Coleção pessoal de paloma182

Encontrados 16 pensamentos na coleção de paloma182

Como posso querer que meus amigos entendam as coisas loucas que passam pela minha cabeça, se eu mesmo, não entendo?

Salvador Dali
885 compartilhamentos

O termômetro do sucesso é apenas a inveja dos descontentes.

Salvador Dalí
4.6 mil compartilhamentos

É tanta informação a ser ingerida, não há o porquê de se conformar, com o que lhês é imposto á aceitar

Paloma Martins
1 compartilhamento
Tags: diferenças sociedade

Criticam tudo, e quero dizer mesmo tudo, sobre mim: o meu comportamento, a minha personalidade, as minhas maneiras; cada centímetro de mim, da cabeça aos pés, dos pés à cabeça, é objecto de mexericos e debates. São-me constantemente lançadas palavras duras e gritos, embora eu não esteja habituada a isso. Segundo as autoridades definidas, eu devia sorrir e aguentar.

Anne Frank
726 compartilhamentos

Me sinto num poço, tão fundo
numa escuridão imensa, não se vê nada, não se ouve nada,
alguns suspiros, choros calados que estavam guardados a muito tempo,
num suspiro forte os trago pra fora numa força imensa,
me machuca, é difícil.
Não me entendo, ninguém entende,
muito menos se esforça pra entender, o que machuca mais.
Queria ele aqui, talvez só ele entenda,
talvez só ele me ajude.
Uma depressão, mais uma,
aperta meu coração, uma agonia horrível
vontade de fugir, ir embora daqui,
pra bem longe,
longe desse mundo.
Tudo ira passar,
é o que mais quero agora.

Read more: Another Girl, Another Planet: texto
http://agirlaplanet.blogspot.com/

Paloma S. Martins
1 compartilhamento

E agora, menina?
A amarelinha borrou
a brincadeira acabou
o faz-de-conta sumiu
o tempo passou,
e agora, menina?
e agora, você?
você que é sem fronteira,
que se busca nos outros,
você que faz amigos,
que se apaixona, odeia?
e agora, menina?


Está sem correntes,
está sem exemplo,
está sem trilha,
já não pode chorar,
já não pode conter,
eximir-se já não pode,
a noite estrelou,
o príncipe não veio,
a liberdade não veio,
o sonho não veio
não veio a perfeição
e tudo virou
e tudo explodiu
e tudo desapontou,
e agora, menina?


E agora, menina?
Seu pronto sorriso,
seu tempo de fantasia,
sua vontade e desespero,
sua festa,
sua roupa de mulher,
seu jeito de criança,
sua inconstância,
seu encantamento – e agora?


Com o desejo no corpo
quer sair pela janela,
não existe volta,
quer correr o mundo,
mas o mundo a engoliu,
quer colo,
Colo não há mais.
Menina, e agora?


Se você ouvisse,
se você recuasse,
se você deixasse
a mão guiá-la,
se você serenasse,
se você pedisse,
se você consentisse...
Mas você não retorna,
você é grande, menina!


Solta na vida
qual gata de muro,
sem medo de altura,
sem beira segura
para se equilibrar,
sem anjo alado
que proteja sua sorte,
você continua, menina!
Menina, para onde?

Valéria Piassa Polizzi
3 compartilhamentos

Sabe um dos meus desejos? Um teletransporte, tão fácil né, você entra numa cabine estranha como aquelas de tirar foto 3x4, diz o lugar desejado e pronto já está lá, dai não existiria mais atrasos, falta de compromissos, arrependimentos, e nem saudade, querer estar com aquela pessoa, naquele momento triste, angustiante, feliz, ou simplesmente estar lá. Mas pensando melhor, iria ser melhor mesmo? NÃOO, porque? porque isso não existe, e um das coisas que eu realmente acredito é o destino. Se tudo fosse tão fácil assim as coisas não teriam tanta graça, aquele momento, aquilo que você poderia sentir se tivesse perdido, as vezes é bom não consegui tudo o que quer, sentir um gostinho de angustia, raiva, saudade, fortalece a gente. Ter perdido aquela festa, aquele passeio ou viajem, você pensa, poderia ter feito tantas coisas, me divertido, compartilhado risadas, momentos e conversas, estar com aquela pessoas que você ama, mas você realmente perdeu isso? Você não acha que o que deixou de fazer não interferiu no que acontece hoje, pelo menos algo de bom aconteceu, como por exemplo a saudade, o poder não estar lá, fortaleceu o sentimento por aquela pessoa, algo que não aconteceria se essa bendita maquina existisse e você a tivesse usado. Se não existisse saudade, que graça seria ter aquela pessoa por perto todo o tempo, um grude né, o interesse acabaria e o sentimento por ela também. É ai que o destino da gente entra, por isso gosto dele, e não ligo pra o que não fiz e onde não fui, não me arrependo de muita coisa não, acho que até de nada. Deixo levar, o que perdi perdi, o que me resta é buscar coisas novas, não ficar me lamentando.

Read more: Another Girl, Another Planet: texto
http://agirlaplanet.blogspot.com/

Paloma de Souza Martins
1 compartilhamento

A tempos atrás nem pensávamos até onde iriamos chegar, se iria dar certo se iria realmente acontecer e quando, difícil eu pensei, complicado demais. Baseamos tudo isso no que já vimos em outras casos, outras pessoas, mas quando acontece conosco tudo fica diferente, nossa perspectiva muda, pode ser mais difícil ou mais fácil tudo depende do jeito como encaramos, daquilo que estamos vivenciando, aquele momento, e o que queremos realmente. Mas aconteceu. A quatro meses não me imaginava nessa situação, pelo menos tão cedo. E agora minha vida mudou. Como pude? eu imagino, como pude viver sem essa pessoa em toda minha vida? como eu acordava de manhã, fazia toda aquela rotina diária, e não o tinha em minha mente, como eu me sentia? eu era realmente feliz? O modo diferente como irradia a minha vida, uma explosão de sentimentos que as vezes é difícil de se controlar e escapam até contra a minha vontade. Agora eu vivo assim, em torno da minha felicidade que possuo, e toda a sua razão são devidas a ele. Em torno daquela escuridão ele está lá, é aquela luz das estrelas, em que torna minha noite mais bonita e faz com que ela fique menos escura.

Read more: Another Girl, Another Planet: texto
http://agirlaplanet.blogspot.com/

Paloma S. Martins
1 compartilhamento

Foi quando eu olhei para ele, de cabeça baixa pensando em tudo que vivemos até agora e o que ainda estaria por vir, nada planejado, aquele momento único, somente nos dois ali sentados e tentando aproveitar o tempo que ainda nos restava. Queria que o tempo parasse, que aquele dia não acabasse nunca, pensei e o olhei, de repente virou seu rosto e olhou de volta pra mim, o meu dia já estava ganho apenas com aquele olhar. Nada iria mudar aquele sentimento, aquela tarde que pra mim foi a melhor, porque foi com ele. O que me resta agora? a saudade. E o que entendemos por saudade? que ela pode demonstrar o quanto é forte aquele sentimento que tenho por essa pessoa e que não o quero longe. Começo a lembrar de todos os momentos que ficaram gravados em minha mente e como meu coração pulsa mais forte a cada vez que os relembro: os engraçados, os quentes, os felizes e daqueles que não fazíamos nada, nada além de olhar um nos olhos do outro e falarmos ‘eu te amo’. E como quero que tudo se repita um milhão de vezes, que esses momentos bons nunca desapareçam e que se fortaleça mais e mais esse amor tão diferente e especial. O sol se põe, já está ficando noite, o dia está acabando para mim, mas honestamente fizemos com que esse dia durasse para sempre e sempre.

Read more: Another Girl, Another Planet: texto
http://agirlaplanet.blogspot.com/

Paloma S. Martins
1 compartilhamento

Amo o jeito como você sorri, que seus olhos ficam mais apertados e pequenos do que já são;
Amo o seu jeito tímido às vezes;
Amo os seus olhos, a cor deles e o seu olhar direto;
Amo quando ri de qualquer besteira que eu fale;
Amo quando me deixa feliz, quando me faz sorrir tanto que a boca dói;
Amo quando quer aumentar a minha auto-estima de qualquer maneira;
Amo quando você não tem jeito com as palavras, e mais ainda quando tem;
Amo o jeito de querer me entender, de saber o que estou pensando e não querer me magoar;
Amo quando sabe que tem algo diferente acontecendo, e quando tenta resolver;
Amo como faz meu coração bater forte, e me deixa sem ar;

Eu te amo

Poderia repetir essa expressão ou qualquer outra por mais mil vezes ou apenas uma, mas nunca chagaria no quão intenso e forte é o amor que sinto por você.

Read more: Another Girl, Another Planet: texto
http://agirlaplanet.blogspot.com/

Paloma S. Martins
1 compartilhamento

Nunca fui de acreditar em paixões avassaladoras, alma gêmea, a sua outra metade e todo essas histórias de grandes amores que mudam nossas vidas drasticamente. Pequenas paixões sim, aquele sentimento de desejo, afeto, compaixão, é o que eu tinha sentido até o momento.
Quando o encontro, seu sorriso, aquela alegria me invade e tudo que esta em volta some, não existe mais nada, não existe tristeza, problemas, dores, preocupações, somente nos dois, sorrio de volta e aquele momento se torna único, guardado pra sempre. Aquela pessoa que domina a sua mente, que te faz pensar nela todos os momentos, os tristes, os alegres, os difíceis, dos quais você queria que ela estivesse ali também, participando daquilo com você, que estivesse do seu lado sempre. E quando ele não está, e como se houvesse um buraco negro dentro de si, e cada vez que você lembra de um momento em que estavam juntos, de um conversa, de um olhar, esse buraco aumenta mais e mais. Querer aquela pessoa contigo por toda a vida, e sequer se imaginar sem ele, nada teria mais graça, nem sentido, não haveria mais vida então não haveria mais ele. Como tudo se encaixa tão bem, perfeitos/feitos um para o outro. Tudo isso seria os sintomas do amor verdadeiro?
Esse sentimento de saudade, de querer o bem, de sempre estar perto, de preocupação, de esquecer o mundo em que estamos e nos ligarmos a ele de uma forma tão forte e diferente.
Então aquela primeira questão do texto se encaixa aqui, o amor verdadeiro existe sim, aquela sua outra metade que estava perdida por ai, do qual eu imagino que aconteça diferente para cada pessoa. Essa outra metade, pode estar distante, como perto, ai do seu lado, você apenas não deve ter se tocado disso, você pode descobri-la de uma forma difícil como fácil, ou inimaginável, ela pode vir muito cedo ou tarde, mas não se iluda, nunca será tarde de mais, a hora que ele chegar, apenas será. Se durará para sempre, se o sentimento continuará forte eu não sei, ninguém sabe, não fico pensando se haverá uma longa história, um futuro feliz, prefiro vivenciar esse presente, assim construindo a nossa história.

Read more: Another Girl, Another Planet: texto
http://agirlaplanet.blogspot.com/

Paloma S. Martins
2 compartilhamentos

É como se não houvesse chão, não houvesse escapatória, como você corresse um caminho infinito. Tantas pressões, querem que você se esforce o máximo sempre, que de o seu melhor. Como se todos os seus problemas viessem de uma só vez, e você só quer fugir. Ir para um lugar bem longe de tudo e todos, ficar em paz, em paz com você, com sua alma, com seus pensamentos. Sem preocupações, sem problemas, sem mentiras ou falsidade. Deixar tudo de ruim para traz, bem longe. Por que tudo é tão difícil? São tantos obstáculos, alguns dizem que nos faz bem, o que nos deixa mais fortes pra seguir em frente, mas podiam doer menos, deixar cicatrizes menores pelo menos. Não fugir, e encarar seus problemas de cara, seria uma atitude de uma pessoa corajosa, com uma bom caráter? Então que seja. Que as cicatrizes venham que o tempo as curarão, nada é fácil e nunca será, pelo o simples fato de não haver graça se não tem dificuldade. Tudo o que nos rodeia, o que fazemos, o que decidimos, TUDO. Para que exista sentido em nossas vidas, para que exista magia, para que exista VIDA.

Read more: Another Girl, Another Planet: texto
http://agirlaplanet.blogspot.com/

Paloma S. Martins
1 compartilhamento

Não me importo com o que fale ou deixe de falar
Não me importo com a sua opinião, sua crítica, de sempre achar que está certo, e o modo como controla tudo.
Não me importo que não tenha significado nada, e que nem se lembre de mim.
Se não gosta do meu cabelo, das minhas roupas ou modos, não me importo de jeito nenhum.
Se não lembra mais daquele momento, do que eu te disse, e não me considera importante, não levarei a mal,
porque tristeza não existe pra mim, nem ao menos uma magoa.
Não guardo remorsos, nem os tenho.
No lugar de um coração tenho uma pedra, de sentimentos apenas frases programadas.
Emoções não me fazem sentido, nem lamurias ou sofrer por alguém.
Não me importo com a ironia do texto e o fato de sempre mentir pra mim mesma.
Enganar a todos não é pior do que engar a si,
Muito menos quando não há outra escolha, a escolha de mentir.

Read more: Another Girl, Another Planet
http://agirlaplanet.blogspot.com/

Paloma S. Martins
2 compartilhamentos

Aceita o conselho dos outros, mas nunca desistas da tua própria opinião.

William Shakespeare
12 mil compartilhamentos

Eu aprendi que para crescer como pessoa preciso me cercar de gente mais inteligente do que eu.

H. Jackson Brown Jr
6.4 mil compartilhamentos

Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra.

desconhecido
5.2 mil compartilhamentos