Rogerio Woloszyn

1 - 25 do total de 31 pensamentos de Rogerio Woloszyn

Tudo está escuro,
E todo mundo virou as costas,
A vida começou, a morte me enterrou,
Talvez tudo fosse mais fácil no seu ver,
Tudo o que você faz, tudo que você ganha,
Nunca fiz de mim um jogador,
Mas eu sei que perdi a aposta,
Dados lançados, vidas em jogo,
Bombas no ar, desespero no chão,
Sucatas, mendingos, ricos e pobres,
Tudo se mistura pelo tentar sobreviver
Mas sobreviver só, não é vida,
É desespero, é destino,
É destruição, é o futuro em sua mão,
É o medo de tentar, a coragem pra desistir,
Querem que você consiga,
Mas sabem que é inútil você tentar.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Eu sou quem eu quero ser,
Ser grande,
Ser poeta,
Ser o obliquo do possível,
A destruição do ser
O desequilibro dos dias,
A vontade dos deuses,
O maldito pergaminho daqueles sem futuro,
Ou o vento que sopra de diferentes lados,
Mais do que eu faço, sou aquilo que eu penso,
Por que as vezes é duro, dar razão, ao bom censo,
Ou pior que isso,
Ir contra a consciência,
Um cantor sem sua banda,
Um terrorista sem apetrechos,
Um dia sem suas horas,
Uma vida sem um amor,
A sua vontade de ser escolhida,
A maldade do meu ser,
O desejo do compositor,
Uma verdade com mentiras,
O obvio do acaso,
O álcool no seu sangue,
Aquilo que te faz ver a realidade,
Um dia na praia,
Um dia de chuva,
Com sua fúria,
No seu cálice sagrado,
A imaginação daquele que escreve
Ou a luxuria de quem lê,
O descaso com a humanidade,
A violência, a maldade,
Sou tudo que você possa pensar,
Ou sentir,
Sou aquilo que você vê,
O que não pode ser visto!

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Penso em você e reflito,
Tenho você comigo,
Sua vida e a minha no infinito,
Paixão suave, com todo tipo de caretice,
Ciúmes, loucuras, vontades,
Amor, vida, mentiras e verdades.

Posso falar o que eu sinto com você?
Todo tipo de prazer,
Vontade de voar,
De poder lhe recitar todo o meu amor em versos,
E contigo outra vez sentir
aquilo que me fez sorrir.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

O que podemos fazer se são eles que mandam,
A sociedade impune nos destrói e nos distorce,
Enquanto nós, calados, e sem rumo,
Vitimas e às vezes bandidos,
De políticos sem almas e corruptos.

Sem percepção de medo,
Sem escuridão constrangida,
Com desejos ardentes,
E muitos sonhos na vida.

Vontades estranhas,
Feridas na boca,
Loucos na rua,
Viciados na esquina,
Tudo passou, e tudo está de volta.

O que eu sinto, não faz parte da sua vida,
Faz parte da nossa vida,
Não pense, jogue fora isso,
Seus pensamentos são inúteis,
O que foi não volta,
E o futuro, não se muda.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Pensando no tempo, ele parou
Voando com o vento, e ele passou
Parei na escrita,
Dos versos e rimas
De uma estória cantada,
De uma cidade encolhida,
Em rebanhos desertos,
Em estradas escuras,
Nas esquinas de ruas,
Ou em lugares distantes,
Viagens á mares,
Pensamentos constantes,

Me fazem refletir,
Que realmente o que eu vi não estava ali,
Tudo ilusão de uma mente careta e sem rumo,
Meu destino eu encurto com essa lata de cerva
E esse maço de fumo.

Toques na boca,
Celulares ligados,
O transito em transe,
Da vida um romance,
Do romance uma estória,
Dessa estória um desejo,
Do desejo um olhar,
Desse olhar vejo você,
Em você encontro o caminho,
O caminho da vida.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Um dia,
O que era tempo será cobrança.
O que foi dito será memória.
O que pensaram, será mentira.
O que foi feito será lembrança.
O que não existe, será esquecido.
O que era azul será cinza.
O que nós vimos será miragem.
O que perdemos será a guerra.
O que ganhamos será a paz.
O que foi vivido será pra sempre.
O que amamos será divino.
O que plantamos será queimado.
O que foi triste será melhor.
O que foi diferente,será monótono
O que a gente esperou,será passado
O que foi sentido,será dor
O que era uma lagrima,será mentira
O que foi amor,será lembrança
O que se conquistou,será de outros
O que a gente quis, será esperança
O que a gente precisa, um dia...

Rogerio Woloszyn

Será que só agora que a gente errou?

Nossa primeira briga,
Meu primeiro desafeto,
A tristeza me enlouquece,
Mas o dia me aquece.
Tem um dia tão bonito lá fora,
Vamos lá nos divertir,
Esquecer o que passou,
Tanta coisa mudou,
Juntos há tanto tempo,
Será que só agora que a gente errou?

Nem tudo está tão certo,
Nem o relógio me diz o tempo correto,
O medo me dá arrepio,
E o acaso parece tão óbvio.

Quando eu entro em casa,
Percebo sua foto em minha sala
Esses dias foram lindos
Por que tudo mudou,
Será que só agora que a gente errou?

Nem tudo está tão certo,
Nem o relógio me diz o tempo correto,
O medo me dá arrepio,
E o acaso me parece tão obvio.

Essas estrelas que não paro de contar,
Me fazem pensar aonde você está
No mesmo caminho onde a gente passou?
No mesmo lugar onde a gente se amou?
Será que só agora que a gente errou?

Rogerio Woloszyn

Vento Clandestino
Nosso tempo esta parado
Naquele mesmo instante
Naquele mesmo lado
Esse vacuo constante,
A porta aberta no silencio,
O sol queimando nossa mente...

E assim veio o destino,
Trazendo dor e escuridão,
Uma especie de vento clandestino
Que destruiu nossa ilusão,
Um tempo que despeja uma dor imensa,
Mas que traz uma doce depressão.

Não vou chorar enquanto voce estiver aqui,
Vou desaparecer por ai,
Vou me encontrar com alguns amigos,
Tomar algo, me embriagar,
Dormir na rua, ou na esquina,
Talvez em casa, ou aqui no bar...

E assim veio o destino,
Trazendo dor e escuridão,
Uma especie de vento clandestino
Que destruiu nossa ilusão,
Um tempo que despeja uma dor imensa,
Mas que traz uma doce depressão....

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Pensamento Constante!

Nas vezes que eu paro
Nas vezes que viajo,
Nos dias de sol
Nas noites de solidão,
Quando não ha nada pra se fazer
É que eu penso,
É que eu reflito, que a vida
Poderia ser só eu e você,
Mas como nada é perfeito
As vezes a dor toma conta da gente
Como um abismo profundo
Aonde não se enxerga o final
Mas pra que pensar,
Se o que eu faço é por ti
Mas pra que pensar,
Se o que eu faço é te amar,
A vida me machuca,
A vida me destrói,
Um dia na sarjeta,
Como um dia de solidão
O tempo como um nada,
E um pensamento em vão.
Um lugar solto no mapa,
Um lugar pra se viver,
Um lugar aonde eu penso,
Que a vida, poderia ser só eu e você,
Mas pra que pensar,
Se o que eu faço é por ti,
Mas pra que pensar,
Se o que eu faço é te amar,
Talvez faça sentido
Talvez não encontre nada,
Nas curvas do meu tempo
Nas curvas da minha estrada,
O que a gente faz é pra viver melhor
O que a gente faz é pra inventar um sol
Aonde eu possa lhe aquecer,
E assim, talvez, a gente possa nos encontrar,
Em um jantar a luz de velas,
Em uma tarde em frente ao mar.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn
1 compartilhamento

Momentos de plagio

Vento,sombra,luz e ilusão,
Aperto o passo pra sair de sua prisão,
Sangue,morte,medo e escuridão,
Minha vida aberta para o seu coração...

Um caminho que une,
O meu dia ao seu,
Sua passagem ilude,
Mas me mostra o que é meu,

Uma porta aberta,
Um segredo hilário,
Seu medo mais escuro,
Ou então, o seu dicionario.

Quando suas palavras,
Voce for falar,
Em que tudo se opõe,
Quem sou eu pra escutar?

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Na escuridão do meu silencio,
O vento meu unico amigo,
Em um despreso sem fim,
Me desespero ao lamento do meu ego,
Em um desejo de magoa sem sentido,
Busco, talvez no infinito,
A razão do meu ser,
Aonde tudo o que eu faço
Pode ser de todo o agrado,
No meu canto glorioso,
Em um grito majestoso,
No bem estar do meu viver,
Refletindo tudo o que eu vejo,
Pensando em tudo que eu desejo,
Vejo o meu mundinho passando lá fora,
Como uma escada para o além
Trancado no meu quarto,
Escrevendo coisas poéticas,
Sem notar, que o mundo em si é uma poesia,
As vezes, queria que tudo fosse como um sonho,
Aonde você corre como um raio,
Você voa como um passaro,
Você mergulha como um submarino,
E ama como se não existisse o adeus.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Orgulhoso!

Sinto que as vezes sou voluvel,
Quero muito uma coisa,
Quero ver todos,
Que todos estejam disponivel a mim,
E as vezes me escondo em meu canto,
Sem querer ver ninguem,
Simplesmente um repouso pra mente,
Um descanço, um descaso com o mundo,
Um desejo profundo, de simplesmente refletir,
Viajar no subconsciente,
Descobrir novos caminhos, novos lugares,
Atravez de um tipo de sonho,
Aonde a gente esteja acordado,
Muitas vezes, me sinto centrado em meus propositos,
Como alguem realmente responsavel,
E logo descubro, que aquilo, realmente não é pra mim,
Não sou um ser indefeso, não sou ignorante,
Sei dos maleficios que faço a mim mesmo,
E certamente não me importo com isso,
Não posso viver mais que meu tempo,
Porque realmente, as vezes nem sei se vale a pena,
Ficar mais tempo na Terra, com tanta violência,
Tanta ganancia pelo dinheiro, pelo poder,
Tanta magoa refletida, em meio a povos,
O olhar pela classe, pela raça, por seu sangue,
Por seu jeito de amar, de sentir, de viver.
As vezes tambem, eu penso,
Se não sou eu quem penso errado,
Que cometo os erros por pensar assim,
De querer ser tão egoista,
Ser tão dono de mim,
De deixar os erros dos outros de lado,
De me sentir orgulhoso,
Pelo simples fato de Deus ter me feito do jeito que sou,
Com cada gesto, cada palavra, qualquer movimento,
Tudo o que eu faço, eu sinto que faço bem,
Porem, mesmo estando da pior maneira,
Na pior das hipoteses, eu me sinto feliz,
Porque foi assim que eu fiz!

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn
1 compartilhamento

Ventooo

Por que assim desse jeito,
Um jeito descolado,
do tipo importunado,
Tirando com minha cara,
Parece que o dia chegou mais cedo
Num tal dia sem vento,
Talvez a tristeza me invade
Num lugar, sem dó sem medo,
Aonde prevalece, a alegria,
O empolgante, a tristeza,
Ou aquele dia chato no relento
E é sempre, quando se espera,
Não se passa aquilo , que se repassa,
Alem do que, jamais há aquilo que me dizem,
no que o vento me devassa, alem,
do que se faz na sua vida,
Alem do mais, aquilo que um dia,
Aonde demais, porem, por quem,
Talvez a gente faça mais,
Que o que se procura, aonde o vento,
No intervalo, no escanteio, alem do penalti
Aonde a bola escura, devaneio pro outro lado, impedido,
Sem destino, se procura o outro lado, no desejo,
De viver, sem ao menos descobrir,
A rima do destino que me faça imprimir,
O que ao certo me indaga, ao lado,
Aonde eu me mostrava,
No que ao certo, to nem ai,
Só o vento do destino,
Que me acalma, me ilude,
Me desliga, desse mundo,
Desse lado, desse tudo!!

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn
1 compartilhamento

Louco Mundo!

Eu não levei a serio
Não achei que fosse embora,
Mas sempre acontece,
Tudo tem a sua hora,
Minha vida mudou , mas,
Não deixei de lado você,
O tempo acalmou, mas,
ainda penso em você...
O que mudou na minha vida eu não sei,
O relogio tenta curar as feridas,
Eu sigo minha vida em paz,
Atras de alguem que me faça esquecer,
Porem, tudo é tão real, é tão dificil entender,
Então,Por que me deixou?
Tento me lembrar suas vontades,
Suas manias, me deixavam louco,
O tempo alegre que passamos não volta mais,
Só passa a vontade de te reencontrar num sonho,
Eu to tentando voltar no tempo do absurdo,
É dificil curar, a ferida que dói,
Um curativo, não tem solução,
Mas eu sei que isso é uma pequena pagina desse louco mundo!

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

País Verde!

Atirem pedras, se irritem,
Mostrem toda sua dor,
Espalhem-se e quebrem,
Tudo isso é o horror.
A politica assassina,
Rouba sem se mostrar,
Diante de nossos olhos,
Ela nunca vai se cansar.
Pra que ser tão fiel,
Se o país vai lhe enganar,
Escondam suas armas,
Por que são eles, quem atiram pra matar..

Eles tiram seu dinheiro,
Para seu voto comprar,
Eles demonstram compaixão,
Para sua confiança ganhar,
Cheios de clichês
E propagandas fúteis,
Aparecem na Tv,
Com suas ideias inúteis.

Trabalhadores sem remuneração,
Competição de quem rouba mais,
Corrupção em todo plenario,
E é o povo quem fica sem salario.
Em cada estado, é um pior que o outro,
Salafarios, de cara cheia,
Empurrando miseria em nossa teia,
Nos chamando de aranhas,
Nos dando comida,
Com cheiro de inseticida....

Eles tiram seu dinheiro,
Para seu voto comprar,
Eles demonstram compaixão,
Para sua confiança ganhar,
Cheios de clichês
E propagandas fúteis,
Aparecem na Tv,
Com suas ideias inúteis.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn
1 compartilhamento

Ainda estamos inventando a roda, já projetando o disco voador!

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

O tempo é cruel
Ele te faz esperar, quando a última coisa que você quer é esperar,
Trava, fica imóvel, e você angustiado, enjaulado,
E nos melhores momentos, aonde você realmente queria que ele parasse,
Naquele segundo aonde tudo parece otimo, o tempo faz o efeito contrario,
Ele voa, simplesmente te esquece e passa o mais rápido possivel.
O mais engraçado, é notar as pessoas mudando com o tempo,
De uma hora pra outra, tudo aquilo que era o bom do momento,
Passa a ser chamado de brega, ridiculo, antiquado,
Enquanto as novas modinhas que estão surgindo, mesmo que esquisitas,
e muitas vezes sem graça, são a modinha de hoje,
Menininhas adoram garotinhos com calças coloridas e vozes femininas,
Letras de músicas não existem mais, é tudo repetitivo e enjoativo,
Andar de preto na rua, ja reune varios motivos pra você ser um maconheiro.
Eu queria que existisse uma maquina no tempo, seria tão bom voltar,
Ver o passado que eu não conheci pessoalmente,
Ver as pessoas que mesmo agora, depois de mortas, eu as idolatro,
Passar um tempo com meus antepassados,
Conhecer um pouco mais da historia, de um mundo que tinha um pouco mais de ideologia na cabeça, mais cultura, e bem menos modismo.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn
1 compartilhamento

Eu quero!

Eu quero um simples sorriso em você,
Eu quero enlouquecer, sentir o seu prazer,
Eu quero viajar, ir pra lugares distantes,
Te levar pra outro mundo,
Te deixar feliz só em me ver.

Eu quero estar pra sempre ao teu lado,
Eu quero envelhecer diante de você,
Eu quero viajar em seu olhar,
E assim me perder pelo seu beijo,
Te levar pra outro mundo,
Te deixar feliz de todo jeito.

Eu sei que vou falar sobre coisas que vi na TV,
Eu sei que vou lembrar daquela música,
De quando estou com você,
Adoro os seus recados
Eu amo seus beijos roubados,
Dos sonhos que a gente fala,
Da viagem que foi programada.

Eu desejo tudo de bom pra você,
Eu adoro ficar contigo abraçado,
Eu me importo com o seu futuro,
Eu conheço todo o seu passado,
Eu quero ficar contigo,
Eu quero envelhecer ao seu lado.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

As vezes eu imagino que sou um astronauta,
La em cima, acima de tudo e de todos,
Me sinto grande, o melhor, indestrutivel,
Mas logo me cai a ficha e me volto a realidade,
Não sou nada mais que ninguem,
Alias, varias vezes é assim que me sinto,
Um ninguem, um simples clandestino em um mundo estranho,
Um planeta aonde todo mundo parece normal,
O normal enjoa, faz mal a todos,
Ainda bem que me sinto diferente, pelo menos pra mim,
Os outros me imaginam normal, eu sei disso por mim mesmo,
Já tentei ser o que eu não sou,
Ser fiel a minhas palavras,
Falar e fazer não é algo que eu sei muito bem,
O que eu digo quase sempre não concorda com o que eu faço,
Então, eu traço uma rota cheia de mentiras,
Eu não entendo até onde eu quero chegar,
Procuro o melhor, mas nasci errado infelizmente,
Meu mundo é outro, sou clandestino,
Tentei ser o melhor de mim,não consegui
Não, por que o erro ja nasceu comigo...

Rogerio Woloszyn

É eu sei, acabou o dia,
Eu viajei me estressei,
e o que era triste, agora,
se transforma em agonia,
Todo o encanto da alegria,
Se perde sem razão,
É calado pelo laço da poesia,
Tudo ao certo é tão pequeno,
Quanto o homem, um monumento,
Uma estatua que se quebra,
Enferrujada, tão inquieta,
A dor corroi todo meu sentimento,
Todas as lembranças,
São transformadas em lamento,
Eu me fecho, mes esqueçam,
Sou tão fragil, tão quebravel,
Me refugio nos seus braços,
Mesmo assim me sinto isolado,
Perdido no seus beijos,
Sendo tão amado,
Mas mesmo assim, me sinto isolado!

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Situação estranha, sou eu aqui de novo,
Com olhos abertos, esperando reação,
Meu medo convertido,
Em pena, constrangimento e ilusão,
Tudo o que passou não volta,
Não adianta nem tentar,
É você quem decide,
se abre a porta, e se deixa entrar.

Só demonstre paciência,
há quem lhe oferece atenção
Chute o balde varias vezes,
grite pela sua razão,
Surprenda-se com o raro,
Envelheça com a paixão!

Se é consetimento o que você precisa,
Não precisa nem discutir,
Faça suas vontades,
Enfrente as minha verdades,
Decida-se com seu futuro,
Pois independente de você,
eu sou dono do meu mundo...

Só demonstre paciência,
há quem lhe oferece atenção,
Chute o balde varias vezes,
grite pela sua razão,
Suprenda-se com o raro,
Envelheça com a paixão!

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Diga quem souber!

Qual sera a semelhança entre o bem e o mal?
Qual sera o dia, em que tudo será tão normal?
Qual seria o melhor dia para a solidão?
Quem será que vai causar toda essa escuridão?
Estrangeiros se enrolam, o tunel escurece,
E ninguem se importa se voce aparece.
Com toda essa sombra quem vai me iluminar?
Com esse arco-iris como o sol vai brilhar?
Quem perderia a luta, quem venceria?
Se todo mundo pode, por que eu não poderia ?
Quem vai viajar pra Marte, quem vai conhecer a lua?
Quem quer desaparecer, quem quer ser somente sua?
Diga quem souber, o que esta por vir,
Diga quem souber, o que será melhor pra mim,
Diga quem souber, mas diga com toda razão,
Se é certo ou errado, ou se é só imaginação,
Qual o nome pra liberdade?
Qual o destino da libertação?
Se a gente vai pra guerra, ou pro campo de concentração,
Para o exercito ou para a revolução.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Deite, relaxe, sorria, faça o melhor de ti,
e principalmente, para ti,
Ignore o que achar ruim, o que for improprio para você,
Busque as coisas simples, as coisas mais simples que fazem você feliz,
É fácil caminhar e ir de encontro ao que você procura,
Não precisar correr, pois com paciência tudo se consegue.

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

É a gente que fecha os olhos a noite,
Que fecha a mente e simplesmente se esconde,
A gente normalmente dorme um terço de nossa vida,
Então por que não tentar ignorar o sono ao máximo,
E aproveitar muito mais, o que a vida nos oferece,
Vamos sair, vamos conhecer, viver....
Alguns falam mal de quem fica a noite por ai,
Porem quem decide o que é certo é cada um,
E cada um aproveita a sua quantidade de horas da forma que achar melhor,
Seja dormindo, pensando, ou conhecendo!

Rogerio Woloszyn
Inserida por rwoloszyn

Simplesmente, o agora virou tarde,
Para quem ontem, quis buscar a verdade,
O hoje parece muito perto,
Mas normalmente é no amanhã que você vai ver o que é certo.

Rogerio Woloszyn