalmente dorme um terço de nossa vida,
Então por que não tentar ignorar o sono ao máximo,
E aproveitar muito mais, o que a vida nos oferece,
Vamos sair, vamos conhecer, viver....
Alguns falam mal de quem fica a noite por ai,
Porem quem decide o que é certo é cada um,
E cada um aproveita a sua quantidade de horas da forma que achar melhor,
Seja dormindo, pensando, ou conhecendo!

Rogerio Woloszyn

Deite, relaxe, sorria, faça o melhor de ti,
e principalmente, para ti,
Ignore o que achar ruim, o que for improprio para você,
Busque as coisas simples, as coisas mais simples que fazem você feliz,
É fácil caminhar e ir de encontro ao que você procura,
Não precisar correr, pois com paciência tudo se consegue.

Rogerio Woloszyn

Diga quem souber!

Qual sera a semelhança entre o bem e o mal?
Qual sera o dia, em que tudo será tão normal?
Qual seria o melhor dia para a solidão?
Quem será que vai causar toda essa escuridão?
Estrangeiros se enrolam, o tunel escurece,
E ninguem se importa se voce aparece.
Com toda essa sombra quem vai me iluminar?
Com esse arco-iris como o sol vai brilhar?
Quem perderia a luta, quem venceria?
Se todo mundo pode, por que eu não poderia ?
Quem vai viajar pra Marte, quem vai conhecer a lua?
Quem quer desaparecer, quem quer ser somente sua?
Diga quem souber, o que esta por vir,
Diga quem souber, o que será melhor pra mim,
Diga quem souber, mas diga com toda razão,
Se é certo ou errado, ou se é só imaginação,
Qual o nome pra liberdade?
Qual o destino da libertação?
Se a gente vai pra guerra, ou pro campo de concentração,
Para o exercito ou para a revolução.

Rogerio Woloszyn

Situação estranha, sou eu aqui de novo,
Com olhos abertos, esperando reação,
Meu medo convertido,
Em pena, constrangimento e ilusão,
Tudo o que passou não volta,
Não adianta nem tentar,
É você quem decide,
se abre a porta, e se deixa entrar.

Só demonstre paciência,
há quem lhe oferece atenção
Chute o balde varias vezes,
grite pela sua razão,
Surprenda-se com o raro,
Envelheça com a paixão!

Se é consetimento o que você precisa,
Não precisa nem discutir,
Faça suas vontades,
Enfrente as minha verdades,
Decida-se com seu futuro,
Pois independente de você,
eu sou dono do meu mundo...

Só demonstre paciência,
há quem lhe oferece atenção,
Chute o balde varias vezes,
grite pela sua razão,
Suprenda-se com o raro,
Envelheça com a paixão!

Rogerio Woloszyn

É eu sei, acabou o dia,
Eu viajei me estressei,
e o que era triste, agora,
se transforma em agonia,
Todo o encanto da alegria,
Se perde sem razão,
É calado pelo laço da poesia,
Tudo ao certo é tão pequeno,
Quanto o homem, um monumento,
Uma estatua que se quebra,
Enferrujada, tão inquieta,
A dor corroi todo meu sentimento,
Todas as lembranças,
São transformadas em lamento,
Eu me fecho, mes esqueçam,
Sou tão fragil, tão quebravel,
Me refugio nos seus braços,
Mesmo assim me sinto isolado,
Perdido no seus beijos,
Sendo tão amado,
Mas mesmo assim, me sinto isolado!

Rogerio Woloszyn

As vezes eu imagino que sou um astronauta,
La em cima, acima de tudo e de todos,
Me sinto grande, o melhor, indestrutivel,
Mas logo me cai a ficha e me volto a realidade,
Não sou nada mais que ninguem,
Alias, varias vezes é assim que me sinto,
Um ninguem, um simples clandestino em um mundo estranho,
Um planeta aonde todo mundo parece normal,
O normal enjoa, faz mal a todos,
Ainda bem que me sinto diferente, pelo menos pra mim,
Os outros me imaginam normal, eu sei disso por mim mesmo,
Já tentei ser o que eu não sou,
Ser fiel a minhas palavras,
Falar e fazer não é algo que eu sei muito bem,
O que eu digo quase sempre não concorda com o que eu faço,
Então, eu traço uma rota cheia de mentiras,
Eu não entendo até onde eu quero chegar,
Procuro o melhor, mas nasci errado infelizmente,
Meu mundo é outro, sou clandestino,
Tentei ser o melhor de mim,não consegui
Não, por que o erro ja nasceu comigo...

Rogerio Woloszyn

Eu quero!

Eu quero um simples sorriso em você,
Eu quero enlouquecer, sentir o seu prazer,
Eu quero viajar, ir pra lugares distantes,
Te levar pra outro mundo,
Te deixar feliz só em me ver.

Eu quero estar pra sempre ao teu lado,
Eu quero envelhecer diante de você,
Eu quero viajar em seu olhar,
E assim me perder pelo seu beijo,
Te levar pra outro mundo,
Te deixar feliz de todo jeito.

Eu sei que vou falar sobre coisas que vi na TV,
Eu sei que vou lembrar daquela música,
De quando estou com você,
Adoro os seus recados
Eu amo seus beijos roubados,
Dos sonhos que a gente fala,
Da viagem que foi programada.

Eu desejo tudo de bom pra você,
Eu adoro ficar contigo abraçado,
Eu me importo com o seu futuro,
Eu conheço todo o seu passado,
Eu quero ficar contigo,
Eu quero envelhecer ao seu lado.

Rogerio Woloszyn

O tempo é cruel
Ele te faz esperar, quando a última coisa que você quer é esperar,
Trava, fica imóvel, e você angustiado, enjaulado,
E nos melhores momentos, aonde você realmente queria que ele parasse,
Naquele segundo aonde tudo parece otimo, o tempo faz o efeito contrario,
Ele voa, simplesmente te esquece e passa o mais rápido possivel.
O mais engraçado, é notar as pessoas mudando com o tempo,
De uma hora pra outra, tudo aquilo que era o bom do momento,
Passa a ser chamado de brega, ridiculo, antiquado,
Enquanto as novas modinhas que estão surgindo, mesmo que esquisitas,
e muitas vezes sem graça, são a modinha de hoje,
Menininhas adoram garotinhos com calças coloridas e vozes femininas,
Letras de músicas não existem mais, é tudo repetitivo e enjoativo,
Andar de preto na rua, ja reune varios motivos pra você ser um maconheiro.
Eu queria que existisse uma maquina no tempo, seria tão bom voltar,
Ver o passado que eu não conheci pessoalmente,
Ver as pessoas que mesmo agora, depois de mortas, eu as idolatro,
Passar um tempo com meus antepassados,
Conhecer um pouco mais da historia, de um mundo que tinha um pouco mais de ideologia na cabeça, mais cultura, e bem menos modismo.

Rogerio Woloszyn
1 compartilhamento

Ainda estamos inventando a roda, já projetando o disco voador!

Rogerio Woloszyn

País Verde!

Atirem pedras, se irritem,
Mostrem toda sua dor,
Espalhem-se e quebrem,
Tudo isso é o horror.
A politica assassina,
Rouba sem se mostrar,
Diante de nossos olhos,
Ela nunca vai se cansar.
Pra que ser tão fiel,
Se o país vai lhe enganar,
Escondam suas armas,
Por que são eles, quem atiram pra matar..

Eles tiram seu dinheiro,
Para seu voto comprar,
Eles demonstram compaixão,
Para sua confiança ganhar,
Cheios de clichês
E propagandas fúteis,
Aparecem na Tv,
Com suas ideias inúteis.

Trabalhadores sem remuneração,
Competição de quem rouba mais,
Corrupção em todo plenario,
E é o povo quem fica sem salario.
Em cada estado, é um pior que o outro,
Salafarios, de cara cheia,
Empurrando miseria em nossa teia,
Nos chamando de aranhas,
Nos dando comida,
Com cheiro de inseticida....

Eles tiram seu dinheiro,
Para seu voto comprar,
Eles demonstram compaixão,
Para sua confiança ganhar,
Cheios de clichês
E propagandas fúteis,
Aparecem na Tv,
Com suas ideias inúteis.

Rogerio Woloszyn
1 compartilhamento

Louco Mundo!

Eu não levei a serio
Não achei que fosse embora,
Mas sempre acontece,
Tudo tem a sua hora,
Minha vida mudou , mas,
Não deixei de lado você,
O tempo acalmou, mas,
ainda penso em você...
O que mudou na minha vida eu não sei,
O relogio tenta curar as feridas,
Eu sigo minha vida em paz,
Atras de alguem que me faça esquecer,
Porem, tudo é tão real, é tão dificil entender,
Então,Por que me deixou?
Tento me lembrar suas vontades,
Suas manias, me deixavam louco,
O tempo alegre que passamos não volta mais,
Só passa a vontade de te reencontrar num sonho,
Eu to tentando voltar no tempo do absurdo,
É dificil curar, a ferida que dói,
Um curativo, não tem solução,
Mas eu sei que isso é uma pequena pagina desse louco mundo!

Rogerio Woloszyn

Ventooo

Por que assim desse jeito,
Um jeito descolado,
do tipo importunado,
Tirando com minha cara,
Parece que o dia chegou mais cedo
Num tal dia sem vento,
Talvez a tristeza me invade
Num lugar, sem dó sem medo,
Aonde prevalece, a alegria,
O empolgante, a tristeza,
Ou aquele dia chato no relento
E é sempre, quando se espera,
Não se passa aquilo , que se repassa,
Alem do que, jamais há aquilo que me dizem,
no que o vento me devassa, alem,
do que se faz na sua vida,
Alem do mais, aquilo que um dia,
Aonde demais, porem, por quem,
Talvez a gente faça mais,
Que o que se procura, aonde o vento,
No intervalo, no escanteio, alem do penalti
Aonde a bola escura, devaneio pro outro lado, impedido,
Sem destino, se procura o outro lado, no desejo,
De viver, sem ao menos descobrir,
A rima do destino que me faça imprimir,
O que ao certo me indaga, ao lado,
Aonde eu me mostrava,
No que ao certo, to nem ai,
Só o vento do destino,
Que me acalma, me ilude,
Me desliga, desse mundo,
Desse lado, desse tudo!!

Rogerio Woloszyn
1 compartilhamento

Orgulhoso!

Sinto que as vezes sou voluvel,
Quero muito uma coisa,
Quero ver todos,
Que todos estejam disponivel a mim,
E as vezes me escondo em meu canto,
Sem querer ver ninguem,
Simplesmente um repouso pra mente,
Um descanço, um descaso com o mundo,
Um desejo profundo, de simplesmente refletir,
Viajar no subconsciente,
Descobrir novos caminhos, novos lugares,
Atravez de um tipo de sonho,
Aonde a gente esteja acordado,
Muitas vezes, me sinto centrado em meus propositos,
Como alguem realmente responsavel,
E logo descubro, que aquilo, realmente não é pra mim,
Não sou um ser indefeso, não sou ignorante,
Sei dos maleficios que faço a mim mesmo,
E certamente não me importo com isso,
Não posso viver mais que meu tempo,
Porque realmente, as vezes nem sei se vale a pena,
Ficar mais tempo na Terra, com tanta violência,
Tanta ganancia pelo dinheiro, pelo poder,
Tanta magoa refletida, em meio a povos,
O olhar pela classe, pela raça, por seu sangue,
Por seu jeito de amar, de sentir, de viver.
As vezes tambem, eu penso,
Se não sou eu quem penso errado,
Que cometo os erros por pensar assim,
De querer ser tão egoista,
Ser tão dono de mim,
De deixar os erros dos outros de lado,
De me sentir orgulhoso,
Pelo simples fato de Deus ter me feito do jeito que sou,
Com cada gesto, cada palavra, qualquer movimento,
Tudo o que eu faço, eu sinto que faço bem,
Porem, mesmo estando da pior maneira,
Na pior das hipoteses, eu me sinto feliz,
Porque foi assim que eu fiz!

Rogerio Woloszyn
1 compartilhamento