Coleção pessoal de Rodinho

181 - 200 do total de 222 pensamentos na coleção de Rodinho

Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida - ninguém, exceto tu, só tu.
Existem, por certo, atalhos sem números, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isso te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias.
Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar.
Onde leva? Não perguntes, segue-o!

Você vive hoje uma vida que gostaria de viver por toda a eternidade?

Minha solidão não tem nada a ver com a presença ou ausência de pessoas… Detesto quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia.

Eu tenho o meu caminho. Você tem o seu caminho. Portanto, quanto ao caminho direito, o caminho correto, e o único caminho, isso não existe.

Não existem fatos, apenas interpretações.

Um homem de gênio é insuportável se, além disso, não possuir pelo menos duas outras qualidades: gratidão e asseio.

Jamais alguém fez algo totalmente para os outros. Todo amor é amor próprio. Pense naqueles que você ama: cave profundamente e verá que não ama à eles; ama as sensações agradáveis que esse amor produz em você! Você ama o desejo, não o desejado.

A melhor cura para o amor é ainda aquele remédio eterno: amor retribuído.

Comparando no seu conjunto homem e mulher pode dizer-se: a mulher não teria engenho para se enfeitar se não tivesse o instinto do papel «secundário» que desempenha.

É difícil viver com as pessoas porque calar é muito difícil.

Os métodos são as verdadeiras riquezas.

O que não provoca minha morte faz com que eu fique mais forte.

A vida vai ficando cada vez mais dura perto do topo.

Devemos transformar os aspectos negativos da vida em algo construtivo.

A maioria da humanidade permanece criança pela vida afora, a aceitatnsem questionamento o que os grandes falam.

Em todas as coisas o sucesso depende de uma preparação prévia, e sem tal preparação o falhanço é certo.

O que sabemos, saber que o sabemos. Aquilo que não sabemos, saber que não o sabemos: eis o verdadeiro saber.

O mestre disse: Quem se modera, raramente se perde.

Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros.

Foge por um instante do homem irado, mas foge sempre do hipócrita.