Coleção pessoal de rosabergcine

121 - 140 do total de 369 pensamentos na coleção de rosabergcine

VOLTA À VIDA

No silêncio, reencontrei a calma
e assim, descansei minha alma,
das tristezas que habitaram os meu dias.

E novamente,estou aqui
no tempo e dentro do espaço,
com o coração dando seus passos,
caminhando na busca de uma nova estação.

Estou inteira, não mais em pedaços.
Posso até ver as estrelas enfeitando o meu chão.
Como é bom estar de novo na vida
Sem ferida, sem medo de morrer.

Tags: poema vida

DA MENTIRA, INVENTO RIMA

Sou uma pobre poeta,
que da mentira
inventa rima
para depois
viver no meu presente,
tão demente,
tão solvente!
Na verdade, sou uma farsante.
Vivo num caminho errante.
Minhas palavras são inversas aos sentimentos
e os meus momentos transbordados de paixão,
porque sou uma alma em erupção.
Em meu coração, não habitam instantes,
nem amores ambulantes,
nem minha emoção é vacilante.
O que sinto e por quem sinto
é um amor gritante,.
e como não sei fazer isso parar,
escrevo versos reversos,
na tentativa de meu choro sufocar.

Tags: poema mentira

FANTASIA

Tem horas que,
em vez de saber correr,
eu gostaria de voar,
para pousar em qualquer canto e avistar,
o namoro da lua com o mar.

Tem horas que,
em vez de fazer movimento,
eu gostaria de ser vento,
para brincar com as nuvens e viajar,
num tapete mágico de algodão.

Tem horas que,
em vez de acordar,
eu gostaria de continuar a sonhar
para deixar a fantasia se assanhar
e em criança ela me transformar

Tem horas que,
em vez de aparecer,
eu gostaria de me esconder,
para fingir que não estou
e você não descobrir que eu menti.

Tem horas que,
em vez ser seu eu mesma,
eu gostaria de ser você
para sentir o que sente você
e depois, seus sentimentos esquecer.

Tem horas que,
em vez de ter voz,
eu gostaria de ser palavra,
para visitar as almas dos poetas
e de amor, eternamente, poder morrer.

Tags: poemas fantasia

PERFUME NO AR

Suspenso no ar
o perfume da relva que veio banhar,
o corpo desnudo na cama a revirar,
esperando o amor que está para chegar.

Suspenso no ar,
o perfume da chuva que cai devagar,
nas entranhas da terra para encharcar,
a alma esfuziante que quer se entregar.

Suspenso no ar,
o perfume da sereia que veio do mar,
que usa “Água de Colônia” para embriagar,
os sentidos de quem deseja namorar.

Suspenso no ar,
perfume da noite que chega num açoite,
fazendo o desejo, no seu silêncio, despertar
e na loucura da paixão estonteante flutuar

Tags: poemas perfume

ALMAS

Almas inquietas se deparam
e no silêncio das vozes, se falam,
em tratados secretos se calam.

Almas carentes se sentem
e as suas verdades não mentem,
em cumplicidade se acendem.

Almas doloridas se acham,
e na solidão da noite, se abraçam,
em promessas divinas, se enlaçam.

Tags: POEMAS ALMA

SEM VOCÊ AMIGO, NÃO SEI NAVEGAR.

Você, que na minha vida, faz toda diferença.
Que é minha companhia e me ajuda a caminhar.
Que me traz alegria, quando vem comigo conversar.
Que quebra a minha rotina com as risadas que dá.
Que nem preciso pedir ajuda, porque aqui já está.
Que elogia o meu penteado, mesmo quando desarrumado.
Que chega aqui correndo como um louco,
quando me escondo no meu porão do sufoco
e me traz uma flor para me acalmar
Que sempre tem coisas boas para me contar,
mesmo quando a seu lado, resolvo me calar.
Que não tem pressa de ir embora, quando resolvo falar.
Que compreende o que digo, sem eu ter que me explicar.
Que não me deixa bater em retirada, quando estou apavorada.
Que me leva a sério quando me queixo de solidão.
Que acredita que não sou causa perdida, quando minha coragem resolve cochilar.
e corro risco sem necessidade só pelo gosto de me aventurar. Que cuida de minhas feridas que latejam, sem nunca reclamar.
Que encosta a minha cabeça no seu ombro, quando começo a chorar.
Que não tem medo de me dizer a verdade e ouvir a minha explosão.
Que compartilha comigo os sonhos de seu coração para me fazer sonhar.
E que no seu desespero, no meio da noite, não titubeia em me ligar,
ao descobrir que vendeu a sua alma o diabo e não sabe como se safar.
Ou mesmo,em me acordar na madrugada só para dizer onde está.
A você amigo, eu posso lhe afirmar:
Sem você nesta vida, não sei navegar.

Tags: POEMAS AMIZADE

O ar da manhã,
respiro.
No calor do sol,
transpiro.
Sobre relva molhada,
me viro.
O vento me sopra,
espirro
Na preguiça da tarde,
suspiro.
Na poesia da noite,
me inspiro.
Sob a luz das estrelas,
cintilo!

Tags: poemas inspiração

PULSAÇÃO

Pulsa, desenfreado, o sentimento,
que resiste a tempestade,
que rouba o momento,
que faz sentir culpa,
que vira tormento.

Pulsa, desenfreada, a paixão,
que nasce desprovida de razão,
que cresce com sofreguidão,
que se faz fonte de inspiração,
que desnuda a verdade do coração.

Pulsa, desenfreado, o sonho,
que camufla a realidade dos dias,
que acorda ao sol do meio-dia,
que se sustenta em promessas,
que a liberdade, aos anseios, sentencia.

Pulsa, desenfreada, a coragem,
que revela a guerra da inquietação,
que racionaliza qualquer emoção,
que se agita, chora e grita,
que pede socorro para o amor que palpita.

Pulsa, desenfreado, o coração,
que se convulsiona no sentimento da paixão,
que se perde no sonho da inspiração,
que acorda no leito da inquietação,
que se socorre onde o amor habita.

Tags: poemas pulsação

CORRENDO RISCO

Nesse seu riso largado,
Nesse seu olhar meio de lado,
Nessa sua conversa fiada
Vou embarcar!

Nesse seu jeito imprudente,
A sua proposta indecente,
De um amor “caliente”,
Penso em aceitar.

Por ser um amor de momento,
Sem culpa e arrependimento,
Que nenhum dano pode me causar.
Vou me arriscar!

Tags: poema risco

NÃO CHORE, MENINA!

O que vai à sua alma, menina?
O que lhe faz chorar?
Algum atalho da vida
Por onde resolveu se aventurar?
Menina, não deixe a tristeza se aninhar.
Ela é desajustada – uma ladra,
que gosta de assaltar
os corações desprevenidos
e com conforto, ali se instalar.
Menina, bote logo um sorriso nesse rosto.
Vê-la, assim, me causa aflição!
Enxugue logo essas lágrimas e sorria com gosto
Porque o seu sorriso menina, é tão bonito,
é uma luz para o meu coração.
Então, eu lhe peço menina:Chore não!

Tags: poema menina

ESCOLHA

Acho que cheguei adiantada para vida ou fiquei estacionada no tempo.
Só para escolher a hora de chegar.

Acho que fiquei menina e não cresci, apenas adormeci nas horas.
Só para escolher a hora de chegar.

Acho que fui engolida pelo espelho e fiquei guardada por lá.
Só para escolher a hora de chegar.

Acho que virei personagem de histórias infantis e me encantei.
Só para escolher a hora de chegar.

Acho que fui morar nas estrelas para de lá, o mundo observar.
Só para escolher a hora de chegar.

Acho que me escondi dentro de um ovo, para que o calor pudesse me chocar.
Só para escolher a hora de chegar.

Acho que fui seduzida por Iara e, no fundo do rio, meu corpo foi-se juntar ao dela.
Só para escolher a hora de chegar.

Acho que me transformei em arco-íris depois da chuva, para pintar de todas as cores a minha alma.
Só para escolher a hora de chegar.

Mas se assim eu continuar a caminhar, quase a deriva, num bote inflável que se deixa levar, sem saber onde vai dar, guiada pela direção vento e balanço das águas do mar, estarei perdida!

Porque não saberei escolher a hora de chegar.

Tags: poemas chegada

DESDE QUE APAREÇAS!!!!

Dou-te asas para voar.
Dou-te vozes para falar.
Dou-te estradas para caminhar.
Dou-te sol para aquecer.
Dou-te lua para brincar.
Dou-te estrelas para brilhar.
Dou-te chuva para molhar.
Dou-te coragem para vencer.
Dou-te vontade para continuar.
Dou-te comida para te alimentar.
Dou-te cama para deitar.
Dou-te carinho para acordar.
Dou-te alegria para sorrir.
Dou-te luz para iluminar.
Dou-te canções para dançar.
Dou-te flores para perfumar.

Desde que, apareças a qualquer hora.

Para me encher de beijos.
Para me dar abraços de desejos.
Para cheirar o meu cangote.
Para me fazer arrepiar.
Para me dizer poesia.
Para me falar de amor.
Para me contar segredos.
Para aplacar os meus medos.
Para me trazer alegria.
Para acalmar minha alma.
Para segurar a minha mão.
Para na minha boca, a tua língua enroscar.
Para o meu ritmo cardíaco disparar.
Para não me deixar desfalecer.
Para me fazer estremecer.
Para me entregar teu corpo em êxtase

E se isso acontecer,
Terei enorme prazer em morrer, em você.

Tags: poemas asas

Dedico esta poesia a Alessandra Espínola, após matar a minha sede na fonte de seus escritos.

PROCURO-TE

Procuro-te nas palavras.
E em teus versos te encontro.
São diferentes as nossas estradas,
mas iguais as nossas madrugadas.
Perco-te pelas frias esquinas da vida
e em tua alma te reencontro.
São diferentes os nossos destinos,
mas iguais os nossos desatinos.
Nossas feridas são pulsantes.
Nossas dores, viajantes errantes.
Nossas vozes jamais podem descansar.
Procuro-te na prisão dos loucos.
Porque ouço gritos sufocados e roucos.
E vozes que mal posso escutar.
Amiga, sinto te informar.
Somos prisioneiras da fantasia
Estamos condenadas à poesia
Somos Deusas da nossa criação

Tags: poemas procura

De meu plexo solar,
vou confiscar
os sentimentos complexos
que querem me perturbar,
criando trilhas,
que me deixam em ilhas,
onde não devo estar.
Do meu coração,
vou roubar
as emoções migratórias
que querem me revolucionar,
criando fantasias,
que viajam muitas milhas
E me fazem naufragar.

Tags: poemas emoçao

No Colo Da Loucura

Existe uma canção no silêncio,
Que baila dentro de mim,
Em notas sem partituras,
Tocadas em sons sem fim.

Existe uma loucura dentro de mim,
Que assola a minha alma,
Em reverberações transitórias,
Escrevendo minha história.

Existe uma luz sobre minha cabeça,
Que deixa azul a minha aura,
Refletindo do lado fora,
Minhas partículas incandescentes.

Existe força no meu cansaço,
Que se agita dentro de mim,
Em movimentos intensos,
Fazendo-me perder de mim.

E nessa canção da loucura,
E nessa luz do cansaço,
Eu me entrego ao resgate,
No colo dos desalmados

Tags: poema loucura

DECLARAÇÃO

De repente,

Olhos vazados por lágrimas contidas,

Que teimosamente escorrem pelo rosto.


De repente,

O rubor que sobe à face denuncia emoção.

Agüenta coração!


De repente,

Um nó na garganta sufoca o choro,

Fazendo música a voz interior.


De repente,

A poesia é servida em copo de cristal

Golpe mortal.

Tags: poema declaraçao

DEUS É PAI

Quando o dia amanhece,
a vida acontece,
porque Deus é Pai,

São os pássaros cantando,
é gente acordando,
porque Deus é Pai,

É a brisa varrendo,
é o sol aquecendo,
porque Deus é Pai,

É o mundo girando,
é mais um dia brotando,
porque Deus é Pai,

Meio-dia chegando,
as pessoas trabalhando,
porque Deus é Pai,

É o suor descendo,
é a fome crescendo,
porque Deus é Pai,

Na hora do almoço,
é aquele alvoroço,
porque Deus é Pai,

E nessa correria,
a volta ao trabalho,
porque Deus é Pai,

Seis horas da tarde,
é o dia acabando,
porque Deus é Pai,

É o corpo cansado,
de tanto trabalho.
porque Deus é Pai,


E no ponto do ônibus,
muita gente se esbarrando,
porque Deus é Pai,

É a volta pra casa,
com o dever cumprido,
porque Deus é Pai.

Nove horas da noite,
banho tomado
porque Deus é Pai.

E a cama arrumada,
bem perfumada,
porque Deus é Pai.

Pensamentos ao vento,
no corpo mais lento,
porque Deus é Pai.

Hora do agradecimento,
por cada momento.
porque Deus é Pai.

Tags: poema Deus

EXPLICAÇÃO NECESSÁRIA:
DIETA NÃO É REGIME. DIETA É ALIMENTAÇÃO ADEQUADA.




DIETA LITERÁRIA

Compro livros.
Livros têm palavras.
COMO palavras.
Palavras são comidas.
Livro - refeição.

Tags: poema livros

TEMPO DE TRAVESSIA

Ouso mudar o passo
para entrar no compasso
dessa vida cigana.
No coração,
já não há mais súplicas
das dores de velhos amores.
Dançar é a minha rendição.
E danço com a dança
de uma jangada no mar
só para ver no céu
nuvens a rodar
e os pássaros livres
a voar.
Em tempo de travessia
vento é sinfonia
Hora de sonhar.

Tags: poema travessia

.....R.E.T.I.C.Ê.N.C.I.A.S.....


Nada sereno
quando falo com você.
Tenho vontade colo
vontade lingua
vontade mistura
vontade corpo
vontade impura
arrepios....
Suas palavras
ateiam fogo em mim
me derramam
me derretem
me escorrem
Socorro!
incêndio.

Tags: poemas reticências